Slash: seguindo em frente, sem viver somente de passado

Resenha - Slash (Fundição Progresso, Rio de Janeiro, 02/11/2012)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Suellen Carvalho e Eduardo Bianchi Rolim
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Um show divertido e brilhante de quase duas horas no Rio de Janeiro.

876 acessosGuns N' Roses: visita dos músicos a Jerusalém é cancelada5000 acessosContra-baixo: as melhores introduções do Heavy Metal


Nova passagem do Slash pelo Brasil, sendo este o primeiro show da tour pela América do Sul (conforme a agenda de shows do blog) e também o início da última perna da ’2012 Apocalyptic Live tour’. Nesta noite de feriado e chuva no Rio, Slash estará acompanhado novamente na formação “featuring Myles Kennedy And The Conspirators” e com um setlist um pouco diferente do que tivemos ano passado, visto que esta é a tour do álbum Apocalyptic Love, que debatemos aqui no último podcast do Minuto HM.

O show começou 5 minutinhos após o horário marcado, às 21h35, com 'Halo', do 'Apocalyptic Love', que se mostrou uma ótima faixa para este momento. Ainda sob a empolgação da primeira música, a banda emendou logo com 'Nightrain' do 'Appetite For Destruction', dando o tom do que seria aquela noite: um set, em grande parte, dividido por faixas do ótimo último álbum e do clássico do Guns N' Roses.

Porém trabalhos com outras parcerias do Slash não ficaram de fora e o que veio em seguida foi 'Ghost', que no álbum 'Slash' tem o vocal gravado por Ian Astbury, e 'Standing In The Sun' do último disco. Slash construiu uma carreira tão sólida após os seus anos de Guns N´Roses que consegue fazer um show repleto de músicas de todas as suas parcerias e bandas por onde passou, sempre com ótima aceitação da platéia que celebra e canta com empolgação não somente as músicas de sua mais famosa banda mas também destes outros trabalhos do guitarrista como acontece em 'Back From Cali' - com um ótimo trabalho de backing vocal feito pelo baixista Tod Kerns - e 'Been There Lately', esta última do Slash's Snakepit.

Mais músicas do Appetite no set, numa sequência com 'My Michelle' e, a minha preferida de toda a discografia do Guns N' Roses, 'Rocket Queen', que nesta versão ao vivo ganhou um longo solo (com o restante da banda até um pouco "entediada" fazendo a base para o guitarrista brilhar heheh) até a volta da música para o refrão. Após esta, enfim a primeira interação de Myles Kennedy direto com o público, reflexo de sua personalidade um pouco introvertida. Mas também nada demais, somente a chamada de mais uma de 'Apocalyptic Love', 'Bad Rain', executada com perfeição, com riffs, solos, viradas de bateria, backing vocals todos no lugar como na gravação do disco, prova do ótimo entrosamento que existe entre os membros da banda. Aliás, esta precisão na execução das músicas do último disco é uma feliz característica deste show, como mostrou a canção que veio a seguir, trazendo um dos momentos mais bonitos da noite com 'Not For Me', que contou com o surpreendente apoio da platéia cantando a música, mostrando a força do último disco da banda. Nesta, destaque absoluto para o vocal de Myles que cantou de forma perfeita.

O baixista Tod Kerns assume os vocais para o momento mais pesado e punk do show com 'Dr Alibi' e, sem pausa para respirar, emenda com 'You're Crazy', com Kerns caprichando no falsete, rs. Myles volta rapidamente para a divertida e grudenta 'No More Heroes' que deixou o seu refrão ecoando na minha mente o resto da noite ("When your heroes, turn to the enemy...") e 'Starlight', mais uma música "nova" bastante comemorada pelos fãs.

Após 'Starlight' é o momento de Slash mostrar todas suas influências de blues numa linda jam com sua banda, emendando com a melhor faixa de 'Apocalyptic Love', 'Anastasia', que termina com mais um longo solo onde Myles pega sua guitarra para dividir a base com o outro guitarrista, Frank Sidoris. E mais uma vez, bem direto ao ponto e sem pausa para respirar, o single 'You're A Lie', a última faixa do disco novo a ser executada naquela noite, com Myles e Tod caprichando novamente nos vocais.

Mais um grande momento da noite 'Sweet Child O' Mine', com uma platéia tão empolgada que conseguiu abafar totalmente o vocal de Kennedy e cantou inclusive as partes que eram somente solo de guitarra. Slash, por sua vez, esforça-se em tocar os solos de forma perfeita, como na gravação original! A primeira parte do show é encerrada com a apresentação dos integrantes da banda e 'Slither' do Velvet Revolver.

A banda volta ao palco aos gritos de "Slashê, Slashê" e para o BIS, a surpresa: Slash fala algo no ouvido de Myles e anuncia no microfone que farão algo que não havia sido planejado para aquela noite mas que farão porque os fãs daquele dia são demais. Basta Slash "ameaçar" o riff de de 'Welcome To The Jungle' para levar os presentes à loucura. Novamente, o baixista assume os vocais. Uma incrível versão! Mas deixaram de fora Fall To Pieces que estava no set list que o Multishow vazou antes do show, infelizmente.

Paradise City, em clima total de festa, como não podia ser diferente, encerra o show com grande destaque para Myles e seu vocal excepcional mesmo no final de um show de 2 horas. Chuva de papel picado completou o clima.

Slash mostrou que está muito bem servido com Myles Kennedy e seus Conspirators em um show divertido e vibrante de quase 2 horas, repletos de clássicos, do Guns ou não, e comprovando a força de suas músicas novas. Ao contrário de uns e outros que preferem ser cover de si mesmo, Slash segue em frente com sua carreira, sem viver somente de passado. A banda ainda passará por Brasília, São Paulo, Curitiba e Porto Alegre. Não deixe de conferir este incrível show, se puder. E uma ótima dica para Roberto Medina para o cast do Rock in Rio 2013. Quem sabe?

Para ver a cobertura pré-show, o vídeo com o show COMPLETO, fotos, ingresso e o setlist, além das "twittadas" antes e depois do show dos membros da banda, acesse a matéria original no Minuto HM.

http://minutohm.com/2012/11/02/cobertura-minuto-hm-slash-no-...

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Slash (Fundição Progresso, Rio de Janeiro, 02/11/2012)

1952 acessosSlash: o Rock ainda tem chance de sobreviver nesta era3037 acessosSlash: público em êxtase no show do Rio de Janeiro5000 acessosResenha - Slash (Fundição Progresso, Rio de Janeiro, 02/11/2012)

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Guns N RosesGuns N' Roses
Visita dos músicos a Jerusalém é cancelada após ataque terrorista

1429 acessosLoudwire: em vídeo, os 10 maiores riffs de metal dos 80's1574 acessosFabio Lima: 13 músicas pelo Guns N' Roses0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Guns N' Roses"

SlashSlash
O meio digital tirou a magia de ouvir a música

Guns N RosesGuns N' Roses
Em vídeo, o momento em que Steven Adler tem que sair do palco

AC/DCAC/DC
Axl conta por que Angus vive correndo no palco

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "Slash"0 acessosTodas as matérias sobre "Guns N' Roses"0 acessosTodas as matérias sobre "Velvet Revolver"

Contra-baixoContra-baixo
As melhores introduções do Heavy Metal

Black SabbathBlack Sabbath
Mais uma do Tony Iommi pra cima do pobre Bill Ward

SlipknotSlipknot
Ana Maria Braga surpreende em abertura do Mais Você

5000 acessosSpike: os sete piores solos de guitarra5000 acessosMetallica: foto rara de formação original do grupo5000 acessosEm 20/08/2005: Iron Maiden é atacado com ovos no Ozzfest5000 acessosMachine Head: Rob diz que A7X copia Guns, Metallica e Megadeth5000 acessosZakk Wylde: Se Ozzy pedir levo ovos, leite e limpo o cocô do cachorro5000 acessosDave Mustaine: "há bandas cujo nome me ofende"

Sobre Suellen Carvalho e Eduardo Bianchi Rolim

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online