Zakk Wylde: noite diferenciada para os fãs de heavy metal do RS

Resenha - Zakk Wylde (Bar Opinião, Porto Alegre, 23/08/2015)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Guilherme Dias
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.











Uma noite diferenciada para os fãs de heavy metal do Rio Grande do Sul. Os gaúchos tiveram o prazer de assistir a uma apresentação acústica do guitarrista Zakk Wylde. Apenas Porto Alegre e São Paulo receberam a turnê "An Evening With..." no Brasil.

O local escolhido para o evento foi o bar Opinião, que estava lotado. Quando o telão em frente ao palco foi retirado, todas as luzes foram em direção aos panos de fundo. Todos os panos referentes ao Black Label Society, porém apenas metade da banda estava no palco. O frontman do Black Label Society não estava sozinho, na atual turnê está sendo acompanhado por Dario Lorina, também guitarrista do BLS.

No repertório canções do seu disco solo "Book of Shadows", do BLS e do projeto Pride & Glory. As primeiras do set foram "Losin' Your Mind" (Pride & Glory) e "Suicide Messiah" (Black Label Society) que teve os dois músicos no palco com seus respectivos violões. Logo no início foi possível notar a incrível qualidade técnica que Zakk possui também com o violão. A distorção nos solos fez o som dos instrumentos se aproximarem muito ao de suas guitarras, emocionando muito os fãs presentes.

Na sequência Zakk foi para os teclados, onde tocou "Road Back Home" ("Book of Shadows", 1996) e "Spoke in the Wheel" (BLS), mostrando-se versátil e muito competente no instrumento. Nesse momento Dario foi o responsável pelos belos solos no violão. Dario também não ficou apenas com o violão, para "Sold My Soul" ("Book of Shadows") foi a sua vez de assumir os teclados, enquanto Zakk retornava para o violão. Trocas de instrumento que ocorreram em diversos momentos durante a apresentação.

A música "In This River" (BLS) foi dedicada, após ser lançada, ao Dimebag (guitarrista e fundador do Pantera e Damageplan, assassinado em 2004) e isso não foi esquecido pelo público, que gritou o seu nome após a bela canção.

O som de chuva no fundo antecedeu "Throwin' It All Away" ("Book of Shadows"). Antes do bis o show ainda contou com "The Blessed Hellride" e "My Dying Time", ambas do Black Label Society.

No bis, Zakk no violão e Dario no teclado encerraram as atividades da noite com "Stillborn", como de costume também nas apresentações do Black Label Society. Ao final Zakk se levantou do banco e tocou violão em pé, caminhando pelo palco. Após se despedir da plateia gritou e fez gestos com os braços para que todos gritassem, e todos gritaram como não tinham gritado durante as duas horas de show.

As luzes do palco foram delicadas durante toda a noite, valorizando bastante o cenário criado para o show. Muitos foram os improvisos antes de algumas músicas e longos os solos no meio de outras, o que foi ótimo para alguns e péssimo para outros. Foi a terceira apresentação do músico na cidade, todas elas com a casa lotada. Um músico que tem a capacidade de fazer a população lotar os seus shows em qualquer canto é sempre bem-vindo. Não se sabe quando será o próximo encontro de Zakk com a cidade, mas com certeza sabe-se que a pista estará cheia e os fãs muito animados.

Set-list completo:
Losin' Your Mind
Suicide Messiah
Road Back Home
Spoke in the Wheel
Machine Gun Man
Sold My Soul
In This River
Scars
Empty Promises
Throwin' It All Away
The Blessed Hellride
My Dying Time
Stillborn

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

1329 acessosZakk Wylde: em vídeo, os momentos mais insanos do guitarrista0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Black Label Society"

Treta históricaTreta histórica
Zakk Wylde cuspiu cerveja em James Hetfield?

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
"Não quero que pensem que eu despedi Zakk Wylde!"

Gordice trueGordice true
Aprenda a fazer o Berzerker Burger de Zakk Wylde

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 04 de setembro de 2015

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "Zakk Wylde"0 acessosTodas as matérias sobre "Black Label Society"

MetallicaMetallica
Não se iluda, há muito eles não se importam com os fãs

Geezer ButlerGeezer Butler
A morte de Dio poderia ter sido evitada

Black Label SocietyBlack Label Society
O assassinato atribuido à "seita" de Zakk Wylde

5000 acessosMegadeth: o que Peace Sells significou para a banda?5000 acessosLed Zeppelin: "Stairway To Heaven" vale mais de US$500 milhões?5000 acessosPolêmica: as músicas mais controversas da história do Rock5000 acessosMetallica: assista uma impressionante versão de Master of Puppets5000 acessosWacken Open Air: uma legião de cabeludos, vindos de toda a Europa4478 acessosO Metaleiro: O dia em que ele tocou System Of A Down com 211 bateristas

Sobre Guilherme Dias

Sou Guilherme Figueiró Dias, de Porto Alegre, estudante de educação física, tenho 23 anos e sou fanático por música e futebol, especialmente hard rock e heavy metal. Preferências entre Helloween, Gamma Ray, Pink Cream 69, Bon Jovi, Hellacopters, Michael Kiske, entre outros. O que gosto realmente de fazer (além de torcer, cantar e pular pelo Grêmio na Geral) é curtir um bom show das bandas que eu adoro e tomar umas cervejas pra celebrar a vida.¨

Mais matérias de Guilherme Dias no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online