Resenha - Paul Di'Anno (Bueiro do Rock, Teresina, 21/08/2010)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Igor Soares
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Esta era a segunda vez que Paul Di’Anno se apresentava em Teresina, e quem viu o antológico show de 2005 sabia o que o eterno ex-vocalista do Iron Maiden ainda era capaz de fazer! Em uma tour comemorativa dos 30 anos do lançamento do primeiro disco do Maiden, a promessa era a de executar o clássico de 1980 na íntegra, mas a noite reservava ainda mais surpresas.

796 acessosDuplas de guitarristas: Loudwire elenca suas dez melhores5000 acessosAve, Satan!: As dez melhores músicas sobre o Inferno

CONFIRA AS FOTOS DO SHOW NO BLOG FLIGHT 666:
http://ironmaidenflight666.blogspot.com/2010/08/review-e-fot...

Uma destas gratas surpresas foi a ótima banda de abertura, o Scelerata. A banda gaúcha que acompanha Di’Anno em toda a turnê brasileira fez um set curto porém muito eficiente. Confesso que conhecia os gaúchos apenas de nome e me surpreendi bastante com a performance da banda no palco, sobretudo a do vocalista Fábio Juan, que coloca literalmente no bolso gente muito mais conhecida do público brasileiro. A banda mostrou aos piauienses, músicas de seus dois álbuns “Skeletons Domination” e “Darkness and Light”, além de um excelente cover para “Master Of Puppets” do Metallica. Foi um ótimo show e com certeza a banda ganhou novos fãs em Teresina!

Ao fim da apresentação do Scelerata, uma pequena pausa e os gaúchos estavam de volta com a intro “The Ides Of March”, dessa vez acompanhados do lendário Paul Di’Anno, que adentrou o palco cantando os imortais versos do clássico “Wrathchild” de 1981. A partir daí, o que se viu no Bueiro do Rock foi uma explosão de vozes no refrão da primeira música do setlist, fãs do Maiden de diversas gerações viam no palco um Paul Di’Anno bastante diferente daquele do encarte de seus discos, mas todos, sem sombra de dúvida, perceberam que mesmo com o peso nas costas destes cruéis 30 anos, Paul continua o mesmo, e a magia de sua interpretação para músicas como “Prowler”, “Remember Tomorrow”, “Murders In The Rue Morgue”, “Killers” entre outras, ainda é a mesma dos tempos de Iron Maiden.

Logo no começo do show, um pequeno incidente envolvendo um fã que subiu no palco, quase estraga a noite. Paul Di’Anno já bastante debilitado com um problema no joelho e visivelmente cansado foi pego de surpresa com uma cotovelada involuntária do fã. Claro que o imbecil que quase acabou com o show foi homenageado com diversos “Motherfuckers” e um sonoro “Filho da Puta” do ex-vocalista do Maiden. A segurança tratou logo de tirar o rapaz do palco e os membros do Scelerata pediram para que ninguém mais fizesse aquilo.

Ainda no setlist da noite, foi fantástico conferir o velho Di’Anno cantando músicas como “Strange World” e “Charlote The Harlot”, esta última nas palavras do vocalista, oferecida "para minha puta favorita”. O público ia ao delírio com os clássicos do Iron Maiden, mas deu uma esfriada em canções de outros trabalhos de Paul, como “Marshal Lockjaw” e “The Beast Arises” ambas do álbum ‘Murder One’ de 1992. A indiferença do público chegou a irritar o vocalista em alguns momentos, o que culminou com Paul Di’Anno fazendo piadinhas sobre Iron Maiden e Spice Girls.

O final do show foi apoteótico com a sequência matadora de “Phantom Of The Opera”, “Iron Maiden”, “Running Free”, “Transylvania”, o já tradicional cover do Ramones “Blitzkrieg Bop” e como nos tempos de Iron Maiden, “Sanctuary” fechando a apresentação... Confira o setlist!

1. The Ides of March
2. Wrathchild
3. Prowler
4. Marshal Lockjaw
5. Murders in the Rue Morgue
6. Mad Man in the Attic
7. Strange World
8. The Beast Arises
9. Children of Madness
10. Remember Tomorrow
11. Faith Healer
12. A Song for You
13. Genghis Khan
14. Charlotte the Harlot
15. Killers
16. Phantom of the Opera
17. Iron Maiden
18. Running Free
19. Transylvania
20. Blitzkrieg Bop
21. Sanctuary

Após o show de Paul Di’Anno foi a vez do Hevora subir ao palco e ter a responsabilidade de encerrar a noite! A banda piauiense está numa ótima fase depois do seu retorno aos palcos e agora mais experiente, também soa bem mais técnica. Foi um ótimo show, que mostrou mais uma vez ao público músicas como "Day of Death", "Cradle Of Heroes", "The Rage Of The Old Monk" e “Damned From The River”, esta última que fala da famosa lenda do monstro que habita as margens do rio Parnaíba. “Wings Aflame” e dois ótimos covers para as músicas "Reconquering The Throne" do Kreator e "Postmortem" do Slayer também estavam no setlist e fizeram a alegria dos admiradores do trabalho dessa ótima banda.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Iron MaidenIron Maiden
Steve Harris assiste show do Metallica no Canadá

796 acessosDuplas de guitarristas: Loudwire elenca suas dez melhores1253 acessosBruce Dickinson: voando em um bombardeiro da II Guerra Mundial0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Iron Maiden"

Iron MaidenIron Maiden
A eterna polêmica dos set lists "repetidos"

Iron MaidenIron Maiden
Por onde anda o tecladista Tony Moore?

Lady GagaLady Gaga
Cantora reverencia Maiden e Ozzy em vídeo

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "Paul D'ianno"0 acessosTodas as matérias sobre "Iron Maiden"

Ave, Satan!Ave, Satan!
As dez melhores músicas sobre o Inferno

Músicas RuinsMúsicas Ruins
Blog elege piores de grandes bandas do Rock/Metal

Pink FloydPink Floyd
The Wall: uma obra de arte conceitual

5000 acessosContra-baixo: as melhores introduções do Heavy Metal5000 acessosGaleria de fotos: 13 motivos para gostar de Rock N Roll5000 acessosGuitarristas: os 10 maiores de todos os tempos segundo a Time5000 acessosRoger Waters: Caiam na real, ele não está mais no Pink Floyd5000 acessosBruce Dickinson: a depressão e o medo de cantar mal após o câncer5000 acessosBon Jovi: inveja da atenção que o Guns N' Roses despertava em 2006

Sobre Igor Soares

Brasiliense de nascimento e piauiense de coração, Igor é Geógrafo e Desenvolvedor Web. Acessa o Whiplash.Net desde os primórdios e o Iron Maiden, sua banda favorita, é uma das razões dele ter se tornado colaborador do site.

Mais matérias de Igor Soares no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online