Michael Angelo Batio: "Stand-up comedy" com guitarras

Resenha - Michael Angelo Batio (E M & T, São Paulo, 17/04/2012)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Otávio Augusto Juliano
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Famoso por ser considerado um dos guitarristas mais velozes do mundo, MICHAEL ANGELO BATIO (ex-NITRO) passou pela quarta vez pelo Brasil, para workshops em diversas cidades do país. Em São Paulo foram duas datas agendadas e o Whiplash.net pôde conferir a segunda dessas apresentações, realizada no auditório da Escola de Música e Tecnologia – E M & T, no bairro do Jabaquara.

5000 acessosRonnie James Dio: "Ozzy não canta como eu, Gillan ou Rob"5000 acessosCafé com Ócio: 15 melhores discos do Metal Nacional - 2000 a 2010

Fotos por Monica Lima.

O acesso ao evento foi feito por meio de troca de convites por quilos de alimento e teve patrocínio da Dean Guitars (marca endossada pelo guitarrista) e da loja de instrumentos Made In Brazil, que desde novembro de 2011 está instalada também no piso térreo da E M & T do Jabaquara.

Em 1 hora de apresentação, MICHAEL proporcionou muita diversão aos presentes, que se dividiram entre apreciar seu estilo único de tocar guitarra e dar muitas risadas com suas brincadeiras e relatos engraçados.

BATIO se mostrou um cara bastante divertido e soube entreter todos os fãs durante o tempo que esteve em cima do pequeno palco do auditório da E M & T. Extremamente simpático, o guitarrista foi muito aplaudido e foi direto ao ponto: ao entrar, perguntou se todos falavam inglês e avisou que a melhor maneira de se fazer um workshop era tocando o instrumento que lhe fez tão famoso.

Com uma guitarra Dean, MICHAEL fez um tributo a músicos e bandas que o influenciaram e dos quais ele se disse um grande apreciador. Tocou PANTERA, em homenagem ao falecido guitarrista Dimebag Darrell, fez medleys com canções executadas originalmente por Randy Rhoads, LED ZEPPELIN e METALLICA, sempre deixando bem claro que estava aplicando o seu estilo de tocar às canções executadas.

Como não podia faltar, BATIO também mostrou uma composição própria, a música “No Boundaries”, oportunidade em que brincou que muitas pessoas ficam se perguntando o motivo de tocar com tanta velocidade e rapidez. A justificativa veio com muito bom humor: disse que ele gosta de tocar assim e esse é seu estilo.

Para fechar a apresentação, MICHAEL homenageou Eddie VAN HALEN e depois fez questão de mencionar que a guitarra, os cabos e os amplificadores que usava naquela noite eram todos brasileiros, mas que havia um instrumento criado por ele que não. A referência era à guitarra de dois braços em “V”, chamada de “Double V-Neck”, sua invenção.

BATIO então pegou o instrumento que estava exposto no fundo do palco e fez sua clássica demonstração de como tocar a Double V-Neck, demonstrando rara habilidade. Como se sabe, BATIO é ambidestro e é realmente impressionante ver ao vivo a maneira como toca essa guitarra de dois braços. Para quem desconhece, vale conferir uns vídeos na Internet do guitarrista com a sua criação.

Certamente os presentes no auditório da E M & T saíram de lá felizes com o que viram. Divertiram-se quase como se estivessem em um espetáculo de “stand-up comedy”, ouviram relatos e fatos da vida de BATIO e, é claro, muita guitarra, em alto e bom som. Simpático e atencioso que é, alguns minutos depois da apresentação MICHAEL atendeu fãs para autógrafos e fotos no piso térreo da Escola, em frente à loja Made In Brazil.

Agradecimentos a Vanessa pelo credenciamento e a Monica Lima (www.territoriodamusica.com) pelas fotos gentilmente cedidas.

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Nitro"

Michael AngeloMichael Angelo
Entenda o que é Shred Guitar, em vídeo

BurnnBurnn
Os maiores guitarristas Hard & Heavy da história

Hair MetalHair Metal
Os maiores cabelos da história do rock pesado

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "Michael Angelo Batio"0 acessosTodas as matérias sobre "Nitro"

Ronnie James DioRonnie James Dio
"Ozzy não canta como eu, Ian Gillan ou Rob Halford!"

Café com ÓcioCafé com Ócio
Os melhores discos do Metal Nacional de 2000 a 2010

Rock BrasileiroRock Brasileiro
Uma lista das 10 maiores bandas

5000 acessosBlack Sabbath: inspiração para o Restart?5000 acessosNikki Sixx: "transei com a mulher do Bruce Dickinson"5000 acessosSexo Anal: saiba onde encontrar esse prazer no cenário Rock5000 acessosNapalm Death: "Religião não serve para nada!"2816 acessosFotos de Infância: Dave Grohl, do Foo Fighters e Nirvana5000 acessosAerosmith: Joey Kramer afirma que Axl Rose mantém fãs "reféns"

Sobre Otávio Augusto Juliano

Otávio é paulistano, tem 29 anos e faz algo nada a ver com o Rock: é advogado. Por gostar muito de música e não possuir talento algum para tocar instrumentos musicais, tornou-se um comprador compulsivo de cds. Sempre interessado em leitura ligada ao Rock e Metal, começou a enviar algumas pequenas colaborações para a Whiplash e hoje contribui principalmente com textos relacionados ao Hard Rock, estilo musical de sua preferência. De qualquer forma, é eclético e não dispensa álbuns de todas as demais vertentes do Metal, sendo fã incondicional de W.A.S.P., Mötley Crüe e dos trabalhos do guitarrista Steve Stevens.

Mais matérias de Otávio Augusto Juliano no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online