Backyard Babies: resenha do show da banda em Madri

Resenha - Backyard Babies (Sala But, Madri, 30/04/2019)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Eduardo Rodrigues, Fonte: Revista Freak
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

A banda sueca BACKYARD BABIES está em turnê de lançamento do seu oitavo disco "Sliver And Gold" e fez Madrid tremer na sala But nesta terça-feira 30 de abril.

Guitar World: as 50 melhores canções de Rock de todos os temposGuns N' Roses: transtorno bipolar, a doença de Axl Rose

Assisti BACKYARD BABIES pela primeira vez em São Paulo no Hangar 110, acredito que em 2002 e o show da banda foi uma injeção de rock n' roll direto na veia. Já conhecia a banda na época, mas vê-los ao vivo foi realmente surpreendente. 17 anos depois a banda continua na ativa, com a mesma formação e tive a oportunidade de assistir ao show deles novamente, dessa vez em Madri na Espanha.

Com tempo somente suficiente para a retirada do equipamento da banda de abertura do palco, foi a vez do aguardado Backyard Babies. A banda já está na ativa desde 1987 e está lançando seu oitavo disco de estúdio "Sliver and Gold". Formada pelo vocalista e guitarrista Nicke Borg, o peculiar guitarrista Dregen, que também foi integrante do "The Hellacopters", Johan Blomqvist no Baixo e Peder Carlsson na Bateria, já tem o público nas mãos ao entrarem no palco ao som de uma intro levantando a expectativa do público e começando com a ótima "Good Morning Midnight" música do novo disco "Sliver And Gold".

O set list continua cheio de sucessos como "Look at You", "Dysfunctional Professional", "Shovin' Rocks", essa última contando com Dregs nos vocais e colocando todos presentes a gritar "rock n roll". Seguindo com "Nomadic" do sexto álbum de estúdio Backyard Babies, "Highlights" e "Heaven 2.9", só dando um descanso com uma versão acústica de "A Song For the Outcast" e a meio balada "Roads".

Com Nicke Borg pegando a guitarra novamente o show esquentou ainda mais em uma sequência que colocou todo mundo pra dançar com "44 Undead", também do último disco e juntando com os consagrados sucessos "Th1rte3n or Nothing" "The Clash", "Minus Celsius" e encerrando "Brand New Hate".

Após uma breve parada a banda volta com "Yes to All No", novamente do disco "Sliver and Gold" e finalizando com "People Like People Like People Like Us" após duas horas de um show cheio de hits que marcaram a trajetória da banda.

Setlist
01. Good Morning Midnight
02. Look at You
03. Dysfunctional Professional
04. Shovin' Rocks
05. Nomadic
06. Highlights
07. Heaven 2.9
08. A Song for the Outcast (Acoustic)
09. Roads
10. 44 Undead
11. Th1rte3n or Nothing
12. The Clash
13. Minus Celsius
14. Abandon
15. Brand New Hate
-
16. Yes to All No
17. People Like People Like People Like Us

Veja a matéria completa com mais fotos e vídeos em:
https://revistafreak.com/backyard-babies-detona-em-madrid-co...




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Backyard Babies"


Guitar World: as 50 melhores canções de Rock de todos os temposGuitar World
As 50 melhores canções de Rock de todos os tempos

Guns N' Roses: transtorno bipolar, a doença de Axl RoseGuns N' Roses
Transtorno bipolar, a doença de Axl Rose

Rodolfo: 100% arrependido das letras dos RaimundosRodolfo
100% arrependido das letras dos Raimundos

A polêmica origem do termo Heavy MetalHetfield: egos, Mustaine, Load e homossexualidade no MetallicaQueen: 10 coisas que você não sabia sobre Brian MayNicko McBrain: pedal duplo é pra caras como Aquiles Priester

Sobre Eduardo Rodrigues

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adClio336|adClio336