Matérias Mais Lidas

imagemO hit da Legião Urbana cuja letra fala sobre esperança de Renato em se curar da AIDS

imagem"Babá de Artista" do Rock in Rio diz que Iron Maiden não dá trabalho e são "gentleman"

imagemMetallica e as duas músicas do "Black Album" que retratam traumas de James Hetfield

imagemA lenda do Rock que se arrepende de nunca ter dormido com Jimi Hendrix

imagemMax e Iggor convidam Jairo, detonam no Rio e alfinetam: "Verdadeiro Sepultura"

imagemNando Reis e a enigmática música que ele queria usar para seduzir Marisa Monte

imagemPodcast diz que prática comum no black metal hoje seria "coisa de esquerdomacho"

imagemTom Morello explica por que o RATM se reúne, mas não lança novas músicas

imagemDez clássicos do rock e do heavy metal que não têm bateria

imagemO hit dos Engenheiros do Hawaii com citação de canção soviética sobre defender a pátria

imagemRoger Waters defende Rússia e China e ataca EUA em entrevista

imagemDinho lembra quando entrevistou Robert Plant sem poder falar sobre Led Zeppelin

imagemQuando Slash tentou entrar pro Kiss mas foi rejeitado por um motivo cruel

imagemPink Floyd: Roger Waters relembra a última vez que viu Syd Barrett

imagemDez músicas que o Iron Maiden nunca tocou ao vivo - Parte I


Stamp

Ripper e eu temos uma relação maravilhosa, afirma Halford

Por Thiago Coutinho
Fonte: Classic Rock Revisited.com
Em 01/11/05

O site Classic Rock Revisited.com conduziu recentemente uma entrevista interessante com Rob Halford, o frontman do JUDAS PRIEST, que falou sobre o vindouro DVD do Priest e de sua relação com seu substituto na banda, Tim "Ripper" Owens, e afirmou: "eu e ele temos uma relação musical e profissional maravilhosa".

Visite o site para ler a entrevista completa, em inglês, ou confira os principais excertos logo abaixo:

Classic Rock Revisited — Quando a faixa-título do álbum "Ressurection" foi lançada, muitos fãs pensaram: "Merda, Rob está começando a soar como o Priest novamente".

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Rob Halford — Esse foi um lançamento deliberado da minha parte para restabelecer uma ponte para que eu voltasse à banda. Eu sentia que era importante mostrar que eu ainda amava e me importava com o metal. E eu de repente comecei a trabalhar com um produtor maravilhoso, o Roy Z, que também é um fã incondicional do Priest, e que mais tarde também acabou sendo o produtor do ‘Angel of Retribution’. Ele realmente gravou as canções de uma forma que foi muito importante para a reunificação. Queria que todos soubessem que o metal ainda era o meu mundo.

Classic Rock Revisited — Ao mesmo tempo, o Priest estava com Ripper Owens. Bem no fundo, isso não o afrontava com relação a você voltar à banda?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Rob Halford — Novamente, essa é uma pergunta sem resposta, não é? Você simplesmente não sabe. Era apenas uma questão de tempo, paciência e ver o que rolava. Eu não tinha qualquer expectativa de que o Priest iria se sentar e esperar por mim. A banda tinha que continuar trabalhando. Demorou um pouco, pois o Ripper não estava lá, mas eles precisavam de tempo para encontrá-lo. E ele veio e fez um grande trabalho. O Ripper é um grande amigo meu. Temos uma relação musical e profissional muito maravilhosa.

Classic Rock Revisited — De verdade?

Rob Halford — Absolutamente. Por que não teríamos?

Classic Rock Revisited — Bem, ele fez o seu trabalho muito bem...

Rob Halford — Ele veio de uma banda tributo ao Priest. Todas as peças se encaixavam. Pessoalmente, acredito que eles fizeram a melhor escolha. Em seu próprio coração, ele estava esperando e tinha esperança por esta reunião. Ele se colocou de lado e ficou feliz como todos ficaram com a reunião do Priest.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Classic Rock Revisited — Fale-nos a respeito do novo DVD.

Rob Halford — Nos divertimos muito no Japão. Não visitávamos o país desde a turnê do álbum ‘Painkiller’. Apenas trouxemos ao DVD o que nossa equipe técnica captou da platéia. Quando olhamos para o material que tínhamos gravado no Budokan — que é muito, muito famoso. Como se fosse o Madison Square Garden de Tóquio. Assistimos a nossas performances e sentimos que tínhamos de dividir isso com nossos fãs. Não é apenas a primeira vez que você vê a banda reunida e ao vivo, mas estávamos em um país que faz parte da comunidade do metal no mundo. Queríamos ter uma referência histórica que esteve ao nosso redor nos últimos 18 meses.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Classic Rock Revisited — Quando você veio a público declarar sua opção sexual, muitos pensaram que este era o fim de sua carreira.

Rob Halford — Não foi e tudo aconteceu maravilhosamente bem, não acha? Acho que isso destruiu um mito sobre os fãs de metal. Mas quando fiz aquele anúncio, nada daquilo foi premeditado. Só 24 horas depois comecei a pensar no fogo se espalhando pelo mundo todo o que essas ramificações seriam. Mas nada negativo aconteceu. Foi como se as pessoas dissessem: ‘nós não nos importamos com isso, queremos mais do que nunca ver o Rob de volta ao Priest’. Os fãs de metal são tão apaixonados e tolerantes quanto qualquer um — provavelmente até mais. Os fãs ainda estão aí, a procura por shows ainda acontece e as vendas dos álbuns também. É maravilhoso vê-los olhar para mim e aceitar minha opção fora da carreira musical.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Dream Theater 2022


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Metralhadora, celebridade algemada: a louca turnê de "British Steel", do Judas Priest

Dez clássicos do rock e do heavy metal que não têm bateria

Max Cavalera diz que deseja trabalhar com Bruce Dickinson e outros dois ícones do metal

Judas Priest: Rob Halford comenta a influência de Led Zeppelin e Queen

Regis Tadeu analisa "Screaming For Vengeance", um dos maiores clássicos do heavy metal

Judas Priest: Produtor relembra rivalidade positiva entre Glenn Tipton e K. K. Downing

Halford ficou jururu ao saber que Judas vai receber "prêmio de consolação" do Rock Hall

Rob Halford relembra as loucuras do passado; "Nós estávamos dançando com a morte"

Rob Halford mostra a imagem mais pesada que você vai ver nesta semana

Metal FC: confira como seria um time de futebol formado por onze ícones do heavy metal

Judas, Megadeth e Van Halen aparecem em lista de "50 piores músicas" de grandes artistas

"O Iced Earth era tão grande quanto o Judas Priest", diz Tim Ripper Owens

Dez hits do heavy metal que podem ser ouvidos por quem não gosta do estilo

Tim Ripper fala sobre a relação com Rob Halford e diz que há respeito mútuo entre eles

Tim Ripper diz que é "chocante" ver que sua história no Judas foi apagada

IGN Music: os álbuns de Metal mais influentes segundo o site

Testament: Por que existem tão poucos gays assumidos no Metal?

Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1984

Mick Jagger: em cerimônia na escola do filho em São Paulo

Oh, não!: clássicos do Rock Heavy Metal e que foram "estragados" pelo tempo


Sobre Thiago Coutinho

Formado em Jornalismo, 23 anos, fanático por Bruce Dickinson e seus comparsas no Maiden. O heavy metal surgiu na minha vida quando ouvi o vocalista da Donzela de Ferro em "Tears of the Dragon", em meados de 1994. Mas também aprecio a voz de pato bêbado do controverso Dave Mustaine, a simplicidade do Ramones, as melodias intrincadas do Helloween, a belíssima voz de Dio ou os gritos escabrosos de Rob Halford. A Whiplash apareceu em minha vida sem querer, acho que seus criadores são uns loucos amantes de rock e acredito que este seja o melhor site de rock do país, sem qualquer demagogia!

Mais matérias de Thiago Coutinho.