Stone Temple Pilots: sobriedade foi destaque no Brasil

Resenha - Stone Temple Pilots (Via Funchal, São Paulo, 09/12/2010)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Eduardo Contro
Enviar correções  |  Ver Acessos

O show do Stone Temple Pilots foi uma das últimas grandes passagens de bandas internacionais este ano pelo País e pela cidade de São Paulo. Muito esperado pelo público, o grupo californiano nunca havia tocado por aqui.

Metromix: a lista dos vocalistas mais irritantes do rockOrtografia: como deveriam realmente se chamar as bandas?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O STP, que em 2008 chegou até a marcar uma data pra se apresentar no Brasil, acabou cancelando e deixou na época os fãs na mão. Porém, para alegria do povo, enfim a banda deu o ar de sua graça.

O show foi até mais tranqüilo do que o esperado. A fila na porta só se formou por volta das 21h30. O problema é que a apresentação estava marcada para as 22h e, começando com um atraso bem pequeno, de 15 minutos, muita gente ainda entrava no Via Funchal quando a banda já tocava.

A abertura ficou com um dos sons mais pesados do STP, "Crackerman", seguida de nada menos que "Wicked Garden". O set, vale ressaltar, foi um verdadeiro presente para quem curtiu muito a banda nos anos 90. Repleto de hits das antigas como "Plush", "Dead & Bloated", "Vasoline" e "Interstate Love Song", só para citar alguns.

O STP também mandou algumas do novo e bom álbum de 2010, como "Between the Lines", que chegou a tocar bastante nas rádios brasileiras esse ano, "Hickory Dichotomy" e "Huckleberry Crumble". Não chegaram a empolgar muito, mas não desagradaram.

O ponto alto veio sem dúvida com "Plush", maior hit da banda, mas vale destacar também a empolgação geral em "Vasoline" e "Interstate Love Song".

A qualidade da apresentação foi realmente muito boa. Som perfeito, músicos em sintonia, Scott empolgado. Tudo muito bem ensaiado. Essa combinação fez do show um sucesso. Realmente muito bom ver o quarteto de volta. Outro destaque vai para a falta de trejeitos de Weiland. Os rebolados irritantes ficaram de fora, para a felicidade geral da nação.

Para fechar a noite, a banda mandou outro clássico, "Trippin' on a Hole in a Paper Heart", que veio trazer um pouco mais de peso e encerrar a apresentação em grande estilo. O destaque negativo do show ficou por conta da tal Pista Premium, um absurdo criado pelos empresários oportunistas do mundo do entretenimento. Um bom pedaço da pista ficou reservado para esta área, que acabou deixando uma grade extensa de ferro ocupando um espaço desnecessário da pista, que já é pequena no Via Funchal.

Detalhes a parte, uma ótima passagem do grupo pelo país. Ficamos na torcida para que o STP continue longe dos conflitos de outrora, que tenha uma vida longa pela frente e que não demore mais tanto tempo para se apresentar no país.

Set List
1.Crackerman
2.Wicked Garden
3.Vasoline
4.Heaven and Hot Rods
5.Between the Lines
6.Hickory Dichotomy
7.Still Remains
8.Cinnamon
9.Big Empty
10.Dancing Days
(Led Zeppelin cover)
11.Silvergun Superman
12.Plush
13.Interstate Love Song
14.Huckleberry Crumble
15.Down
16.Sex Type Thing
Bis:
17.Dead & Bloated
18.Trippin' on a Hole in a Paper Heart


Outras resenhas de Stone Temple Pilots (Via Funchal, São Paulo, 09/12/2010)

Stone Temple Pilots: mais velhos, mais caretas e melhores




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Stone Temple Pilots"


Scott Weiland: 7 músicas em que ele mostrou a que veioScott Weiland
7 músicas em que ele mostrou a que veio

Scott Weiland: Art Of Anarchy era uma enganação desde o começoScott Weiland
Art Of Anarchy era "uma enganação desde o começo"


Metromix: a lista dos vocalistas mais irritantes do rockMetromix
A lista dos vocalistas mais irritantes do rock

Ortografia: como deveriam realmente se chamar as bandas?Ortografia
Como deveriam realmente se chamar as bandas?


Sobre Eduardo Contro

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adClio336|adClio336