Matérias Mais Lidas

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemSystem of a Down: por que Serj Tankian não joga mais nenhum vídeo game?

imagemRitchie Blackmore revela como o impactou a chegada de Jimi Hendrix na Inglaterra

imagemOzzy Osbourne diz que está bem aos 73 anos, mas sabe que sua hora vai chegar

imagemKiko Loureiro defende surgimento de banda que seria "Greta Van Fleet do Iron Maiden"

imagemO clássico dos Rolling Stones que levou mais de 30 anos para ser tocado ao vivo

imagemMetallica faz doação para complexo de saúde e educação em Curitiba

imagemFreddie Mercury revelou em 1985 como foi conciliar carreira solo e o Queen

imagemA simpatia de James Hetfield ao conversar com pais de bebê que nasceu durante show

imagemRobert Trujillo conta como uma abelha e "migué" quase causaram treta com James Hetfield

imagemOzzy Osbourne é visto caminhando com dificuldade ao sair de estúdio

imagemLars Ulrich diz que shows do Metallica na América do Sul foram incríveis

imagemOzzy Osbourne dá sua opinião sobre o streaming e dispara contra Spotify; "É uma piada"

imagemA visão de Arnaldo Antunes sobre sua timidez no período da adolescência

imagemSe vira nos 30: Andre Matos tomou cano de produtor e fez milagre pra agradar fãs


Stamp

Slayer e Red Fang em POA: Emoção e realização definem sentimento

Resenha - Slayer e Red Fang (Pepsi On Stage, Porto Alegre, 11/05/2017)

Por Guilherme Dias
Em 12/05/17

A esperada noite do dia 11 de Maio finalmente aconteceu. Diversas passagens do Slayer pelo Brasil, mas nunca em Porto Alegre. Os fãs aguardavam com muita ansiedade por esse momento. Emoção, realização e peso definem o sentimento da noite.

Fotos: Liny Oliveira

A abertura foi realizada pelo Red Fang, que assim como o Slayer, está participando da turnê do "Maximus Festival". Mesmo sem ter a mesma popularidade, o Stoner Rock feito pelos norte-americanos agradou muito os fãs do Thrash Metal do Slayer. Ao centro do palco estava Aaron Beam (baixo) que comandava os vocais junto com Bryan Giles (guitarra), do outro lado estava David Sullivan (guitarra) e ao fundo John Sherman (bateria).

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

No set-list estiveram presentes músicas dos seus quatro álbuns de estúdio: "Red Fang" (2009), "Murder the Mountains" (2011), "Whales and Leeches (2013) e "Only Ghosts" (2016). "Blood Like Cream", "Malverde", "Wires" e "Flies" (com Bryan e Aaron dividindo os vocais) foram algumas das músicas apresentadas.

Atualmente o Slayer excursiona divulgando o seu último trabalho de estúdio, chamado "Repentless", lançado em 2015. Logo que as luzes do Pepsi On Stage se apagaram e o playback de "Delusions of Saviour" começou a tocar, o público foi à loucura. Com a entrada de Kerry King e Gary Holt nas guitarras, Paul Bostaph na bateria e Tom Araya no baixo e vocais estava tudo pronto para a noite ser perfeita. "Repentless", "The Antichrist" ("Show No Mercy", 1983), "Disciple" (única do clássico álbum "God Hates Us All" no repertório) e "Postmortem" ("Reign in Blood", 1986) foram as primeiras a fazerem os headbangers baterem muito a cabeça. Misturando o material novo com o clássico.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Silêncio no palco e luzes diretamente em Tom, que encarava o público, fez com que a plateia gritasse "SLAYER" repetidamente. Tom perguntou se todos estavam se divertindo, acrescentando que a banda estava. Sem mais palavras, a apresentação continuou com "Hate Worldwide" ("World Painted Blood", 2009), "War Esemble" ("Seasons in the Abyss", 1990) e "When the Stilness Comes" ("Repentless").

A festa dos fãs foi espetacular, todas as músicas tiveram a mesma receptividade e ninguém deixou de cantar, bater cabeça ou até participar de algum "mosh". A iluminação e as fumaças contribuíram para que a atmosfera estivesse tão pesada quanto o som dos norte-americanos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A brutalidade sonora incendiou a casa. Se na rua estava frio, na pista o calor tomava conta. Uma paulada atrás da outra traduz o que aconteceu. As músicas responsáveis por isso foram "You Against You" ("Repentless"), " Dead Skin Mask" (Seasons in the Abyss), "Captor of Sin" ("Hauting th Chapel", 1984), "Mandatory Suicide" ("South of Heaven", 1988), "Fight Till Death" ("Show No Mercy") e algumas outras.

A atuação de todos do grupo foi insana. Entre a velocidade dos bumbos de Paul (que quebrava a bateria) e os vocais potentes e cruéis de Tom, estavam Kerry e Gary, dois guitarristas com muita sintonia, qualidade e vontade. Mesmo com a alta complexidade das músicas eles não ficavam parados por muito tempo. Lógico que com Jeff Hanneman seria diferente, mas o seu legado foi imortalizado e sempre é lembrado quando o Slayer se apresenta.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Após as matadoras "Seasons in the Abyss" e "Hell Awaits" os músicos se retiraram do palco. A volta para o bis foi capaz de tornar a apresentação mais inesquecível do que estava sendo. Apenas "South of Heaven", "Raining Blood", "Black Magic" e "Angel of Death" tocadas uma atrás da outra. Se alguém saiu do show sem dor no pescoço com certeza não aproveitou da maneira correta. Agora que o Slayer já fez a sua estreia na capital gaúcha não custa sonhar com um retorno, afinal, os bangers do Sul merecem.

Set-list Slayer:

Repentless
The Antichrist
Disciple
Postmortem
Hate Worldwide
War Ensemble
When the Stillness Comes
You Against You
Die by the Sword
Chemical Warfare
Dead Skin Mask
Captor of Sin
Mandatory Suicide
Fight Till Death
Seasons in the Abyss
Hell Awaits

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

South of Heaven
Raining Blood
Black Magic
Angel of Death

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Comente: Esteve no show? O que achou?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Thunderspell: divulgado cover de "Tormentor", do Slayer




Sobre Guilherme Dias

Fanático por heavy metal e hard rock desde os 12 anos de idade. Coleciona CDs e LPs, principalmente do Helloween e seus derivados. Colabora com o site desde 2013. Nasceu em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul.

Mais matérias de Guilherme Dias.