Raimundos: arrebentando em show de São Paulo

Resenha - Raimundos (Beer Experience, São Paulo, 06/10/2012)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Fábio Preccaro
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Lembram-se que a música Marujo diz: “E é por isso que o Raimundos nunca vai se acabar!”? Quem esteve na Beer Experience na noite último sábado pôde confirmar esse trecho genial da canção dos Raimundos.

5000 acessosRaimundos: por que Digão se chateou tanto com a saída de Rodolfo5000 acessosMamonas Assassinas: músicos já sabiam que iam morrer?

Como o nome do evento demonstra, Beer Experience foi uma feira destinada a apaixonados por cerveja. Juntando-se a paixão nacional e o rock and roll, a banda brasiliense comandou o público em mais de uma hora de show (abastecido por muita cevada).

Entoando hinos como Puteiro em João Pessoa e Mulher de Fases, além do recente sucesso Jaws e as clássicas Tora Tora e Deixa eu Falar, Digão & cia provaram que, cada vez mais, o Raimundos tem a ‘formação original’. Digo isso porque em momento algum os integrantes do grupo tiraram o sorriso do rosto, mesmo quando o microfone do vocalista apagou.

Em determinado momento do concerto, um fã se aproximou da ponta do palco, onde Canisso tocava, e esticou o braço com a caneca Duff em mãos para o baixista encher de cerveja. Porém, o músico acreditou que estava ganhando um presente e ficou com o objeto. O engraçado foi que o verdadeiro dono da caneca se esgoelava tentando chamar Canisso, mas não era possível ouvir. Quando cansou, ele se conformou com o prejuízo de R$ 40,00!!! (Era a despedida de solteiro do rapaz).

Quando Digão pediu a “cerveja do Homer Simpson”, um balde foi levado até o palco. Momentos depois, parecia ter mais da bebida com a banda do que nos stands. Distribuição de cerveja por parte da banda não faltou.

Impossível era não ouvir pessoas gritando o famoso ‘Hey, ho Let’s Go’, eternizado pelos Ramones. Quando o vocalista chamou Blitzkrig Bop, a galera foi a loucura e acompanhou, ou com a letra na ponta da língua ou no ‘embromation’.

Durante a música Palhas do Coqueiro, Digão fez o clássico pedido de abrir uma roda no meio da plateia e, quando música voltasse, começaria o bate-cabeça. Dito e feito. Nessa hora tinha mais gente tirando fotos da roda-punk do que acompanhando o término da canção.

Rasgando seda: O som dos caras consegue fazer qualquer um, pelo menos, balançar a cabeça. Era muito comum ver seguranças curtindo o show e mulheres de salto alto pulando. Na segunda música (Esporrei na Manivela), este que vos escreve já estava sem voz. Impossível assistir aos Raimundos e falar que não gostou.

Set List

Fique Fique;
Esporrei na Manivela;
Jaws;
Marujo;
Opa Peraí Caceta!;
Pompém;
Minha Prima;
Mulher de Fases;
Palhas do Coqueiro;
Be a Bá;
Aquela;
I Saw You Saying;
Me Lambe;
A Mais Pedida;
Nêga Jurema;
Reggae do Manero;
Tora-Tora;
Eu Quero Ver o Oco;
Blitzkrieg Bop (Ramones);
Deixa eu Falar;
Puteiro em João Pessoa.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

RaimundosRaimundos
Por que Digão se chateou tanto com a saída de Rodolfo

1902 acessosPipocando Música: as oito maiores tretas das bandas!821 acessosRaimundos: veja entrevista de Digão no Minha Brasília1327 acessosPipocando Música: 10 bandas que abusaram dos palavrões1472 acessosRoberto Carlos: Andreas Kisser e Digão em DVD com o cantor e filho2802 acessosRaimundos no Rock in Rio: vídeos de show com Fred na bateria0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Raimundos"

RodolfoRodolfo
"O rock brasileiro entrou numa crise desde o começo dos anos 2000"

RaimundosRaimundos
Ivete Sangalo canta e toca bateria em DVD

RaimundosRaimundos
A história por trás de "Puteiro em João Pessoa"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "Raimundos"


Mamonas AssassinasMamonas Assassinas
Músicos já sabiam que iam morrer?

ACDCACDC
A história do nome e a idéia do uniforme de Angus

AnthraxAnthrax
Scott Ian escolhe seus hinos favoritos do heavy metal

5000 acessosKeith Richards: colocando Justin Bieber em seu devido lugar5000 acessosBon Jovi: A coleção do paulista Flávio Celestino5000 acessosKiko Loureiro: Como sua filha o ajudou a aprender "Holy Wars"4641 acessosStone Temple Pilots: Scott não tinha condições de ser o vocalista4548 acessosKiss: Paul Stanley e a história de ''I Was Made For Loving You5000 acessosSlayer: treinando antes de fazer no próprio braço

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 08 de outubro de 2012


Sobre Fábio Preccaro

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online