Kiss: Banda encerra turnê no México tocando Guantanamera

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Fonte: Terra Música
Enviar Correções  

O Kiss animou milhares de fãs mexicanos com uma boa dose de suas clássicas canções e um espetáculo cheio de luz e cor, que pôs fim a sua turnê Rock the Nation Tour 2004.

Para desfrute de 18 mil admiradores, o quarteto de Nova York de caras pintadas tocou no Palácio dos Esportes desta terça com seu único concerto na cidade, que antes fez escala na nordestina cidade de Monterrey.

publicidade

Kiss retribuiu o amor de seus fãs com um extraordinário show circense: explosões, pirotecnia e luzes, que em detalhe se observou numa tela gigante no centro do palco que reluzia seu clássico logotipo.

Paul Stanley, o "garoto estrela" e também compositor do grupo, pediu em espanhol ao público que lhe ajudasse a cantar alguns temas. O público feminino não resistiu e jogou algumas calcinhas para o cantor.

publicidade

O percurso musical que iniciou com o clássico Love Gun, incluiu entre outras God Gave Rock and Roll to You, a memorável Christine, I Want You, Rock and Roll all Night, War Machine e Got to Choose, entre outras.

Em um das pausas, enquanto Stanley explicava que se tratava do último concerto de sua turnê, dedilhou sua guitarra para deixar sair acordes do clássico cubano Guantanamera.

publicidade

Stanley, que junto ao "demônio" Gene Simmons, fundou o grupo, apresentou a nova formação do grupo, com Eric Singer e Tommy Thayer.

Quando o espetáculo estava prester a terminar, Simmons subiu para o ar, e suspenso, acompanhou com seu contrabaixo Detroit Rock City.

Depois, com a mesma intensidade de pouco mais de duas décadas, o grupo executou sua famosa I Was Made for Loving You, para concluir seu concerto e ser premiado com uma prolongada ovação.

publicidade


WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin