Bruce Dickinson fala sobre novo 'Early Days' e Ozzfest

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Thiago Coutinho, Fonte: The Sun Online
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 26/08/05. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Em entrevista ao periódico inglês The Sun Online, Bruce Dickinson, vocalista do IRON MAIDEN, falou sobre os incidentes do Ozzfest no sábado passado e da segunda parte do DVD “The Early Days”. Confira o bate-papo:

600 acessosDuplas de guitarristas: Loudwire elenca suas dez melhores5000 acessosIntrigas: Bandas em família que terminaram mal

The Sun Online — Por que o festival Reading é tão especial?

Bruce Dickinson — Foi o local onde fui perguntado se gostaria de entrar no Iron Maiden e também o primeiro em que toquei na minha vida. E este ano será grande, eu prometo e todos nós estaremos nervosos.

The Sun Online — Vocês tocaram apenas músicas dos quatro primeiro álbuns devido ao DVD “The Early Years”. Haverá a segunda parte?

Bruce Dickinson — Sim, a parte dois será baseada no álbum “Live After Death”, no “Powerslave” e no “Somewhere In Time” e já começamos a trabalhar nele. O plano é nos centramos naquela que foi a maior de nossas turnês, a mais espetacular que já fizemos. A época do “Powerslave” foi a que inspirou todos os brinquedos. Havia muitos Eddie, as mãos mecânicas e o Egito Antigo. E nós queremos recriar tudo isso.

The Sun Online — Vocês se distanciaram de todas as modas musicais e quase todas as bandas citam vocês como influência. Por quê?

Bruce Dickinson — Estranho, não é? Isso aconteceu porque nunca mudamos nossa opinião. O Maiden significa lealdade e orgulho em fazer o que você acredita. É quase como as pessoas que seguem o seu time de futebol. As pessoas torcem para o seu time a vida toda, mesmo quando eles perdem. Isso acontece conosco, e nossos fãs são parte da gangue.

The Sun Online — Ozzfest, Reading e Leeds, todos eles contam com novos fãs. Por que eles são tão importantes?

Bruce Dickinson — Pessoas que estão velhas como eu geralmente não se importam em se divertir mais. Sei que há pessoas lendo que dizem ‘não, isso não é verdade’, mas caras com 47 anos não agitam mais como os de 15. Nós tocamos algumas música há 25 anos e ainda temos fãs mais jovens.

The Sun Online — O que aconteceu quando vocês saíram do palco do Ozzfest?

Bruce Dickinson — Fomos acertados com garrafas, ovos por um certo cara que estava lá na frente! Então a energia do PA caiu umas três ou quatro vezes durante as músicas. Mas a banda estava incrível. Acabou sendo um show maravilhoso. O Maiden pode lidar com qualquer coisa. Nós não somos pegos de surpresa facilmente.

The Sun Online — Quem você acha que estava por trás disso tudo?

Bruce Dickinson — Todos sabem que foi a Sharon Osbourne. Certamente não foi o Ozzy ou o Sabbath — eles têm muita classe para não fazer esse tipo de palhaçada. Eu odeio reality shows. As pessoas deveriam levantar seus traseiros, fazer alguma coisa que não seja tão ‘voyeuristica’.

The Sun Online — E o próximo do Maiden?

Bruce Dickinson — Nós temos o álbum e o DVD ao vivo ‘Death on the Road’ que estará nas lojas na próxima segunda-feira e começamos a gravar o novo trabalho na próxima primavera, para que esteja pronto entre setembro e outubro. Também temos um show especial no Hammersmith Odeon na semana que vem. Será para o nosso antigo baterista Clive Burr e sua fundação, a Multiple Sclerosis Trust Fund. Estou ansioso por isso. Será o máximo de um ano em que tocamos em um festival na Suécia para 56 mil pessoas e que foi transmitido para outras 20 milhões.

The Sun Online — E o próximo passo seu?

Bruce Dickinson — Voltarei a apresentar meu programa de rádio na BBC e ao meu trabalho de piloto. É um trabalho apropriado e regular. Tenho até que agendar férias para as turnês.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Iron MaidenIron Maiden
Steve Harris assiste show do Metallica no Canadá

600 acessosDuplas de guitarristas: Loudwire elenca suas dez melhores1099 acessosBruce Dickinson: voando em um bombardeiro da II Guerra Mundial0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Iron Maiden"

Paul DiAnnoPaul Di'Anno
Steve Harris não aceitou muitas de minhas canções

Iron MaidenIron Maiden
Veja Nicko McBrain tocando com Pat Travers em 1976

Iron MaidenIron Maiden
Descubra como o heavy metal pode salvar sua vida

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Iron Maiden"0 acessosTodas as matérias sobre "Bruce Dickinson"

IntrigasIntrigas
Bandas em família que terminaram mal

Sgt. PeppersSgt. Peppers
Quem são as pessoas e quais os objetos da capa?

Pink FloydPink Floyd
As 10 melhores escolhidas pela UCR

5000 acessosJudas Priest: 10 fatos que comprovam que eles são Heavy Metal5000 acessosVeja SP: show do Iron Maiden eleito como "pior de 2009"5000 acessosRegis Tadeu: "Lemmy era tão poderoso que seu corpo não teve coragem de contrariá-lo"5000 acessosLady Gaga: fã de Iron Maiden e Black Sabbath?5000 acessosGhost: a banda é um projeto solo meu, assume Tobias Forge2327 acessosDio: os álbuns com o vocalista, do pior para o melhor

Sobre Thiago Coutinho

Formado em Jornalismo, 23 anos, fanático por Bruce Dickinson e seus comparsas no Maiden. O heavy metal surgiu na minha vida quando ouvi o vocalista da Donzela de Ferro em "Tears of the Dragon", em meados de 1994. Mas também aprecio a voz de pato bêbado do controverso Dave Mustaine, a simplicidade do Ramones, as melodias intrincadas do Helloween, a belíssima voz de Dio ou os gritos escabrosos de Rob Halford. A Whiplash apareceu em minha vida sem querer, acho que seus criadores são uns loucos amantes de rock e acredito que este seja o melhor site de rock do país, sem qualquer demagogia!

Mais matérias de Thiago Coutinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online