Matérias Mais Lidas

imagemBeatles: A música que Paul McCartney compôs para calar a boca de Pete Townshend

imagemAs 10 músicas mais estranhas do Guns N' Roses, em lista do Ultimate Classic Rock

imagemGene Simmons sobre o Ramones: "Punk nos EUA não significava nada"

imagemBlaze Bayley diz que um dos menores shows da carreira do Maiden foi o seu melhor

imagemMaranhão Open Air anuncia line-up com 24 bandas em dois dias

imagemCinco músicas lançadas após o ano 2000 que se tornaram clássicos do rock - Parte II

imagemA opinião de Dave Mustaine sobre a clássica "The Unforgiven", do Metallica

imagemDez clássicos do thrash metal que não foram gravados pelo "Big Four" - Parte I

imagem"Não venham aos shows do Pantera", pede Charlie Benante para os haters

imagemAudioslave: Tom Morello recorda seu sinistro primeiro encontro com Chris Cornell

imagemAs obscuras músicas favoritas do Red Hot Chili Peppers de John Frusciante

imagemPrika Amaral esclarece por que contratou apenas mulheres europeias para a Nervosa

imagemVocalista do Anvil afirma que Rob Halford e Ian Gillan são personagens

imagemIggor Cavalera relembra quando Max foi para delegacia e delegado palmeirense o salvou

imagemO hit do Engenheiros do Hawaii frequentemente confundido com confissão de aborto


Stamp

Opinião: o Kiss fez sucesso com "quatro acordes e letras ruins"?

Por Pedro Dias
Em 21/05/21

Recentemente, o empresário de longa data do Kiss (e de várias outras bandas também), Doc McGhee, refletindo sobre o sucesso e o futuro da banda americana, soltou uma frase polêmica (para alguns de fácil ofensa): "Fazemos quatro acordes e letras ruins, e funciona fabulosamente para o Kiss."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

E aí, em algumas comunidades de fãs, tivemos discussões acerca da frase. Com a idade você vai percebendo certas coisas que, quando era mais novo ou pouco estudado na escola da vida, não percebia. Quer ver? Por exemplo: repare com as linhas de baixo da banda Calypso são legais, cheia de ligados e grooves fantásticos.

Se você dissesse isso para o Pedro de 2009, ele diria: "cala sua boca, Calypso é uma merda, música brasileira é uma merda, forró não é música, rock and roll é vida, rock and roll, mano". A onde quero chegar com isso? Às vezes eu tenho uns devaneios e me perco nos assuntos. Enfim.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Digo: se o Doc dissesse essa frase para o Pedro de 2009, ele diria: "NÃO FALA ASSIM DA MINHA BANDA PREFERIDA. ELES SÃO INCRÍVEIS E FANTÁSTICOS". Mas hoje não. Ao contrário, para essas pessoas que falam isso e com relação a frase do Doc, eu diria: ele não tá errado, não.

C’mon, guys! As letras do Kiss não são e nunca foram um primor, não. Sejamos honestos! Inclusive, algumas são bem toscas e só servem para encher linguiça no álbum. Isso toda banda tem. Claro, seria injusto se não fizesse algumas ressalvas! Principalmente nos primeiros 6 álbuns, temos letras mais inspiradas ou que, de fato, representam a força da juventude, do rock e toda aquela ideia de celebrar a vida que o Kiss representou nos anos 70.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"100.000 Years", por exemplo, tem uma temática bem massa: a letra não deixa claro, mas segundo o próprio Gene Simmons é baseado num astronauta que vai para o espaço, fica lá um tempão e depois volta para a mina dele e se questiona como ela ficou tanto tempo esperando por ele. Massa, né? Bom, eu acho. Além do mais, é a cara do Gene (muito embora seja o Paul que cante). Sem falar no riff, na melodia, na linha de baixo... É muito massa.

Veja "Deuce" agora, um riff incrível, música rápida, visceral e do caralho ao vivo. Mas você já reparou como a letra é uma merda? "Get up! And get your grandma outta here". Levante e tira sua avó daqui. TIRE SUA AVÓ DAQUI, MANO. E aí, depois, Gene vem e pergunta se a mina dele tá bem, se ela tá legal e se ele sabe que ele dá um duro danado no trampo e que, por isso, ele deve ser bem tratado. O QUE CARALHOS ISSO TEM A VER COM A MINHA VÓ, MANO? Entende o que eu quero dizer?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O Rock And Roll Over, Destroyer e o Love Gun vieram com bastante letras legais, de empoderamento, que dá vontade de cantar alto e que representa e justifica a "Kissteria" dos anos 70, mas nada que se diga "ÓH! QUE BELA LETRA". Tá. Ok.

Aí, vamos para os anos 80: descartando o Creatues Of The Night, temos que os anos 80 é uma década perdida em termos de letras de músicas. Tem umas (poucas) exceções, claro, mas na maioria só uma ou outra música que tinha uma letra mais inspirada. O Music From The Elder não precisa nem mencionar, né? O Kiss tinha aquela política de "no drugs" e mesmo assim tentaram fazer um The Wall, que foi 100% composto sob efeito de drogas altamente alucinógenas e que são chaves para um portal dimensional da epifania profunda. Por isso o The Elder é aquela coisa horrorosa (em termos de letra) resultado do "não usamos drogas, mas, ei, olha que legal essa música super conceitual e motivacional chamada ‘I’. Da ate arrepio. Deus me livre.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

E o Crazy Nights? Rapaaaz... "My Way", "I’ll Fight Hell To Hold You", Jesus Cristo, me irrita só de pensar. Sabe aquele meme "copia, mas não faz igual"? Olha ele aí na versão Def Leppard, Van Halen e bandas "tecladistas" dos anos 80...

Só para fechar o tópico anos 80: amo "Tears Are Falling" do fundo do meu coração. Mas a letra, pelo amor de Deus, não dá, cara. Eu baixo o Marcos Mion no "Piores Clipes do Mundo". Pura novela mexicana a música, chama a Paola Bracho para protagonizar o clipe. Tá. PRÓXIMO!

Começo dos anos 90, veio o Hot In The Shade com umas letras legais, o Revenge veio com os dois pés no peito, o Carnival Of Souls veio na onda do grunge e tem lá umas letras legais (maaais ou menos). E aí, temos a era Psycho Circus que dura até hoje. Por que?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Desde então, todos os álbuns foram feitos no mais puro e claro modo automático, just for the money, bitches. Pode notar: o Psycho Circus, o Sonic Boom e o Monster têm EXATAMENTE a mesma estrutura. A música de abertura do Paul (sempre com um assunto aleatório – "Hell or Hallelujah" é um GRANDÍSSIMO "WHAAAT THEEE FUUCK??"), tem a música de demônio sombrio malzão das trevas do Gene, aí tem a música do espaço/trocão/raio/coisaquepisca genérica do Tommy, aí tem a música "os quatro vão cantar sobre motivação, rock and roll, sei lá, qualquer bosta sob um riff nem show", aí eles colocam alguma música que possa colocar uma conotação sexual (preferível com algum trocadilho), algumas músicas aleatórias e, por fim, duas opções: uma balada para o Peter Criss OU uma música sobre qualquer coisa pro Eric cantar... Tadinho do Eric, olha ele lá... Pequenininho, de pintura de gatinho.. Que bença... Vamos dar uma música para ele cantar, afinal, ele é o Eric SINGER (mas NUNCA vamos tocar no show MUAHAHAHA).

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Agora uma coisa é inegável: o Kiss é uma MÁQUINA DE RIFFS.

Pode pegar o ano ou o álbum que for! Sempre haverá músicas com riffs MATADORES! Até as músicas com letras toscas do começo de carreira, como "Watchin’ You" e "Nothing to Lose" (para quem não sabe, é sobre sexo anal), tem riffs muuuuito legais! Até o The Elder! Sim, até o The Elder! "The Oath" tem um riff muito legal! Gosto de toca-la ao vivo! Nos anos 80, então... Nem se fala, né? Também, com Vinnie, Mark e Bruce assumindo as guitarras solos, só poderíamos ter riffs atemporais. Paul, Gene, Ace, Bruce... Todos eles têm um feeling para riffs, nossa, incríveis! Tommy também! O Sonic Boom (mais do que o Monster) tem riffs muuuito shows. "Danger Us" (música do quesito trocadilho sexual) tem um riff setentista do caralho! O Kiss sempre soube construir seus riffs.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Então, assim: o Doc está certo. O Kiss construiu a carreira em músicas com letras tocas (em sua maioria) e riffs fantásticos e matadores. E eles sabem disso! Eles sabem MUITO BEM disso (vide a era Psycho Circus que eu falei). E não tem absolutamente nada de errado nisso! Porque as letras são toscas, sem sentido nenhum, mas me diverte e vem divertindo a gente por longos 50 fuckn anos. Cara, para divertir, não precisa ser conceitual. Aliás, nem deve!

Veja, só porque as letras são toscas, não quer dizer que a música, a banda e o álbum são ruins. Não precisa ser uma letra cabeça, Pink Floyd e sobre crises existenciais e o sentido da vida para curtir. O rock and roll é isso: serve para celebrar a vida, balançar a cabeça ao som de um solo de guitarra, esquecer os problemas, ir contra o que é convencional... Isso é rock e é isso que o Kiss e várias outras bandas representam.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Se você é um dos fãs que achou a fala do Doc ruim, vai escutar Engenheiros do Havaí.

FONTE: Rolling Stone
https://rollingstone.uol.com.br/noticia/kiss-fez-sucesso-com-quatro-acordes-e-letras-ruins-diz-empresario/

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Dream Theater 2022


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Kiss: Fã de comédia romântica, Paul Stanley lista seus filmes preferidos

Gene Simmons sobre o Ramones: "Punk nos EUA não significava nada"

Vídeo de clássico do Kiss é disponibilizado no canal oficial da banda

Gene Simmons conta como foi o dia em que ele compôs com Bob Dylan

A canção do Rush que tira sarro de balada clássica do Kiss

Quando Slash tentou entrar pro Kiss mas foi rejeitado por um motivo cruel

O clipe do Kiss que Paul Stanley se envergonha de ter gravado

Schmier, ícone do thrash metal, demonstra seu carinho pelo Kiss; "Maiores que a vida"

Gene Simmons revela quanto Kiss "faturou" para fazer o primeiro show

Kiss: Bruce Kullick comenta o subestimado álbum "Revenge", de 1992

Red Hot se junta ao grupo de bandas que lançaram dois discos no mesmo ano

De Jon Bon Jovi até Slayer, bandas e artistas que erraram suas próprias músicas ao vivo

Rush: Geddy Lee conta como o Kiss influenciou música do "Caress of Steel"

As três bandas listadas por Gene Simmons como maiores influências do Kiss

Dia Mundial do Rock: relembre 100 clássicos lançados na década de 90

Kiss: se Gene Simmons cuida dos negócios, Paul Stanley cuida da música?

Esquire: os setenta e cinco discos que todo homem deve ter

Kiss: admitindo usar playback em shows ao vivo

Iron Maiden: Perguntas e respostas e curiosidades diversas

King Diamond: O que significa ser Satanista?


Sobre Pedro Dias

Colaborador sem descrição cadastrada.

Mais matérias de Pedro Dias.