Desmistificando o "Kill' em All", do Metallica

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

"Kill' em All" é o melhor álbum do Metallica e é o expoente do thrash metal? A resposta é "não". E veja por que.

1075 acessosMetallica: ouça "For Whom The Bell" ao vivo em 1986, do novo boxset5000 acessosLed Zeppelin: plágios, homenagens ou mera coincidência?

Primeiramente - e isso é reconhecido pela própria banda - Kill' em All foi um álbum muito mal produzido. Na época, segundo o próprio Lars Ulrich, ele e James eram péssimos músicos. Isso se percebe na execução das músicas. Boa parte dos "clássicos" deste álbum é mal tocada, pois na ocasião eles ainda eram músicos amadores. Mas aí tem os fãs inveterados que reafirmam a importância do álbum como um expoente do thrash metal, e dizem que apesar de ter sido mesmo mal produzido, ele é o primeiro álbum de thrash metal da história e foi ele que influenciou outras bandas do gênero.

Isso poderia ser verdade. Poderia. Mas infelizmente para os fãs nem mesmo o próprio Metallica acha isso. Kill'em All tem, em suma, a mesma sonoridade de composições anteriores do Motörhead. E apesar da própria banda não se considerar thrash, a sonoridade dos álbuns "Overkill" (1979) e "Ace of Spades" (1980) serve justamente para provar isso. A própria canção "Ace of Spades", uma das mais conhecidas da banda, é de longe reconhecível por seu peso, velocidade e agressividade, tudo característico do thrash metal que vemos em Kill'em All, porém com uma execução e produção muito superior.

Sem sombra de dúvidas, se alguma banda pode ser reconhecida como um marco para o thrash metal, esta banda é o Motörhead, cuja influência é nítida em tudo que feio no início da década de 1980. E isso é algo reconhecido pelo próprio Metallica. Tanto é verdade que em seu segundo álbum, o "Ride the Lightning", a sonoridade do Metallica passa a ser bem diferenciada, tornando - este sim - o melhor ou pelo menos o segundo melhor álbum da banda, levando em conta que muitos ainda preferem "Master of Puppets", que é outro excelente álbum.

Até então o que este texto diz é factual. Não é opinião. De fato, os dois álbuns citados do Motörhead foram lançados anos antes de Kill'em All, e qualquer pessoa com o mínimo conhecimento na história do gênero sabe que o primeiro álbum do Metallica é, praticamente, uma cópia do que Lemmy já tinha feito. Mas aí você se questiona: porque esse mito em cima do Metallica, então?

A explicação é simples: Falso saudosismo. Fãs de thrash metal - o que também sou - têm o péssimo hábito de saudar demais os "primeiros clássicos" de qualquer banda do gênero. E como Motörhead não é considerado thrash metal, não se encaixa nesta categoria, e aí os fãs precisam ter alguém para idolatrar. Então, independente do que o Kill'em All tivesse apresentado, ele seria chamado de clássico e teria a mesma idolatria, porque é provável que a maioria das pessoas que se dizem fãs deste álbum sequer o escutam quando estão sozinhos em casa; devem escutar, porém, na presença de outras pessoas, para mostrar o quanto são "true".

Assim sendo, o agora desmistificado álbum se torna apenas um álbum de thrash metal, e não "O álbum" de thrash metal.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

JusticeiroJusticeiro
Trailer é embalado por clássico do Metallica; assista

1075 acessosMetallica: ouça "For Whom The Bell" ao vivo em 1986, do novo boxset1592 acessosMetallica: Quando a banda foi atacada por dardos durante um show916 acessosMetallica: Bob Rock relembra sua primeira experiencia com a banda405 acessosMetallica: vídeo oficial de "Seek & Destroy" em Cologne, Alemanha61 acessosEm 28/11/1987: Metallica lança a compilação em vídeo Cliff Em All0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Metallica"

James HetfieldJames Hetfield
O Metallica é o meu projeto paralelo

Cliff BurtonCliff Burton
O segredo do som de uma lenda

MetallicaMetallica
A paixão sem limites dos brasileiros pelo ícone thrash

0 acessosTodas as matérias da seção Opiniões0 acessosTodas as matérias sobre "Metallica"0 acessosTodas as matérias sobre "Motorhead"

Led ZeppelinLed Zeppelin
Plágios, homenagens ou mera coincidência?

SlipknotSlipknot
12 histórias que retratam o quão insana a banda é

Bruce DickinsonBruce Dickinson
Punks não sabem tocar e tem inveja do Metal

5000 acessosGuns N' Roses: os 10 melhores não-clássicos da banda5000 acessosRodolfo: "O rock brasileiro entrou numa crise desde o começo dos anos 2000"5000 acessosVitão Bonesso: A imensa coleção do apresentador do Backstage5000 acessosSebastian Bach: descrevendo o horror de urinar com Phil Anselmo5000 acessosMotorhead: funeral de Lemmy está disponível na íntegra no Youtube5000 acessosCorey Taylor: Uma resposta objetiva a "o rock está morto" de Gene Simmons

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online