Resenha - After Forever, São Paulo (30/07/2005)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Eduardo S. Contro
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.






Casa lotada para ver o show do After Forever no último sábado, dia 30/07, no pequeno CIE Music Hall (antigo Palace). Com ótimas, porém longas, aberturas das bandas Kavla e Silent Cry , tendo essa última aproveitado a ocasião para lançar o álbum "Darklife", pela Hellion Records, o que explica a longa performance, o show principal acabou começando tarde, por volta das 23h00.

Fotos: Elisabete Tamagnini

Abrindo com duas músicas do cd “Invisible Circles”, do seu último cd, o After Forever, que foi formado com o nome de Apocalypse, em 1995, com o objetivo de tocar covers do Iron Maiden, não deixou de lado a tradição e mandou um som da famosa banda,”The Evil That Man Do”, para o delírio dos fãs.

Jovens, porém já com bastante tempo de estrada, o After Forever nunca havia visitado o país.
Para os que acharam a turnê inusitada, a banda a aproveitou para apresentar uma música do seu próximo cd “Remagine” em primeira mão, chamada “Being Everyone”, e deixar o público ainda mais interessado no próximo material do grupo, que está previsto para sair apenas em setembro por aqui.

A terceira apresentação da banda na atual turnê pelo Brasil foi magnífica. Depois do Rio de Janeiro, e de Belo Horizonte, foi a vez de São Paulo receber os holandeses. O resultado não poderia ter sido melhor.

Os músicos se mostraram bastante empolgados com a passagem pelo país. A presença de palco do vocalista e guitarrista Sander Gommans foi uma das atrações da noite, porém, chega a ser impossível igualar a atenção que a vocalista Floor Jansen atrai. Excelente cantora e linda, Floor é sem dúvida alguma a maior das musas do heavy metal na atualidade.
Sua presença de palco é indescritível. Acaba chamando parar si todas as atenções e criando uma atmosfera poucas vezes vista em shows por aqui.

O valor pago pelo público para assistir a apresentação do After Forever deste último sábado em São Paulo, alto por sinal, foi muito bem recompensado pela excelente performance e por um setlist impecável. Preparado exclusivamente para essa turnê, ele agradou bastante, principalmente os fãs de longa data que puderam conferir músicas de toda a carreira da banda.

Além do Brasil, os holandeses ainda passam por Argentina, Chile, Colômbia e México antes de fecharem a sua primeira turnê latino-americana. No Brasil, os shows foram realizados no dia 27 de julho no Rio de Janeiro, no dia 29 (sexta-feira) em Belo Horizonte, no dia 30 (sábado) em São Paulo e no dia 31 (domingo) em Porto Alegre (RS).

Confira o setlist da apresentação dos holandeses em São Paulo:

- Childhood in Minor (Invisible Circles - 2004)
- Beautiful Emptiness (Invisible Circles - 2004)
- Between Love and Fire (Invisible Circles - 2004)
- Sins of Idealism (Invisible Circles - 2004)
- Pledge 1 (Decipher - 2001)
- Beyond Me (Prison Of Desire - 2000)
- Being Everyone (Remagine – 2005)
- Yield to Temptation (Prison Of Desire - 2000)
- The Evil That Men Do (Exordium MCD - 2003 - Iron Maiden cover)
- Inimical Chimera (Prison Of Desire - 2000)
- Eccentric (Invisible Circles - 2004)
- Digital Deceit (Invisible Circles - 2004)
- Through Square Eyes (Invisible Circles - 2004)
- Forlorn Hope (Decipher - 2001)
- Line of Thoughts (Exordium MCD - 2003)
- Monolith of Doubt (Decipher - 2001)
- Follow in the Cry (Prison Of Desire - 2000)

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "After Forever"

NightwishNightwish
"Floor Jansen é uma profissional de alto nível"

Metal sinfônicoMetal sinfônico
Os 10 melhores segundo o TeamRock

NightwishNightwish
Floor e a dificuldade em lidar com lado suave da banda

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "After Forever"

SupergruposSupergrupos
Os melhores e piores na opinião da Metal Hammer

Led ZeppelinLed Zeppelin
As crianças da capa de "Houses Of The Holy"

Fotos de InfânciaFotos de Infância
Avril Lavigne muito antes da fama

5000 acessosManowar: Régis Tadeu comenta sobre fãs no Pânico5000 acessosDio: de onde ele tirou os tais "chifres" do Heavy Metal?5000 acessosMetallica: as 10 melhores músicas segundo a Loudwire5000 acessosBlack Sabbath: perfil oficial exclui Bill Ward de foto clássica5000 acessosExagero: 50% das letras de Metal falam sobre homicídio?5000 acessosKorn: Jonathan Davis ficou chocado com comentários de Obama

Sobre Eduardo S. Contro

Assessor de imprensa, nascido em 1982. Músico nas horas vagas, sua história com o rock começou aos 7 anos de idade. Na época, fazia reuniões com os amigos para ouvir Guns, Rolling Stones, Beatles e afins. Aos 12 se tornou fã do estilo Grunge e, como muitos jovens rockeiros, logo passou a ouvir metal, graças ao Iron Maiden. Hoje é bastante eclético. Escuta de tudo um pouco, de rock progressivo setentão a Black Metal. Desde 1996 (ano da criação do Whiplash!) acompanhou o crescimento e desenvolvimento do site e hoje se sente feliz por fazer parte dessa família. Sempre disposto a conhecer bandas novas e discutir sobre os rumos da música, vive em busca de contribuir para a evolução do rock brasileiro.

Mais matérias de Eduardo S. Contro no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online