Vocalista do Virgin Steele esclarece boato

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fábio Faria
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nas últimas semanas, jornalistas de todas as partes do mundo receberam um e-mail do guitarrista Jack Starr, que participou da primeira formação do VIRGIN STEELE, no qual ele afirma que o vocalista David DeFeis estaria lançando o disco "The Best Of Virgin Steele" sem sua permissão.

Bandas: Por que ninguém está indo a seus shows?Angra: Kiko Loureiro relembrando o tempo de Dominó


Através de um comunicado da Noise Records, DeFeis deu sua versão para o caso, dizendo que Starr participou apenas de dois álbuns e um EP junto com o grupo, que desde essa época já gravou nove discos com o guitarrista Edward Purisino e excursionou muitas vezes pela Europa, conseguindo um sucesso artístico e econômico maior que com a formação da qual o antigo guitarrista participou. Segundo DeFeis, a maioria dos fãs da banda mal conhece o trabalho que faziam na época em que Jack Starr estava no grupo. "Muitos acham que 'Noble Savage' é o nosso primeiro álbum", afirmou o vocalista.

A bronca de Jack Starr é por causa dos CDs "The Book Of Burning" e "Hymns To Victory" que serão lançados no dia 7 de janeiro de 2002. O álbum "The Book Of Burning" terá regravações de oito canções antigas do Virgin Steele, e não um "Best Of" como o guitarrista afirmou. Mostrando não saber de mais detalhes do projeto, Starr confundiu o nome dos discos. A coletânea "Hymns To Victory" não traz nenhuma das composições do guitarrista, uma vez que só contém músicas gravadas a partir do disco "Noble Savage". De acordo com o vocalista David DeFeis, as regravações das canções compostas em parceria com Jack Starr são novas versões, reescritas apenas por ele, e por isso, o cantor tem direito de usá-las sem a permissão de ninguém.

"Por quê Jack nâo foi capaz de manter uma carreira, uma banda ou conseguir um contrato com uma gravadora? Nós, do Virgin Steele, mantemos nossa carreira por causa da honestidade, integridade e qualidade que injetamos em cada lançamento, turnê, entrevista, etc. Os fãs sabem dos fatos, da verdade e reconhecem isto", concluiu David DeFeis.



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Virgin Steele"


Heavy Metal: as 10 capas mais de macho de todos os temposHeavy Metal
As 10 capas mais "de macho" de todos os tempos

David DeFeis: os álbuns que marcaram o vocalistaDavid DeFeis
Os álbuns que marcaram o vocalista


Bandas: Por que ninguém está indo a seus shows?Bandas
Por que ninguém está indo a seus shows?

Angra: Kiko Loureiro relembrando o tempo de DominóAngra
Kiko Loureiro relembrando o tempo de Dominó


Sobre Fábio Faria

"Maidenmaníaco" convicto, nascido em 1973, passou a escutar Rock com 10 anos de idade. Primeiro disco adquirido foi "Destroyer" do Kiss. Logo depois conheceu o álbum "Killers" do Iron Maiden, e a identificação foi instantânea. Curte todos os estilos e sub-estilos do Rock e do Metal. Sem preconceito, escuta desde Black Sabbath, Yes, Janis Joplin, Slayer, In Flames, Sex Pistols até Dream Theater, U2, Blind Guardian, Slipknot, Carcass, etc. Bandas favoritas: Iron Maiden e Beatles.

Mais matérias de Fábio Faria no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin