Matérias Mais Lidas

imagemQuando Derico, do Programa do Jô, descobriu que Ian Anderson tocava tudo errado

imagemIron Maiden e o Rock in Rio: em detalhes, o que exatamente a banda pediu para o evento

imagemO hit da Legião Urbana cuja letra fala sobre esperança de Renato em se curar da AIDS

imagemO clássico dos Paralamas do Sucesso que Lobão acusou de plágio

imagemArtigo na Far Out Magazine aponta James Hetfield como pior letrista da história do metal

imagemPrika Amaral diz que fica feliz com o sucesso alcançado banda Crypta

imagemBlack Sabbath: Ozzy e Iommi sobem ao palco para tocar clássicos na final do Commonwealth

imagemFãs de Stranger Things do Tik Tok querem cancelar o Metallica

imagemDavid Ellefson diz que você conhece seus amigos quando a m*rda bate no ventilador

imagemCompanheiro de banda diz que baterista foi demitido do Opeth por não tomar vacina

imagemRob Halford compartilha a foto mais metal da semana; "O Rei e Eu"

imagemMetallica e as duas músicas do "Black Album" que retratam traumas de James Hetfield

imagemGordo diz que atualizou termos politicamente incorretos após puxão de orelha de filha

imagemA canção do Rush que tira sarro de balada clássica do Kiss

imagemPrika: "Já esperava saída da Fernanda, mas só em longo prazo e não naquele momento"


Stamp

Amapanime K.O. Revolution: vem ganhando destaque a cada dia

Resenha - Amapanime K.O. Revolution (Yázigi Internexus, Macapá, 16/12/2012)

Por Bruno Blackened
Em 26/12/12

Dezembro chegou, e com ele não somente o Natal e o Ano Novo, mas também o Amapanime K.O. Revolution 2012. Realizado todos os anos no Yázigi Internexus, o evento contou com os típicos stands de mangás/animes, jogos, exibição de OVAs, Yaoi, danças, RPG, concurso de desenho, de cosplays e vem ganhando destaque na cena ao levar cosplayers para disputas nacionais.

O Heavy Metal também teve seu espaço no Amapanime. E muito bem representado pelas bandas METAL ALLIANCE e KEONA SPIRIT. A primeira (formada pro Josimar [vocal], Luiz Fernando e Vandir Neto [guitarras], Renan [bateria] e Kaled [baixo]) executou um set de covers Heavy/Thrash Metal composto por Creeping Death (METALLICA), For Whom the Bell Tolls (METALLICA), Wrathchild (IRON MAIDEN), Running Free (IRON MAIDEN), Electric Eye (JUDAS PRIEST), Refuse/Resist (SEPULTURA) e Iron Maiden (IRON MAIDEN). Apesar da pouca performance dos músicos e do público tímido (que só começou a agitar lá pelas últimas músicas), confirmou ter sido um dos melhores shows do Amapanime, pois compensou com um set list de clássicos do Metal e saiu sob aplausos e gritos dos presentes.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Depois do desfile e do concurso de cosplays, era hora da KEONA SPIRIT subir ao palco e encerrar o evento. Após aquecer a platéia com Angels Cry (ANGRA), um cover inédito: Living for the Night (VIPER), um hino do Metal nacional. Shadow Lord, música da banda, foi a próxima. Ela contém todos os elementos de uma tradicional música de Power/Melodic Metal: teclados bem arranjados, riffs pesados e marcantes, bateria rápida (completada com o baixo de Gabriel Wetch) e os vocais agudos, alternando com algo lírico lá pelo meio da música. Resumindo: uma ótima composição.

Completaram o set Wasted Years (IRON MAIDEN), I Want Out (HELLOWEEN) (dedicada aos cosplayers), The Number of the Beast (IRON MAIDEN), Time (ANGRA) (outro cover inédito) e Pegasus Fantasy (Cavaleiros do Zodíaco). Como sempre, show da KEONA SPIRIT é sinônimo de empolgação, completada pela interação bem vinda dos bangers que festejaram do início ao fim.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Parabéns à equipe organizadora do Amapanime e às bandas METAL ALLIANCE e KEONA SPIRIT. Todos cumpriram com louvor seu papel em realizar esse evento dedicado à cultura dos quadrinhos e animações japonesas. Que venha o Amapanime 2013!

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Dream Theater 2022


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Fotos de Infância: Gene Simmons, do Kiss

Marilyn Manson: ele removeu costelas para praticar autofelação?


Sobre Bruno Blackened

Metalhead desde os 16, jornalista desde os 23. Grande incentivador da cena Metal amapaense através de resenhas, reportagens, fotos, artigos, entrevistas e assiduidade nos shows. Minhas vertentes favoritas são o Thrash, Death e Power Metal. \m/

Mais matérias de Bruno Blackened.