RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemA atitude ousada da Legião Urbana ao peitar Globo e Faustão no meio de uma grande crise

imagemO Raul Seixas não era nada daquilo que ele falava, diz ex-parceiro musical

imagemA razão que levou Humberto Gessinger a decidir não usar mais nome "Engenheiros do Hawaii"

imagemPor que Gisele Bündchen e Ivete Sangalo deturparam "Imagine", segundo André Barcinski

imagemDiva Satânica explica qual foi a razão que a fez deixar a banda Nervosa

imagemO último show de Bon Scott com o AC/DC, três semanas antes de sua morte

imagemA hilária reação de Keith Richards ao encontrar músicos do Maneskin

imagemDavid Coverdale relembra parceria com Jimmy Page, e fala sobre relançamento

imagemAs duas razões que levaram RPM a passar por segunda separação em 2003

imagemEm entrevista, Tony Iommi contou como aprendeu a tocar guitarra

imagemAlém do Moonspell, São Paulo Metal Fest anuncia Beyond Creation em seu cast

imagemAngra parabeniza a aniversariante Sandy nas redes sociais

imagemJimmy Page sobre o "Presence": "Não se faz músicas como aquelas caindo de bêbado"

imagemGuitarrista do Offspring continuou em seu emprego normal mesmo depois da fama

imagemPrika explica por que nova vocalista da Nervosa não é brasileira e promete single em março


Stamp

Angra: resenha e fotos do show de Porto Alegre

Resenha - Angra (Bar Opinião, Porto Alegre, 19/05/2019)

Por Guilherme Dias
Postado em 28 de maio de 2019

Fotos Liny Oliveira

No dia 19 de Maio, um domingo, o Angra voltou para Porto Alegre. A última vez havia sido em Agosto do ano passado. A "Magic Mirror Tour" é a segunda parte da turnê que promove "OMNI", último lançamento da banda. O local foi o mesmo de sempre, o bar Opinião.

Formado por Fabio Lione (vocal), Rafael Bittencourt (guitarra e vocal), Marcelo Barbosa (guitarra), Felipe Andreoli (baixo) e Bruno Valverde (bateria) o Angra apresentou um repertório semelhante ao da última visita na capital gaúcha, iniciando da mesma forma inclusive, com "Newborn Me" ("Secret Garden", 2014) e "Travelers of Time" ("OMNI", 2018). Um problema técnico nos microfones impediu Lione de cantar no primeiro minuto de show, dando trabalho para o público, que teve que cantar mais alto, mas por pouquíssimo tempo, pois a situação foi resolvida rapidamente.

Após "Waiting Silence" ("Temple of Shadows", 2004) Lione trocou as primeiras palavras com os fãs, dizendo que era muito bom estar em Porto Alegre novamente. Perguntou se o Bruno estava pronto, se o público estava pronto e anunciou a antiga "Nothing to Say" ("Holy Land", 1996). Lione anunciou que esse show foi o de número 104 da "OMNI Tour". Em "Insania" ("OMNI") o frontman pediu ajuda do público no último trecho da música.

Em seguida "Millenium Sun" ("Rebirth, 2001), que estava ausente do set-list desde 2014, "Caveman" ("OMNI") e o famoso solo de bateria de Bruno. "Black Widow’s Web" teve a participação de Rafael e Felipe nos vocais, que foram gravados originalmente por Sandy e Alissa White-Gluz (Arch Enemy). Após "Silence and Distance" ("Holy Land") Lione fez um duelo com o público, mostrando a sua versatilidade vocal passeando por diversos estilos de canto, mostrando que ele não é magnífico apenas no power metal.

Rafael teve o seu microfone centralizado no palco e conversou um pouco com a plateia, algo que costuma fazer em todos os shows, mas diferentemente de ocasiões anteriores ele não se prolongou muito no discurso. Rafael mencionou a importância desses últimos shows e o contato com o público como uma maneira de renovar as energias do grupo para iniciar o processo de composição de novas músicas. Anunciou a canção seguinte como uma viagem para o fundo da alma, se referindo a "The Bottom of My Soul" ("OMNI), cantada por ele mesmo.

A reta final do show teve "Morning Star" ("Temple of Shadows"), "Time" ("Angels Cry", 1993) e "Magic Mirror" ("OMNI"). No bis os clássicos "Rebirth" e "Nova Era" (Rebirth) e um trecho de "Carry On", clássico absoluto, do álbum "Angels Cry", que não era tocada em Porto Alegre há bastante tempo. Foi um show completo de um conjunto extremamente competente. A qualidade áudio visual foi excelente e o carisma dos músicos foi incrível, como sempre. A certeza é que em breve o Angra volta pra Porto Alegre.

[an error occurred while processing this directive]

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Summer Breeze

Ricardo Confessori lança novo método de bateria e destrincha sucessos de Angra e Shaman

Fotos de Infância: Angra


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Guilherme Dias

Fanático por heavy metal e hard rock desde os 12 anos de idade. Coleciona CDs e LPs, principalmente do Helloween e seus derivados. Colabora com o site desde 2013. Nasceu em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul.
Mais matérias de Guilherme Dias.