Michael Angelo Batio: "Stand-up comedy" com guitarras

Resenha - Michael Angelo Batio (E M & T, São Paulo, 17/04/2012)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Otávio Augusto Juliano
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Famoso por ser considerado um dos guitarristas mais velozes do mundo, MICHAEL ANGELO BATIO (ex-NITRO) passou pela quarta vez pelo Brasil, para workshops em diversas cidades do país. Em São Paulo foram duas datas agendadas e o Whiplash.net pôde conferir a segunda dessas apresentações, realizada no auditório da Escola de Música e Tecnologia – E M & T, no bairro do Jabaquara.

377 acessosNitro: banda pede US$ 135 mil via crowdfunding para novo disco5000 acessosRita Lee: Ela participou de suruba com o Yes e furtou a cobra de Alice Cooper

Fotos por Monica Lima.

O acesso ao evento foi feito por meio de troca de convites por quilos de alimento e teve patrocínio da Dean Guitars (marca endossada pelo guitarrista) e da loja de instrumentos Made In Brazil, que desde novembro de 2011 está instalada também no piso térreo da E M & T do Jabaquara.

Em 1 hora de apresentação, MICHAEL proporcionou muita diversão aos presentes, que se dividiram entre apreciar seu estilo único de tocar guitarra e dar muitas risadas com suas brincadeiras e relatos engraçados.

BATIO se mostrou um cara bastante divertido e soube entreter todos os fãs durante o tempo que esteve em cima do pequeno palco do auditório da E M & T. Extremamente simpático, o guitarrista foi muito aplaudido e foi direto ao ponto: ao entrar, perguntou se todos falavam inglês e avisou que a melhor maneira de se fazer um workshop era tocando o instrumento que lhe fez tão famoso.

Com uma guitarra Dean, MICHAEL fez um tributo a músicos e bandas que o influenciaram e dos quais ele se disse um grande apreciador. Tocou PANTERA, em homenagem ao falecido guitarrista Dimebag Darrell, fez medleys com canções executadas originalmente por Randy Rhoads, LED ZEPPELIN e METALLICA, sempre deixando bem claro que estava aplicando o seu estilo de tocar às canções executadas.

Como não podia faltar, BATIO também mostrou uma composição própria, a música “No Boundaries”, oportunidade em que brincou que muitas pessoas ficam se perguntando o motivo de tocar com tanta velocidade e rapidez. A justificativa veio com muito bom humor: disse que ele gosta de tocar assim e esse é seu estilo.

Para fechar a apresentação, MICHAEL homenageou Eddie VAN HALEN e depois fez questão de mencionar que a guitarra, os cabos e os amplificadores que usava naquela noite eram todos brasileiros, mas que havia um instrumento criado por ele que não. A referência era à guitarra de dois braços em “V”, chamada de “Double V-Neck”, sua invenção.

BATIO então pegou o instrumento que estava exposto no fundo do palco e fez sua clássica demonstração de como tocar a Double V-Neck, demonstrando rara habilidade. Como se sabe, BATIO é ambidestro e é realmente impressionante ver ao vivo a maneira como toca essa guitarra de dois braços. Para quem desconhece, vale conferir uns vídeos na Internet do guitarrista com a sua criação.

Certamente os presentes no auditório da E M & T saíram de lá felizes com o que viram. Divertiram-se quase como se estivessem em um espetáculo de “stand-up comedy”, ouviram relatos e fatos da vida de BATIO e, é claro, muita guitarra, em alto e bom som. Simpático e atencioso que é, alguns minutos depois da apresentação MICHAEL atendeu fãs para autógrafos e fotos no piso térreo da Escola, em frente à loja Made In Brazil.

Agradecimentos a Vanessa pelo credenciamento e a Monica Lima (www.territoriodamusica.com) pelas fotos gentilmente cedidas.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

377 acessosNitro: banda pede US$ 135 mil via crowdfunding para novo disco437 acessosNitro: Victor Wooten se junta à banda em sua reunião0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Nitro"

Hair MetalHair Metal
Os maiores cabelos da história do rock pesado

ReuniãoReunião
Cinco retornos inesperados no rock/metal em 2016

VocalistasVocalistas
As vozes mais agudas do Metal segundo o Noisecreep

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "Michael Angelo Batio"0 acessosTodas as matérias sobre "Nitro"

Rita LeeRita Lee
Ela participou de suruba com o Yes e furtou a cobra de Alice Cooper

MetalMetal
Por que os metalheads vivem presos no passado?

Metal Up Your AssMetal Up Your Ass
Os primórdios do Metallica até o álbum "Kill Em All"

5000 acessosHeavy Metal (o filme): trilha sonora do caralho!5000 acessosExcessos: como os rockstars gastam os seus milhões5000 acessosBlack Sabbath: a passagem de Ian Gillan pela banda5000 acessosDerek Riggs: "O Iron Maiden é muito ciumento"4440 acessosRock In Rio: Você foi? Agradeça ao Frank Sinatra!5000 acessosMetallica: grandes bateristas de verdade respeitam Lars Ulrich

Sobre Otávio Augusto Juliano

Otávio é paulistano, tem 29 anos e faz algo nada a ver com o Rock: é advogado. Por gostar muito de música e não possuir talento algum para tocar instrumentos musicais, tornou-se um comprador compulsivo de cds. Sempre interessado em leitura ligada ao Rock e Metal, começou a enviar algumas pequenas colaborações para a Whiplash e hoje contribui principalmente com textos relacionados ao Hard Rock, estilo musical de sua preferência. De qualquer forma, é eclético e não dispensa álbuns de todas as demais vertentes do Metal, sendo fã incondicional de W.A.S.P., Mötley Crüe e dos trabalhos do guitarrista Steve Stevens.

Mais matérias de Otávio Augusto Juliano no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online