[an error occurred while processing this directive]

Matérias Mais Lidas


Summer Breeze 2024

Corey Taylor: "compus quatro riffs em 10 anos"

Por Raphael Heipheiel Barbosa
Fonte: FMQB
Postado em 31 de julho de 2006

Mandy Feingold da FMQB recentemente conduziu uma entrevista com o líder do SLIPKNOT/STONE SOUR Corey Taylor. Um fragmento da entrevista segue abaixo:

FMQB: Esta nova gravação do STONER SOUR é mesmo um tipo de fuga de sua identidade com o SKIPKNOT do que a primeira gravação. É importante pra você manter aquelas duas identidades musicais separadas?

Corey: É, e não é. A razão dos discos soarem da forma como soam é porque na verdade o STONE SOUR tem mais afinidade com o old-school do que qualquer outra coisa. Eu acho que quando a gente fez o primeiro disco do STONE SOUR nós estávamos tentando tudo juntos pra ver no que daria. Com este disco nós sabíamos que nós teríamos uma audiência, e nós sabíamos que as pessoas tinham realmente aceitado as coisas que nos fizemos no primeiro disco. Então nós estávamos tipo: "Vamos retroceder ao básico, se nós compomos alguma cosia e nós aceitamos isso, não importa quão variado ficou, nós lançamos. Foi assim que o disco foi feito, e é assim que a banda é.

Slipknot - Mais Novidades

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 1

FMQB: O quê você adquiriu tocando na STONER SOUR que você não adquiriu na SLIPKNOT?

Corey: Tudo, vamos por ondem: SLIPNOT ainda é muito raiz no gênero do metal. É obscuro. E isto é uma das partes da minha personalidade e uma parte das coisas que eu gosto de fazer. O estilo da STONE SOUR me permite fazer tudo mais, e é isso o que é tão legal. Eu sei definitivamente que é por este motivo que nós voltamos a isso.

FMQB: Você acha que as bandas tem suas bases de fãs diferentes?

Corey: Eu acho que na verdade existem três tipos diferentes de grupos de pessoas: Há as pessoas que realmente amam SLIPKNOT e nem se importam com a STONE SOUR. Há as pessoas no intermediário que gostam de ambas. E há outras que realmente aceitam a STONE SOUR e nem se importam com a SLIPKNOT. Então eu tenho o melhor de tudo agora. Eu estou realmente em um bom lugar. Nós temos muitos fãs que tiveram que fazer uma decisão, e é isso que você quer no final do dia. Você quer que as pessoas ou amem ou odeiem, mas não deixem de lado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 2

FMQB: Quando você compõe uma música já sabe se é para o STONE SOUR ou para o SLIPKNOT?

Corey: Quando eu componho uma música é garantido que será do STONE SOUR, porque têm mais a ver com o estilo que eu componho. Com a SLIPKNOT todo mundo na banda é muito bom tecnicamente e eu apenas apoio e executo. Você sabe, eu levarei as letras, todas são boas. Eu acho que nesses 10 anos que eu estou na SLIPKNOT, eu compus quatro riffs. Mas na STONE SOUR há muito mais que um acordo. Até as coisas mais pesadas, tem mais fluidez. É aí que meu estilo musical se encaixa. Quando eu componho alguma coisa com uma guitarra, eu sei exatamente que é música para a STONE SOUR.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 3

Em relação à letra a coisa é um pouco diferente. Minha tendência é deixar a música ditar onde eu vou compor, e se a música não é minha, então posso ser levado a outro caminho. Quando Paul (Gray) e Joey (Jordison) me trazem um coisa, obviamente será uma música do SLIPKNOT. Quando Jim (Root) e Josh (Rand) me trazem algo, provavelmente será do STONE SOUR. Mas quando eu apenas sento para compor letras, eu realmente não tenho idéia para qual bandas servirá. Eu posso ouvir alguma coisa que o Paul e Joey fizeram, então vou em frente, "sabe como é, eu escrevo coisas por volta de um ano que poderiam encaixar com aquilo", então isto é realmente uma incerteza.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 4

Leia a entrevista inteira no link abaixo.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp


publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Luan Lima | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

 
 
 
 

RECEBA NOVIDADES SOBRE
ROCK E HEAVY METAL
NO WHATSAPP
ANUNCIAR NESTE SITE COM
MAIS DE 4 MILHÕES DE
VIEWS POR MÊS