Black Sabbath: Um misto de tristeza, esperança e agradecimento

Resenha - Black Sabbath (FIERGS, Porto Alegre, 28/11/2016)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Liny Oliveira
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

A semana inicia com uma despedida, adeus Black Sabbath. A turnê “The End” fecha uma trajetória de quase cinco décadas de estrada, Ozzy Osbourne, Tony Iommi e Geezer Butler se despedem começando pelos gaúchos. Passando por Porto Alegre pela segunda vez, o Black Sabbath trás um set list menor, mas recheado de velhos clássicos, para não desapontar ninguém.

898 acessosZakk Sabbath: trailer de turnê pela América Latina5000 acessosThe Voice: candidato canta Slipknot e passa para a próxima fase

Krisiun, banda gaúcha de death metal inicia a noite com um show de peso fortalecendo o metal nacional. Na sequência Rival Sons apresenta-se belissimamente, com uma introdução de nada mais, nada menos que “The Good, the Bad and the Ugly”, que era usada pelo Metallica em suas turnês mais antigas. Com apenas 8 músicas os californianos mostram seu stoner rock de ótima qualidade agradando muito o público presente, provando que precisam de um show solo no Brasil, já que tocaram aqui somente em festivais.

As luzes se apagam e 21h30 entra o Black Sabbath para deixar sua marca pela última vez, um clássico atrás do outro foi o que os 18 mil presentes puderam apreciar na agradável noite de segunda-feira. Nos primeiros versos de “Black Sabbath” Ozzy se perde um pouco e entra adiantado, mas isso não tira o brilho do que viria na sequência. Sem muito papo vem “Fairies Wear Boots”, “After Forever” e “Into the Void”, Ozzy apresenta a banda, Geezer é super aplaudido, mas Iommi é ovacionado, Ozzy grita seu nome por 2 vezes.

O show do Black Sabbath é mais contido, mas ainda assim Ozzy faz suas características brincadeiras, levanta o público, bate palmas, joga beijos, e frisa muito que ama a todos. A marcante “War Pigs” é acompanhada por um coro enlouquecido, e logo “Behind the Wall of Sleep” vem para acalmar, mas não por muito tempo, pois “N.I.B” já tem sua batida marcante fazendo com que um mar de braços e mãos se balancem acompanhando o ritmo frenético da guitarra de Tony e bradando “Oh Yeah” junto a Ozzy.

Tommy Clufetos substituiu Bill Ward há 4 anos, e o fez com muita qualidade sem deixar a desejar, este ainda tem muito o que brilhar por aí, com um solo marcante de quase 10 minutos Clufetos é elogiado e muito aplaudido. O show já se encaminha para seu coroado final, Ozzy agradece o tempo todo, é muito amável e atencioso com os fãs. “Iron Man” chega para o delírio do público seguida de “Dirty Women”, fechando o set antes de vir o bis “Children of the grave” é tocada perfeitamente, tirando o fato de Ozzy ter errado a letra no início, o que tem acontecido frequentemente, isso mostra que infelizmente os caras estão precisando mesmo desta pausa.

Sem muita enrolação eles logo voltam e o próprio Ozzy pede em seu microfone “mais uma”, perguntando se o público promete que vai enlouquecer e finalizando com a matadora “Paranoid”, o Black Sabbath finaliza sua trajetória deixando um aperto no coração dos presentes, mas em uma hora e meia prova que é uma das maiores bandas de toda a história do heavy metal mundial, no telão a frase que intitula o nome da turnê “The End” faz com que muitos se derretam e deixem o Estacionamento da Fiergs com um misto de tristeza, esperança e agradecimento, ficamos gratos pela sua incrível história.

Set list Rival Sons:

Intro: “ The Good, the Bad and the Ugly”
1 – “Eletric Man”
2 – “Secret”
3 – “Pressure and Time”
4 – “Hollow Bones Pt.1”
5 – “Fade Out”
6 – “Bad Boy”
7 – “Open my Eyes”
8 – “Keep on Swinging”

Set list Black Sabbath

1 - "Black Sabbath"
2 - "Fairies Wear Boots"
3 - "After Forever"
4 - "Into the Void"
5 - "Snowblind"
6 - "War Pigs"
7 - "Behind the Wall of Sleep"
8 - "N.I.B"
9 - "Rat Salad" (solo “Tommy Clufetos”)
10 - "Iron Man"
11 - "Dirty Women"
12 - "Children of the Grave"
Bis:
13 - "Paranoid"

Comente: Esteve no show de Porto Alegre? Compartilhe a experiência.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Black Sabbath (FIERGS, Porto Alegre, 28/11/2016)

3390 acessosBlack Sabbath: A despedida de Porto Alegre

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 02 de dezembro de 2016

Black SabbathBlack Sabbath
Quando eles sacanearam ocultistas de modo inusitado

898 acessosZakk Sabbath: trailer de turnê pela América Latina964 acessosBlack Sabbath: projeto Home of Metal chega a São Paulo1932 acessosBlack Sabbath: veja unboxing da "The Ten Year War"1361 acessosDoom Metal: os 25 maiores álbuns do gênero0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Black Sabbath"

Black SabbathBlack Sabbath
Em 1981, revista massacrava álbum Mob Rules

Heavy MetalHeavy Metal
Fãs sofrem mais de ansiedade e depressão?

Uma foto que fala por siUma foto que fala por si
Liga de Cavalheiros Extraordinários

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "Black Sabbath"

The VoiceThe Voice
Candidato canta Slipknot e passa para a próxima fase

MetallicaMetallica
Joguem este processo no lixo, dizem para banda cover

MetallicaMetallica
James Hetfield elege as suas dez músicas favoritas

5000 acessosMetallica: a lista de exigências da banda em 19835000 acessosGuns N' Roses: funkeiro assassina clássico máximo da banda5000 acessosOlavo de Carvalho: Segundo ele, o Heavy Metal emburrece5000 acessosGene Simmons: filha fala da pressão social para ser magra5000 acessosGuns N' Roses: versões de Elvis e Stones nos primórdios5000 acessosG4 Experience: veja Paul Gilbert detonando em baixo acústico

Sobre Liny Oliveira

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online