Resenha - Thoten (Raio de Sol, Rio de Janeiro, 16/12/2003)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Bruno Tabera
Enviar correções  |  Ver Acessos

Cheguei ao local do show por volta de 23h30 e devo admitir que com um pé atras, ja que sempre fui um grande fa do Renato Tribuzy, ex-vocalista da banda, e sempre o considerei a alma do Thoten.

Temperatura Máxima: as atrizes pornôs que incendiaram o cenário RockLed Zeppelin: Perguntas e Respostas sobre a banda

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O "Novo Thoten" subiu ao palco uns 30 minutos depois e, pra minha surpresa se mostrou mais vivo do que nunca! A banda parecia estar realmente feliz em voltar ao palco, todos sorrindo e com muita energia (principalmente os dois novos membros). O novo vocalista Riq Ferreira sempre teve um carisma muito grande devido ao seu trabalho anterior com a banda "Sigma 5", e não teve problema em ganhar a galera rapidamente. Já o baixista da banda, Itho, poderia trabalhar mais a sua performace no palco.

Não vou dizer que não senti falta do Tribuzy em alguns momentos, principalmente em "Scream" e no medley "Ashes in the abyss/Above the law", mas como disse no inicio do review, talvez por eu ser um grande fã do mesmo. Riq não ficou atras de modo algum, fazendo até algumas mudancas nas linhas vocais das músicas antigas, que soaram melhor do que com o ex-vocalista.

As novas músicas, do cd "Taking the control", que sai no ano que vem, tambem pareceram ser muito boas e com certeza agradaram os fãs da banda. Ver Marcos Barzo tocando é realmente um show à parte. Com um solo destruidor, manteve a galera empolgada. Já o solo de guitarra foi longo e sem nada de especial. Gostaria de poder ouvir mais o trabalho do tecladista ja que o som do teclado estava muito baixo tanto nesse como no ultimo show da banda em que estive.

De covers foram executadas "The Tower" da carreira solo de Bruce Dickinson, muito bem executada (menos pela guitarra que parecia ser de outra música no riff inicial, que ficou bem engraçado) e "Flight of Icarus", do Iron Maiden, onde o tecladista da banda, Sidney Sohn, assumiu a bateria e o Marcos a guitarra, finalizando o show.

O que se tira da apresentacao é que o Thoten está muito vivo e continua sendo um dos grandes nomes do metal nacional, contrariando todos os boatos e rumores sobre o fim da banda.

Set List :
01. Dead of night
02. Taking the control
03. Darkened skies
04. Ashes in the abyss/Above the law(Medley)
05. Scream
06. Guitar solo
07. Wicked soul
08. The tower
09. No Heroes
10. solo batera
11. Keeping silence
12. Fuel to the flames
13. Flight of Icarus




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Thoten"


Temperatura Máxima: as atrizes pornôs que incendiaram o cenário RockTemperatura Máxima
As atrizes pornôs que incendiaram o cenário Rock

Led Zeppelin: Perguntas e Respostas sobre a bandaLed Zeppelin
Perguntas e Respostas sobre a banda


Sobre Bruno Tabera

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adClio336|adClio336