Makinária Rock: como foi a apresentação no Manifesto Rock Bar

Resenha - Makinária Rock (Manifesto Rock Bar, SP, 09/08/2014)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Carlos Cosso
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

A noite do dia 09/08/2014 foi uma verdadeira avalanche sonora para os frequentadores do ManifestoRock Bar em São Paulo, além das bandas covers de Metallica e Judas Priest, a Makinária Rock esteve mais uma vez presente na casa com seu heavy rock cantado em bom português e o quarteto não o fez por menos, mandou sons de seus 2 álbuns e 2 grandes covers.

5000 acessosSlipknot: pornografia inspirou primeiro álbum da banda5000 acessosÓdio musical: os artistas mais detestados em lista da Spinner

Pontualmente a Makinária Rock subiu ao palco as 23:30 com a casa já recebendo um ótimo público, a música escolhida para abertura a já tradicional MAKINÁRIA ROCK bem conhecida entre os presentes, na sequencia emendaram com a MAGRELA ambas do último Cd Cidade Rock lançado em 2013.

Na sequencia foi a vez da faixa título CIDADE ROCK que contagiou a todos, feito a trinca inicial foi a vez do primeiro cover da noite, e nada mais justo do que homenagear um dos pioneiros do rock nacional Made in Brazil com DEUS SALVA O ROCK ALIVIA.

A essa altura a banda já estava com a plateia nas mãos; Digger vem se mostrando muito a vontade com a função de frontman (ele era baterista e vocalista anteriormente), além do novo membro da banda Marcelo Ladwig que se mostra muito entrosado com os parceiros Renato Prata(baixo) e Luis Takeo (Guitarra).

Após um breve bate papo com a galera, Digger anuncia o próximo som, NÃO QUERO SABER, música do primeiro àlbum da banda, antes de continuar com o set, Digger chama a frente do palco uma fã; que havia tatuado o logo da banda no braço, a emoção do quarteto era nítida essa hora, então mais que justo mandar um dos sons mais potentes da banda ROCK N’ ROLL, na sequencia veio a já conhecida VALEU A PENA, cantada por vários presentes.

HORA DE PICO falou um pouco da realidade do povo paulista no transito caótico de sampa e foi a deixa para os últimos 2 sons CANSADO o grande hit da Makinária Rock e PÃO COM CERVEJA, homenagem à banda Velhas Virgens.

Sem dúvida a banda ganhou muito com a entrada de Marcelo Ladwig na bateria, liberando assim Digger para dedicar-se apenas a função de frontman, o time se mostra muito entrosado e vem crescendo a cada show, a Makinária Rock conquistou seu espaço e mostra disso foi este show.

Set List:
1 – Makinária Rock
2 – Magrela
3 – Cidade Rock
4 – Deus Salva o Rock alivia
5 – Não Quero Saber
6 – Rock n’ Roll
7 – Valeu a Pena
8 – Hora de Pico
9 – Cansado
10- Pão com Cerveja

Fotos: Karol Lopes

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Makinária Rock"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "Makinária Rock"

SlipknotSlipknot
Pornografia inspirou primeiro álbum da banda

Ódio musicalÓdio musical
Os artistas mais detestados em lista da Spinner

MetallicaMetallica
Conheça a lista de exigências do camarim da banda

5000 acessosLove God's Way: grupo religioso lista bandas e artistas "Gay"5000 acessosTraduções: Letras de rock relacionadas a ocultismo e satanismo5000 acessosSpin: os 40 melhores nomes de bandas de todos os tempos5000 acessosOzzy Osbourne: Brad Gillis conta como foi substituir Randy Rhoads5000 acessosDr. Sin: Felipe Andreoli, do Angra, lamenta o fim da banda5000 acessosIggy Pop: Dizendo sob tortura que Justin Bieber é futuro do rock

Sobre Carlos Cosso

Músico e Administrador de Empresas e, é claro, apaixonado por ROCK N’ ROLL. Seu primeiro contato com este estilo maravilhoso foi aos 11 anos de idade; em 2008 fundou a banda MAKINÁRIA ROCK onde atua como baterista. Velho conhecido na cena paulista é editor chefe na Assessoria de Imprensa Digger Rock Press. Algumas das minhas bandas do coração, mas posso assegurar que além dessas existem várias outras: Grave Digger, Iced Earth, Saxon, Iron Maiden, Helloween, Motorhead,Over Kill, Kreator, Harppia, Baranga, Centurias, Carro Bomba, Velhas Virgens, Made in Brazil entre outras. Long live Rock n’ Roll.

Mais matérias de Carlos Cosso no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online