Matérias Mais Lidas

Doutrinador: Bruce usa camiseta de anti-herói brasileiro para falar sobre novo álbumDoutrinador
Bruce usa camiseta de anti-herói brasileiro para falar sobre novo álbum

Pearl Jam: por que Eddie Vedder sofreu mais com o sucesso do que os outros integrantesPearl Jam
Por que Eddie Vedder sofreu mais com o sucesso do que os outros integrantes

Joey Jordison: esposa de Corey Taylor se pronuncia sobre morte do bateristaJoey Jordison
Esposa de Corey Taylor se pronuncia sobre morte do baterista

R.I.P.: lista de músicos do rock e metal falecidos nos últimos 40 dias impressionaR.I.P.
Lista de músicos do rock e metal falecidos nos últimos 40 dias impressiona

Slipknot: com vídeo emocionante, banda se pronuncia sobre morte de Joey JordisonSlipknot
Com vídeo emocionante, banda se pronuncia sobre morte de Joey Jordison

Joey Jordison: Amigos criticam site por divulgar ligação que ex-parceira fez para o 911Joey Jordison
Amigos criticam site por divulgar ligação que ex-parceira fez para o 911

Running Wild: próximo álbum será lançado em outubro; confira capa e tracklistRunning Wild
Próximo álbum será lançado em outubro; confira capa e tracklist

Metallica: todos os álbuns da banda, do pior para o melhor, segundo o Ruthless MetalMetallica
Todos os álbuns da banda, do pior para o melhor, segundo o Ruthless Metal

Corey Taylor: Não podíamos trabalhar junto com JordisonCorey Taylor
Não podíamos trabalhar junto com Jordison

Metal Church: morte do vocalista Mike Howe declarada como suicídioMetal Church
Morte do vocalista Mike Howe declarada como suicídio

Metallica: Lars Ulrich é um gênio do metal, diz Rodrigo OliveiraMetallica
"Lars Ulrich é um gênio do metal", diz Rodrigo Oliveira

Foo Fighters: tributo em show ao falecido Dusty Hill do ZZ TopFoo Fighters
Tributo em show ao falecido Dusty Hill do ZZ Top

Cradle Of Filth: próximo álbum será lançado em outubro; confira capa, tracklist e singleCradle Of Filth
Próximo álbum será lançado em outubro; confira capa, tracklist e single

Dream Theater: Não podemos decepcionar nós mesmos ou nossos fãs, diz PetrucciDream Theater
"Não podemos decepcionar nós mesmos ou nossos fãs", diz Petrucci

Joey Jordison: Mike Portnoy ligou pedindo conselhos quando foi tocar no A7XJoey Jordison
Mike Portnoy ligou pedindo conselhos quando foi tocar no A7X


Stamp

Viper: Comemorando duas décadas e trazendo novidades

Resenha - Viper (Manifesto Bar, 09/04/2005)

Por Bruno Sanchez
Em 09/04/05

Fotos por Fábio Garófalo

Após as comemorações de 20 anos do Sepultura com o show especial para a gravação de um DVD há algumas semanas, quem também aproveitou 2005 para comemorar duas décadas de existência e trazer diversas novidades aos fãs, foram os paulistanos do Viper,a a veterana banda de Heavy Metal que lançou um dos melhores álbuns da história da música pesada nacional, o Theatre of Fate em 1989, e revelou grandes nomes do Rock/Metal como o vocalista Andre Matos, os irmãos Passarell e o guitarrista Felipe Machado.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Como parte das comemorações, também tivemos um show especial, marcado para o bar Manifesto, local que há pouco tempo foi totalmente reformado e reestruturado, com um bom espaço para seus freqüentadores mas ainda uma estrutura de palco pequena se comparada aos outros bares de São Paulo, o que sempre complica bastante o trabalho dos roadies.

A noite era de festa e várias caras conhecidas apareceram para prestigiar o novo Viper. Entre elas, Edu Falaschi do Angra (super simpático e atencioso com todos que foram pedir fotos ou autógrafos) e Andria Busic do Dr. Sin. No geral, o bar recebeu um bom público – bem heterogêneo, com bangers de todas as idades - mas não lotou como se esperava para um momento destes.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Um dos grandes problemas dos shows que ocorrem em bares é o horário divulgado e o horário real do evento: pela agenda da página oficial do bar, o show estava marcado para as 22 hs, mas na verdade este era o horário de abertura do Manifesto e a apresentação só começou mesmo depois das 00:30 hs o que gerou uma certa impaciência.

Quando todos já se amontoavam em frente ao palco em busca de uma boa visão e gritando o nome da banda, um funcionário da casa foi ao microfone e avisou que antes do show rolaria um vídeo especial nos televisores (localizados no canto oposto ao palco) com momentos dos 20 anos de carreira do Viper. Algumas pessoas preferiram garantir o lugar em frente ao palco enquanto outras correram para assistir as gravações dos momentos raros, entre eles, alguns dos primeiros shows e a entrevista que a banda concedeu no programa do Jô Soares, ainda no SBT no final dos anos 80.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Após o vídeo, um efeito de fumaça e, agora sim, a famosa introdução Illusions começa a sair dos P.As e a nova formação da banda – Ricardo Bocci nos vocais, Felipe Machado e Val Santos nas guitarras, Pit Passarell no baixo (o outro irmão Passarell – Yves – infelizmente se encontra no péssimo Capital Inicial) e Guilherme Martin na bateria - desce as escadas para delírio geral e a apresentação começa quente com Prelude to Oblivion (do Theatre of Fate), seguida de Knights of Destruction (do Soldiers of Sunrise) e To Live Again (novamente do Theatre). Esse começo já mostrou que a banda optou por um setlist com os maiores clássicos da carreira, especialmente músicas dos dois primeiros (e melhores) discos. Para quem ainda não conhecia o trabalho do novo vocalista, Ricardo Bocci (Ex – Rei Lagarto), é um alívio saber que sua voz é muito parecida à do ex-vocalista, Andre Matos (atual Shaaman e Ex-Angra) e, finalmente, os clássicos dos primeiros álbuns ganham excelentes versões ao vivo. Nada contra o vocal de Pit Passarell, mas a qualidade que o Viper ganhou com o novo músico não tem nem comparação.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Após esse começo matador, a banda manda, Dead Light, a primeira música da noite do disco Evolution (1992). Essa versão no vocal de Ricardo também ficou ótima e o músico mostra que é bem versátil tanto nas composições mais voltadas ao Metal Melódico quanto nas mais pesadas.

A música seguinte é outro grande clássico do Theatre of Fate, A Cry From The Edge, em mais uma interpretação magistral de Ricardo (o cara realmente é muito bom) seguida por The Shelter, música sem tanto brilho do disco Evolution, mas em um momento legal que contou com a participação especial de Renato Graccia, o ex-baterista da banda.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Chegamos à metade do show onde o Viper tocou a nova Do It All Again, faixa que remete ao trabalho mais pesado do terceiro disco. Logo após a sua execução, Pit foi ao microfone e prometeu um novo trabalho de estúdio em breve, além de elogiar bastante a nova formação, em especial Ricardo Bocci, o grande destaque da noite. Em seguida, a banda mandou a música Evolution e um medley das músicas Theatre of Fate e Wings of The Evil, que eles não tocavam ao vivo há bastante tempo.

Mesmo não contanto com o total apoio dos fãs, o Viper não esqueceu sua fase Punk/Hardcore. Ricardo sai do palco e Val vai ao microfone cantar com muita propriedade o cover de Ramones, Blitzkrieg Bop, o mesmo que Felipe e Guilherme tocaram com o Paul Di´anno há cerca de 3 meses, também no Manifesto. Pit também assume os vocais na seqüência e tivemos o clássico Hardcore – Coma Rage – seguida pelo cover de The Clash, I Fought The Law onde o irmão de Felipe, Nando, assumiu o baixo e Passarell apenas cantou. Apesar de muitos torcerem o nariz para essas últimas 3 músicas, o público teve um comportamento exemplar e respeitou a banda no palco.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

A animação volta quando mais uma música da fase jurássica aparece: Soldiers of Sunrise (com ótima recepção), seguida pela balada The Spreading Soul e pelo momento obrigatório da noite em Living for The Night, sendo que a primeira parte da composição foi levada sozinha pelos bangers, sem nenhum instrumento acompanhando. Antes da execução do clássico, Ricardo prestou uma homenagem a Andre Matos, que eternizou a versão de Living no Theatre of Fate e nos shows da banda.

A apresentação normal fechou com mais um clássico: Rebel Maniac do disco Evolution e a banda se despediu do público.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Na volta para o bis, os integrantes trouxeram algumas champanhes para estourar no palco (e encharcar quem estava mais próximo) em comemoração ao aniversário de 20 anos. Ricardo agradeceu a presença de todos e avisou que eles tocariam mais uma música bem antiga: a ótima Nightmares, do primeiro disco. A surpresa foi geral já que nunca ouvi essa música ao vivo, mas a considero uma das melhores composições do Viper de todos os tempos, especialmente pelo seu refrão pegajoso, mas bem exigente do gogó do vocalista. A versão na voz de Ricardo ficou muito boa e não deveu nada à original do Soldiers of Sunrise. A propósito, realizei um antigo sonho ao ouvir esta música no show, agora só faltam Bestial Devastation do Sepultura e Stained Class do Judas Priest para ter meu sonho metálico completo. ;-)

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Na seqüência, eles mandaram uma versão bem competente de Aces High do Iron Maiden e, para fechar o show com chave de ouro, Felipe foi ao microfone contar um pouco da história da banda e a primeira apresentação, em 8 de abril de 1985 no Clube Paulistano abrindo para a banda Platina de Andria Busic. Para comemorar a data, Felipe chama todos os convidados especiais ao palco (inclusive Busic) e tocam a primeira composição do Viper, HR (Heavy Rock), com todos cantando e Pit Passarell visivelmente emocionado.

O som durante toda a apresentação estava decente tendo em vista que estamos falando de um bar e não de uma casa de show profissional, mas em diversos momentos o microfone de Ricardo falhou, especialmente nas primeiras músicas.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Um ótimo show para os fãs e acredito que todos que foram ao Manifesto se sentiram satisfeitos com o setlist. Parabéns à banda pelas duas décadas de estrada e vamos torcer para que essa volta do Viper seja definitiva, com novos trabalhos de estúdio e muitos shows que coloquem a banda novamente no lugar de destaque que merece. A nova formação é bem entrosada, com destaque ao ótimo Ricardo Bocci e seu timbre de voz, que lembra bastante Andre Matos e não é à toa, já que Ricardo foi aluno de Andre em aulas de canto há alguns anos. Outro destaque vai para a empolgação de Pit e Felipe nas músicas. Esses se divertem de verdade no palco e não param um minuto de agitar.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Como parte das comemorações, além deste show no Manifesto, o Viper lança ainda este ano o DVD Living For The Night - 20 Years Of Viper, que trará shows antigos e um documentário com todos os integrantes que passaram pela banda além de diversas raridades.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Pentral
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Heavy metal: 20 músicas com refrãos que grudam na cabeça instantaneamenteHeavy metal
20 músicas com refrãos que grudam na cabeça instantaneamente

Felipe Machado: guitarrista do Viper lança novo single, "Medo do Novo"

Andre Matos: Resenha da biografia O Maestro do Heavy MetalAndre Matos
Resenha da biografia "O Maestro do Heavy Metal"

Andre Matos: O Legado do MaestroAndre Matos
O Legado do Maestro

Viper: banda relembra Andre Matos, no dia que morte do vocalista completa dois anosViper
Banda relembra Andre Matos, no dia que morte do vocalista completa dois anos

Andre Matos: live nesta terça (8) celebra legado e apresenta trailer de documentárioAndre Matos
Live nesta terça (8) celebra legado e apresenta trailer de documentário

Lista: dez grandes bandas de heavy metal que surgiram no Brasil - Parte 1Lista
Dez grandes bandas de heavy metal que surgiram no Brasil - Parte 1


Metal SP: documentário sobre Heavy Metal em São PauloMetal SP
Documentário sobre Heavy Metal em São Paulo

Andre Matos: um perfil do maestro do power metal brasileiroAndre Matos
Um perfil do maestro do "power metal" brasileiro

Viper: Um registro da primeira apresentação da bandaViper
Um registro da primeira apresentação da banda


Black Sabbath: um Tony Iommi que você não conheciaBlack Sabbath
Um Tony Iommi que você não conhecia

The Voice Kids: garotinha canta Led Zeppelin e conquista todosThe Voice Kids
Garotinha canta Led Zeppelin e conquista todos


Sobre Bruno Sanchez

Paulistano, 26 anos, Administrador de Empresas e amante de História. Bruno é colaborador do Whiplash! desde 2003, mas seus textos e resenhas já constavam na parte de usuários em 1998. Foi levado ao Rock e Metal pelos seus pais através de Beatles, Byrds e Animals. Com o tempo, descobriu o Metallica ainda nos anos 80 e sua vida nunca mais foi a mesma. Suas bandas preferidas são Beatles, Metallica, Iron Maiden, Judas Priest, Slayer, Venom, Cream, Blind Guardian e Gamma Ray.

Mais matérias de Bruno Sanchez.