Matérias Mais Lidas

imagemO reencontro entre Steve Harris e Paul Di'Anno na Croácia

imagemEddie aparece em versão samurai no primeiro show do Iron Maiden em 2022; veja foto

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemJen Majura disse que sair do Evanescence não foi decisão dela e recebe apoio dos fãs

imagemConfira as músicas que o Iron Maiden tocou no primeiro show de 2022

imagemRoger Daltrey revela a música "amaldiçoada" que o The Who não toca mais ao vivo

imagemSystem of a Down: por que Serj Tankian não joga mais nenhum vídeo game?

imagemAngra: Quantos shows seguidos a voz aguenta sem restrições? Fabio Lione responde

imagemSentado em cadeira de rodas, Paul Di'Anno faz primeiro show em sete anos

imagemDee Snider cutuca bandas com falsas aposentadorias e ingressos caros

imagemOzzy Osbourne diz que está bem aos 73 anos, mas sabe que sua hora vai chegar

imagemO clássico do Helloween que fez Angra mudar nome original de "Running Alone"

imagemVeja Iron Maiden tocando músicas do "Senjutsu" pela primeira vez ao vivo

imagemAndre Matos sempre foi de esquerda e reprovaria governo atual, diz irmão do maestro

imagemDo Ozzy ao Slayer: veja os momentos mais metal do desenho South Park


Stamp

Arch Enemy: Um show com todos os ingredientes esperados

Resenha - Arch Enemy (Carioca Club, São Paulo, 25/11/2012)

Por Flavio Santiago
Fonte: Infektion.pt
Em 02/12/12

Em sua terceira passagem pelo Brasil o Arch Enemy provou que continua em alta com os fãs latino americanos, aqui no Brasil não foi diferente e o Carioca Club foi completamente tomado pelo publico, mesmo acontecendo outros grandes shows na capital paulistana como Black Label Society e Creed a poucos quilômetros dali, prova de que o rock seja ele representado em diferentes vertentes está mais vivo do que nunca e São Paulo é o grande nicho de shows do Brasil.

Texto original: http://infektion.pt/magazine/arch-enemy-mx-carioca-club-25112012-sp-brasil/

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Texto e fotos: Flavio Santiago
Agradecimentos: Luciano Piantoni e Liberation

Com a casa completamente cheia e fãs ensandecidos eis que temos a volta de um grande expoente da cena metal o MX marcou o seu retorno aos palcos e provou que o tempo de inatividade de nada afetou a performance da banda que fez um set coeso mas eficaz e potente com músicas como Mental Slavery, Behind his Glasses e I’ll be alive, provaram que definitivamente estão mais vivos do que nunca e ainda tem muito a oferecer ao metal brasileiro para o bem geral da cena. Para encerrar a apresentação a música Dirt Bitch com direito a um medley de Exodus "A lesson in Violence" e Slayer "Angel of death" para finalizar com maestria o retorno da banda, resta a expectativa para show solos do grupo.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Após breve intervalo para troca de palco as luzes se apagam e a introdução de "Khaos Overture", do album "Khaos Legions" e tocada e os faz vão a loucura, logo um a um : Michael Amott e o novo integrante Nick Cordle (guitarras), Sharlee D’Angelo (baixo) e Daniel Erlandsson (bateria), tomam seus lugares e eis que surge Angela Gossow para que só então "Yesterday Is Dead and Gone" fosse iniciada, a partir dai o que o publico presenciou foi uma verdadeira avalanche sonora com muita técnica e carisma por parte da banda, em especial Angela que fazia questão de agradecer a presença dos fãs e exaltar a felicidade de estarem tocando para o publico brasileiro, o show contou foi um resumo da carreira da banda e contou com musicas como "Ravenous", " My Apocalypse", "Burning Angel" e as clássicas cantadas a plenos pulmões " Dead Eyes See No Future", "Dead Bury Their Dead" e "We will rise".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O show contou também com solos de bateria e guitarras que em minha concepção são desnecessários mas enfim um prato cheio para os apreciadores dos instrumentistas. O show prossegue com a mesma intensidade do começo e algo que me impressionou foi a performance de Angela Gossow pois em nenhum momento para de se movimentar e interagir com seus fãs além de cantar de forma absurda impressionando muito marmanjo, enfim um show com todos os ingredientes esperados por fãs em geral.

Para fechar com chave de ouro "Blood on Your Hands", " Snow Bound" e "Nemesis" selando a apresentação que beirou à perfeição do quinteto, para os fãs um alento, pois poderão guardar futuramente estes momentos, pois havia uma equipe captando imagens para um futuro DVD da banda, agora nos resta aguardar e torcer para um breve retorno da banda ao país.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Setlist MX
1. Mental Slavery
2. Fighting Fucking Bastards
3. Behind His Glasses
4. No Violence
5. I’ll be Alive
6. Jason
7. Dirty Bitch
8. Medley A Lesson In Violence (Exodus cover) + Angel of Death(Slayer cover)

Setlist Arch Enemy
1. Khaos Overture (intro)
2. Yesterday Is Dead and Gone
3. Ravenous
4. My Apocalypse
5. Bloodstained Cross
6. The Day You Died
7. Revolution Begins
8. Under Black Flags We March
9. Burning Angel
10. Dead Eyes See No Future
11. Intermezzo Liberté
12. Dead Bury Their Dead
13. No Gods, No Masters
14. Cruelty Without Beauty
15. We Will Rise
16. Bridge of Destiny
17. Blood on Your Hands
18. Snow Bound (instrumental)
19. Nemesis
20. Fields of Desolation

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Mais fotos em:
http://www.flickr.com/photos/flaviosantiago/sets/72157632109792823/


Outras resenhas de Arch Enemy (Carioca Club, São Paulo, 25/11/2012)

Resenha - Arch Enemy (Carioca Club, São Paulo, 25/11/2012)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Arch Enemy lança novos vídeos de bastidores da turnê com Behemoth


Angela Gossow: adolescência conturbada, família, medos e planos