Violão perdido de John Lennon é colocado à venda

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Fonte: UOL Música
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 16/02/04. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

da Redação

Um violão que teria pertencido ao ex-beatle John Lennon está sendo oferecido por um site na Internet pelo valor de US$2,4 milhões (quase R$7 milhões).

1394 acessosRock: gênero é um trintão decadente, segundo Spotify5000 acessosAfinal de contas, o que é um riff?

De acordo com o site momentsintime.com, o instrumento é conhecido como o violão "perdido" de Lennon, pois teria sido descoberto em um depósito há mais de 20 anos.

O instrumento traz, em seu corpo, desenhos feitos pelo próprio Lennon, como uma maçã, representando o logotipo da gravadora Apple, a letra "B", de Beatles, um coração atravessado por uma flecha e um auto-retrato do cantor. Também aparecem entalhados no violão os números nove e três, este último, repetido duas vezes, e representam, segundo o site, as datas de nascimento de Lennon, Yoko Ono e seu filho Sean.

Lennon teria dado o violão a um amigo na década de 70. Os ex-sogros desse amigo teriam levado o instrumento para um depósito em Nova York.

Em 1981, o zelador de uma propriedade próxima ao depósito teria encontrado e guardado o violão, até ser adquirido pelo curador do momentsintime.com, Gary Zimet.

"Por causa dos desenhos, este é o mais valioso violão de Lennon já colocado à venda", disse Zimet, de acordo com o site do tablóide New York Post.

Ainda segundo a descrição existente no site que vende a peça, durante uma entrevista, em 86, Yoko Ono falou sobre a existência do violão e disse que o perdera.

O então proprietário teria tentado entrar em contato com a viúva de Lennon, enviando-lhe uma carta e fotos do instrumento, mas Ono não respondeu.

Em novembro passado, o site momentsintime.com colocou à venda a cópia do disco "Double Fantasy", autografada por Lennon para Mark Chapman, que assassinou o músico poucas horas depois.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

VinilVinil
Os dez discos mais vendidos nos EUA em 2017

1394 acessosRock: gênero é um trintão decadente, segundo Spotify400 acessosRingo Starr: novo álbum sai em setembro, e traz Paul McCartney1346 acessosBeatles: Paul McCartney fecha acordo sobre direitos autorais315 acessosSgt. Pepper's: entrevista exclusiva com o Sargento Pimenta0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Beatles"

NMENME
Os 50 álbuns com mais vendas na primeira semana

Paul McCartneyPaul McCartney
"Yoko não foi responsável pelo fim dos Beatles"

BeatlesBeatles
A primeira excursão costa a costa pelos Estados Unidos

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Beatles"0 acessosTodas as matérias sobre "John Lennon"

RiffRiff
Afinal de contas, o que é um? E qual a sua receita?

MotorheadMotorhead
"Radiohead e Coldplay não são rock"

Drogas e ÁlcoolDrogas e Álcool
Protagonistas nos piores shows de grandes astros

5000 acessosPhotoshop: Luan Morrison, Ivete Osbourne, Axl Teló e mais5000 acessosFolk Metal e Música Celta5000 acessosMemoráveis como a música: os 25 melhores logos de bandas5000 acessosKeith Richards: "As drogas de hoje são uma droga"5000 acessosMarilyn Manson: ele não é nazista, apenas gosta de suásticas?5000 acessosPaul Stanley: ele acha que Kanye West deveria levar uma surra

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online