Arch Enemy e Kreator: primeiro show no Brasil colocou POA abaixo

Resenha - Arch Enemy e Kreator (Bar Opinião, Porto Alegre, 09/11/2018)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Lucas Steinmetz Moita
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

A Liberation Tour Festival está passando por diversas cidades do Brasil, trazendo como atrações principais as bandas ARCH ENEMY e KREATOR. O primeiro show no país aconteceu em Porto Alegre, na sexta-feira do dia 9 de novembro de 2018.

Babymetal: Sabaton, Arch Enemy e rapper participam de novo álbumKurt Cobain: a teoria de assassinato do músico

Talvez o preço do ingresso - principalmente em um momento com tantos shows acontecendo na capital gaúcha - tenha impedido a lotação máxima do Bar Opinião. Mesmo assim, a casa estava bastante cheia. Sem muitos atrasos, o ARCH ENEMY foi a primeira banda a subir ao palco.

Abaixo, você pode ver um vídeo mostrando diversos trechos das duas apresentações da noite.

Embora seja o grupo com menor tempo de carreira, era muito fácil identificar que eram os mais populares da noite. Com uma parcela mais jovem dos fãs, o ARCH ENEMY atualmente é composto por Alissa White-Gluz nos vocais, Michael Amott e Jeff Loomis (ex-NEVERMORE) nas guitarras, Sharlee D'Angelo no baixo e Daniel Erlandsson na bateria.

A atual turnê do ARCH ENEMY, promovendo o disco "Will to Power", de 2017, mostra que Alissa já está mais do que enraizada na história da banda. A norte-americana entrou no grupo sueco substituindo a poderosíssima alemã Angela Gossow.

Angela abandonou os palcos da banda mas ainda está ligada à ela em áreas administrativas. Já Alissa deixou sua antiga banda THE AGONIST para assumir essa difícil missão.

Um show é o que basta para entender o quanto ela obteve sucesso nesse objetivo. A presença de palco da cantora e sua competência vocal impecável derrubam qualquer argumento de fãs saudosistas que por ventura queiram desmerecê-la. Já com sua voz registrada em dois álbuns, o setlist sabe mesclar muito bem essas duas fases do ARCH ENEMY. Alissa também tem a seu favor a simpatia do fã de metal brasileiro graças ao recente single "Black Widow's Web", do ANGRA, em que faz uma inusitada participação junto com a cantora Sandy.

Em meio a muita euforia por parte dos fãs e muita surpresa aos mais "trues" que foram exclusivamente pelo KREATOR, o ARCH ENEMY jorrou energia do início ao fim em um show curto, mas apaixonante (convenhamos que Alissa ajuda).

Setlist do ARCH ENEMY: The World Is Yours, Ravenous, Stolen Life, War Eternal, My Apocalypse, The Race, You Will Know My Name, The Eagle Flies Alone, First Day in Hell, As the Pages Burn, We Will Rise, Avalanche, Snow Bound, Nemesis e Fields of Desolation.

E então vieram os veteranos do KREATOR. Com mais de 36 anos de estrada, os alemães estão entre os nomes mais respeitados no mundo do thrash metal. Um som claramente oldschool, mas que não parou no tempo. O KREATOR é exceção da regra em matéria de bandas clássicas, que soube evoluir seu som e se renovar ao longo das décadas de carreira.

Embora a quantidade de fãs fosse menor e a geração do KREATOR não fosse a dominante no show, os moshpits ganharam força e o coral entoado pelo público não perdeu em nada para a banda anterior. A maior vantagem do evento foi a ausência de qualquer tipo de comparação competitiva. As duas bandas são de gêneros semelhantes e de épocas diferentes. Quem foi exclusivamente por uma delas, acabou conhecendo e adorando também a outra. O evento tornou-se um cenário ideal para proporcionar a experiência de conhecer uma banda nova e não houve críticas depreciativas de um lado ou de outro.

Com uma formação muito sólida, o KREATOR conta com os membros originais Mille Petroza (vocal e guitarra) e Ventor Reil (Bateria). Além deles, contam também com Christian Hiesler no baixo desde 1995 e o guitarrista Sami Yli-Sirniö, "novato" na banda há "apenas" 17 anos.

A qualidade do KREATOR também dispensa apresentações e o setlist foi composto por diversos clássicos que a banda colecionou ao longo de sua trajetória. Isso sem contar o carisma do frontman. Um Petroza tremendamente simpático brincou com o público, estimulou os moshs e declarou, diversas vezes, seu amor pelo Brasil.

Junto com canhões de fumaça de gelo seco, o KREATOR coroou a noite e mostrou os motivos de estar se encaminhando para sua quarta década em atividade. Tratada com o devido respeito, ganhou o coração dos gaúchos, assim como ganhará nas demais regiões por onde a Liberation Tour Festival irá passar.

Setlist do KREATOR: Phantom Antichrist, Hail to the Hordes, Enemy of God, Satan Is Real, Civilization Collapse, People of the Lie, Flag of Hate, Phobia, Gods of Violence, Hordes of Chaos (A Necrologue for the Elite), Fallen Brother, Violent Revolution e Pleasure to Kill.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Arch Enemy"Todas as matérias sobre "Kreator"


Babymetal: Sabaton, Arch Enemy e rapper participam de novo álbumBabymetal
Sabaton, Arch Enemy e rapper participam de novo álbum

Arch Enemy: técnica vocal e vegetarianismoArch Enemy
Técnica vocal e vegetarianismo

Ozzy Osbourne: 7 guitarristas que quase entraram para a banda deleOzzy Osbourne
7 guitarristas que quase entraram para a banda dele

Doyle: Alisse White-Gluz me faz chorar quando malhamosDoyle
"Alisse White-Gluz me faz chorar quando malhamos"


Kurt Cobain: a teoria de assassinato do músicoKurt Cobain
A teoria de assassinato do músico

Saúde: bater cabeça pode causar danos ao cérebroSaúde
Bater cabeça pode causar danos ao cérebro

Pink Floyd - Perguntas e RespostasPink Floyd - Perguntas e Respostas
Pink Floyd - Perguntas e Respostas

Cachês: nova lista revela quanto embolsam astros do Rock e MetalPink Floyd: The Wall é uma obra de arte conceitualMike Portnoy: o top 25 de bateristas da Modern DrummerGuns N' Roses: as dez melhores (segundo a Loudwire)

Sobre Lucas Steinmetz Moita

Formado em Jornalismo pela Unisinos, atua em duas áreas bastante bipolares: música pesada e teologia. Proprietário do site CristianismoHardcore.com.br, atuou durante 5 anos com o Programa MoitaRock, entrevistando diversos artistas nacionais e internacionais (como Andre Matos, Angra, Sebastian Bach e Blind Guardian). O Programa MoitaRock foi extinto, mas o trabalho com vídeo e entrevistas continua em HeavyTalk.com.br, ao qual também administra.

Mais informações sobre Lucas Steinmetz Moita

Mais matérias de Lucas Steinmetz Moita no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336