Gamma Ray agrada com clássicos em SP

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Fonte: Folha Ilustrada
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 22/11/05. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

SÍLVIA YOSHIDA
da Folha Online

Exatas duas semanas após fazer uma participação especial no show de 14 anos do Angra, Kai Hansen voltou a pisar em São Paulo. O Gamma Ray fechou sua turnê brasileira no sábado (19) para um Olympia praticamente lotado -- segundo a organização, o público foi de 2.800 pessoas.

4106 acessosResenha - Helloween (Pepsi On Stage, Porto Alegre, 31/10/2017)5000 acessosAve, Satan!: As dez melhores músicas sobre o Inferno

O grupo liderado por Hansen subiu ao palco esbanjando simpatia e mostrando que não poderia ter preparado repertório melhor. Após começar com "Welcome", a tradicional música de abertura de seus shows, a banda entrou com "Gardens of the Sinner", do álbum "Power Plant", e a clássica "Heaven Can Wait".

Sem dar fôlego para o público, o Gamma Ray emendou uma música atrás da outra. Os destaques ficaram por conta de "Heavy Metal Universe" e "One With the World", que agitaram ainda mais os fãs presentes.

Conversando com o público, Hansen elogiou os fãs e afirmou estar com saudades da energia dos brasileiros --a banda alemã de heavy metal havia se apresentado pela última vez no país em 2003, junto com o Masterplan. A resposta foi imediata: gritos, aplausos e coro de "Gamma Ray", "Gamma Ray".

Não ficaram de fora da apresentação músicas do novo álbum, "Majestic". Em seqüência, a banda mandou "My Temple", "Fight" e "Blood Religion". O grupo ainda reservou duas surpresas: o baterista Daniel Zimmermann presenteou os fãs com um solo e o Gamma Ray "dividiu" a apresentação de "Rebellion in Dreamland", que foi tocada em duas partes.

No último bis, Hansen pegou com um fã uma bandeira brasileira e a abraçou. O terreno estava mais do que preparado para o final, que trouxe "Send me a Sign" e "I Want Out" -- música do Helloween que Hansen, aliás, havia tocado em sua apresentação com o Angra no início de novembro. Alguns reclamaram da falta de "Man on a Mission", mas o Gamma Ray e a maior parte do público parecem ter saído do Olympia com a sensação de trabalho bem-feito.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

HelloweenHelloween
Uma apresentação épica em Porto Alegre

13 acessosEm 21/02/1990: Gamma Ray lança o álbum debut Heading For Tomorrow0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Gamma Ray"

Power MetalPower Metal
Conheça dez álbuns essenciais do estilo segundo About.com

Kai HansenKai Hansen
Músico escolhe seis discos com guitarras essenciais

Kai HansenKai Hansen
Escolhendo as dez maiores bandas de metal da Alemanha

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Gamma Ray"


Ave, Satan!Ave, Satan!
As dez melhores músicas sobre o Inferno

Fotos de InfânciaFotos de Infância
Gene Simmons, do Kiss, muito antes da fama

SolosSolos
Alguns dos mais bonitos do Heavy Metal

5000 acessosBlack Metal: o lado mais negro da cena brasileira5000 acessosLetras Estúpidas: o que há de mais tosco e vulgar no cenário Rock5000 acessosSeparados no nascimento: Dave Mustaine e um Cocker Spaniel5000 acessosBruno Sutter: explicando, em vídeo, como ser o melhor vocalista do Brasil4366 acessosPhil Anselmo: em vídeo, bêbado e se divertindo com fãs russos5000 acessosSeparados no nascimento: Tuomas Holopainen e Johnny Depp

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.


Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online