RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemFatboy Slim confessa ter se arrependido de conhecer David Bowie pessoalmente

imagemA influente banda que acabou causando a "separação" do Guns N' Roses

imagemQuando Roberto Carlos foi alfinetado por Raul Seixas, mas o Rei gostou do que ouviu

imagemO megahit dos Beatles inspirado em desenho de amiguinha do filho de John Lennon

imagemOzzy Osbourne é contemplado com dois Grammy na edição de 2023 do evento

imagemO grande amor de Renato Russo que durou pouco mas marcou sua vida para sempre

imagemAs polêmicas escolhas do Nirvana para o "MTV Unplugged in New York"

imagemAs 5 bandas confirmadas no Summer Breeze Brasil que não tocarão em outras cidades

imagemO hit da Legião Urbana que Renato Russo considerava "pretensioso e babaca"

imagemA única música tocada no Festival de Woodstock que atingiu o primeiro lugar nas paradas

imagemQuando o Lynyrd Skynyrd irritou Mick Jagger ao abrir o show dos Rolling Stones

imagemNovo álbum do Angra será o melhor da era Fabio Lione, segundo Felipe Andreoli

imagemLendário empresário do Kiss se manifesta sobre acusações de playback de Paul Stanley

imagemKiss: Segundo Gene Simmons, Ace Frehley votou pela demissão de Peter Criss, em 1980

imagemMax Cavalera escolhe seus álbuns "não metal" preferidos


Stamp

As I Lay Dying: show curto, mas intenso como poucos

Resenha - As I Lay Dying (Espaço Lux, São Bernardo, 01/03/2009)

Por Vitor Flisch Cavalanti
Fonte: Rock Dinasty
Postado em 11 de março de 2009

Quem compareceu ao Espaço Lux em São Bernardo do Campo-SP no domingo (01/03/2009), pôde conferir o excelente, mas infelizmente curto (porém extremamente intenso), show da banda americana do intitulado "Metalcore Cristão", AS I LAY DYING.

A banda teve seu início em 2001 enquanto ainda era um trio lançando o disco "Beneath the Encasing of Ashes", e contando com o debut lançou 4 discos de inéditas, 3 singles, uma coletânea, a saber:

2001 - Beneath The Encasing of Ashes
2002 - American Tragedy (Single)
2003 - Frail Words Collapse
2005 - Shadows are Security (Single)
2005 - The Darkest Nights
2005 - Shadows are Security
2006 - A Long March: The First Recordings (Coletânea)
2007 - An Ocean Between Us

Logo na entrada já notava-se uma imensa fila de headbangers de diversos estilos, público de certa forma surpreendente pela penetração da banda junto aos brasileiros, e também pela localização não tão privilegiada e a pouca publicidade por parte dos organizadores, no caso a Liberation.

Quem teve a missão de abrir a tarde/noite foi o Jeffrey Dahmer, já que a banda Deeper than That havia cancelado sua participação dias atrás. E o Jeffrey Dahmer não fez feio não, mas não conseguiu empolgar o público sedento por AS I LAY DYING.

Com relação à casa, o Espaço Lux, trata-se de uma antiga danceteria que foi adaptada para casa de espetáculos, pode ser considerada grande para um local underground, mas é pequena para receber grandes artistas. No caso da banda em questão, foi perfeito.

Pouco mais das 19h, o AS I LAY DYING entra em cena tocando uma música instrumental em playback, e emendando com a paulada "Nothing Left" do mais novo disco "An Ocean Between Us", levando todos ao delírio. Era nítida a qualidade do som que estavamos presenciando e a famosa energia que a banda demonstrava.

Entre um clássico e outro, pudemos conferir "Forsaken", "I Never Wanted", "The Sound of Truth", "An Ocean Between Us", "Meaning in Tragedy" e "Within Destruction" do último trabalho da banda, "94 Hours" e "Forever" do disco "Frail Words Collapse", "Through Struggle", "The Darkest Nights" e "Confined" do disco "Shadows of Security".

Durante o show eram comuns as enormes circle pits que se abriam para os bangers se divertirem (há tempos não via rodas tão grandes em shows por aqui), e Tim solicitou e tentou organizar algumas vezes os chamados "Walls of Death", onde tal como em bailes funks (ótima referência, que venham as pedras), a pista se divide em duas partes/equipes e a um sinal as duas partes saem na pancadaria. Para sorte dos desavisados esse evento não ocorreu.

Grandes destaques para o ótimo baterista Jordan Mancino que mantém o ritmo durante todo o espetáculo e toca com precisão, além de Tim e do vocalista de apoio que faz a parte melódica tão envolvente como nos CDs.

Um show curto, mas intenso como poucos, intercalando clássicos o AS I LAY DYING conseguiu fazer com que muita gente saísse com a alma lavada e com o corpo em frangalhos do show.

Infelizmente, dias atrás foi anunciado que o baterista Jordan Mancino não presseguiria na tour devido a falecimento na família, mas quem irá substituí-lo será Justin Foley (baterista do KILLSWITCH ENGAGE).

Banda:
Tim Lambesis - Vocal
Phil Sgrosso - Guitarra
Nick Hipa - Guitarra
Josh Gilbert - Baixo/Vocais
Jordan Mancino - Drums

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Def Leppard Motley Crue 2

Metalcore: nove razões para você adorar o estilo

As I Lay Dying: falta de remédio na prisão fez mamas do vocalista aumentarem

Metalcore: 13 músicas que um fã de death metal deve gostar


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal