Resenha - Gotthard (Manifesto Bar, São Paulo, 12/07/2006)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Fernando De Santis
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.






A banda suíça de Hard Rock, Gotthard, que vem conquistando cada vez mais fãs no mundo todo, deixou o público brasileiro muito empolgado, ao ser confirmada como uma das atrações no mega festival “Live n’ Louder”, que acontecerá em São Paulo, no dia 14 de outubro desse ano. Mas ninguém esperava uma visita surpresa do vocalista Steve Lee e do guitarrista Leo Leoni, para uma prévia do show de outubro, só que acústica.

Fotos: Beatriz Hummell

Complicado mesmo é esperar uma apresentação começar depois da meia-noite em plena quarta-feira. Com certeza, mais da metade dos presentes no Manifesto Bar teria que acordar cedo no dia seguinte para trabalhar. Mas tudo bem, a apresentação da dupla suíça com certeza valeu as cochiladas sobre as mesas de trabalhos no dia seguinte. Abrindo a apresentação com a empolgante “Sweet Little Rock n’ Roller”, os músicos demonstraram muito carisma e intimidade com o público. Conversando o tempo todo, Steve comentava o recém lançado DVD “Made In Switzerland”, que passava no telão do bar. Ao ver a camiseta de um dos fãs presentes, Steve e Leo deram uma “palhinha” de “Love Ain’t No Stranger”, do Whitesnake. As baladas “Nothing Left at All”, “In The Name” e principalmente “One Life, One Soul”, arrancaram lágrimas e suspiros dos presentes.

O cover de “Hush” do Deep Purple, presente no primeiro álbum do Gotthard e “Lift You Up”, que teve o acompanhamento de Steve Lee batucando em um caixote, mostraram que mesmo desplugados, os suíços têm um dos melhores hard rock da atualidade. Steve cometeu o equívoco de anunciar “One Life, One Soul” pela segunda vez, ao final do show, mas logo foi corrigido pelo guitarrista, que sugeriu a hard “Mountain Mama”, para fechar a apresentação.

Após o show, os músicos permaneceram no bar dando autógrafos, tirando fotos com os fãs e conversando, com muita simpatia e paciência. Apesar de não ser uma das atrações principais no festival Live n’ Louder, aposto todas as minhas fichas que o Gotthard será a grande surpresa, gerando comentários pós-show, do tipo: “Bem que a apresentação deles poderia ser mais tarde e maior...”.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

348 acessosGotthard: banda lança vídeo de "Miss Me"0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Gotthard"

Top 10Top 10
Músicas boas "escondidas" em discos não tão bons

AdeusAdeus
O último show de 10 rockstars que morreram nesta década

Rock And Roll Hall Of FameRock And Roll Hall Of Fame
10 bandas elegíveis para 2018

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "Gotthard"

Heavy MetalHeavy Metal
Celebridades que curtem ou já curtiram o estilo

MetromixMetromix
A lista dos vocalistas mais irritantes do rock

Atores e músicaAtores e música
As bandas de Russell Crowe, Keanu Reeves e Bruce Willis

5000 acessosBeatles: Quais as pessoas e objetos da capa do Sgt. Peppers?5000 acessosAs regras do Prog Metal5000 acessosSlayer: fãs hardcore dão (literalmente) o sangue pela banda5000 acessosMastodon: veja fotos do casamento de Brent Hinds com brasileira5000 acessosOs diários secretos de Roger Waters5000 acessosMotorhead: Os inusitados lanches pós-show de Lemmy

Sobre Fernando De Santis

Paulistano, nascido em 1979, Fernando De Santis passa grande parte do seu tempo viajando entre São Paulo, Santos e Curitiba. Nas horas de viagens dentro de ônibus ou aviões, costuma ouvir Hard Rock, Heavy Metal e demos de qualquer estilo. Atualmente trabalha como webdesigner para o Estado de São Paulo. Mantém o site "We Burn", dedicado ao Helloween desde 1998, que nunca lhe trouxe nenhum dinheiro, mas rendeu muito amigos.

Mais informações sobre Fernando De Santis

Mais matérias de Fernando De Santis no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online