Gilby não vê problemas em tocar com o Guns

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Rafael Gonçalves, Fonte: Here Today Gone To Hell
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 31/08/06. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Membros dos fóruns HereTodayGoneToHell.com e GunsNRoses.gr conduziram recentemente uma entrevista com o ex-GUNS N´ROSES e atual guitarrista do SUPERNOVA Gilby Clarke. Seguem alguns trechos:

1182 acessosGuns N' Roses: os 30 anos de Appetite na capa da nova Kerrang!5000 acessosSlayer: Araya fala sobre fé e sua relação com o cristianismo

P: Em 1993, você esperava fazer um novo álbum com o GUNS do jeito que a banda estava?

Gilby: Se eu esperava? Não! (risos). Eu sabia que a banda estava com os dias contados. Por isso, eu comecei a trabalhar no meu álbum solo. Conversando e avaliando as atitudes de Axl [Rose] na estrada, eu pude perceber que ele estava querendo dar um rumo diferente às coisas.

Eu cheguei a entregar um monte de músicas de guitarra para Axl e Slash, mas eles simplesmente ignoraram. Foi quando eu decidi fazer meu disco solo.

P: Você se vê de novo no GUNS N' ROSES, ou isso é coisa do passado?

Gilby: Eu não fechei a porta para essa possibilidade, porque eu amo a música do GUNS, e eu ainda acho a banda muito poderosa. Eu acho que Axl está fazendo o que ele precisa fazer, se ele quer continuar com a banda, é assunto dele. Eu tocaria com qualquer um dos caras sem problemas. Não seria por dinheiro, espero que nem para eles. È a mesma coisa de quando eu toquei no MC5, aquilo significava trazer a música a uma geração que não a conhecia do jeito certo. É por isso que venho tocando mais músicas do GUNS no meu set, coisa que eu não fazia antes.

P: Que direção o GN´R estava seguindo quando vócê deixou a banda?

Gilby: Na realidade não havia direção alguma.

P: Como você imaginaria uma possível reunião do GUNS N' ROSES? Com o lineup do "Appetite for Destruction" ou o dos "Use your Illusion" (com você)?

Gilby: Acho que se acontecer um dia, é lógico que todo mundo vai querer ver a formação original, com Izzy [Stradlin] e Steven [Adler], mas o fato é que Steven não conseguiria tocar as músicas que Matt [Sorum] gravou, nem as que ele próprio gravou. Portanto, Matt seria o baterista. Obviamente, eu sei que eles escolheriam Izzy antes de mim. Somente se Izzy recusasse o convite, eu seria chamado. Bem, é o que eu espero (risos). Teríamos que avaliar as circunstâncias, mas como eu disse, eu amo tocar aquelas músicas. É engraçado falar sobre isso, mas nós realmente não temos respostas.

P: Então, quais são suas expectativas quanto ao SUPERNOVA?

Gilby: Eu espero que seja algo grande, que nós possamos vender um milhão de discos, para tocar em estádios. Você sabe, é uma banda dos sonhos, Tommy Lee é um dos maiores bateristas do rock, Jason [Newsted] é um dos maiores baixistas. Essa é uma oportunidade que não aparece freqüentemente. eles podiam ter escolhido qualquer outro cara, mas eles escolheram a mim. Poderiam ter chamado o Slash, mas chamaram a mim. Me sinto muito bem quanto a isso.

P: Por que vocês escolheram um Reality Show para encontrar um vocalista? É um sinal dos novos tempos na indústria musical?

Gilby: Sim, os tempos mudaram. Não tínhamos o poder da televisão antigamente. Se tívéssemos, teríamos usado. Reality TV faz parte do futuro, as pessaos se cansaram de assistir as mesmas coias de sempre. É algo imprevisível, de certo modo. Mas eu, Jason e Tommy estamos preocupados com a banda, não com TV. TV é assunto pro pessoal da TV.

Acho que é uma bela maneira de se achar um vocalista. Se ficássemos quebrando a cabeça até achar o vocalista ideal, não acharíamos ninguém. É ótimo ver um monte de gente que nós não veríamos se fossem outras as circunstâncias. Eu adoraria que todo mundo tivesse essa chance. Acredite, o VELVET REVOLVER adoraria ter essa chance até que eles encontraram Scott [Weiland]. É maravilhoso.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Guns N RosesGuns N' Roses
Banda vai comemorar 30 anos do "Appetite"

1182 acessosGuns N' Roses: os 30 anos de Appetite na capa da nova Kerrang!2483 acessosWagner Nascimento: Tocar como o Slash?? Muito fácil!!0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Guns N' Roses"

CuriosidadesCuriosidades
Quarenta fatos inacreditáveis sobre artistas de rock

RockstarsRockstars
Veja algumas fotos antes da fama - parte 1

MotörheadMotörhead
Vídeo da jam de "Ace of Spades" com Slash

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Guns N' Roses"0 acessosTodas as matérias sobre "Supernova"

SlayerSlayer
Araya fala sobre fé e sua relação com o cristianismo

AngraAngra
Banda errou na escolha de Fabio Lione?

Separados no nascimentoSeparados no nascimento
Ozzy Osbourne e Renato Aragão

5000 acessosNikki Sixx: "transei com a mulher do Bruce Dickinson"5000 acessosMetallica: os motivos da saída de Jason Newsted5000 acessosDave Mustaine: Maroon 5 o deixou boquiaberto5000 acessosZakk Wylde para Phil Anselmo: "o que você está fazendo, cara?"5000 acessosPower metal: os 10 discos essenciais segundo o TeamRock5000 acessosRoger Waters: acusado de plágio, novo disco não está sendo vendido na Itália

Sobre Rafael Gonçalves

Mineiro de Juiz de Fora, nascido em 1985, graduando em Administração de Empresas, leitor do Whiplash! desde 2001, guitarrista mediano. Teve seus primeiros contatos com o Rock na infância, com Legião Urbana, Raul e Pink Floyd. Porém foi somente aos 14 anos que teve os cabelos da nuca arrepiados ao ouvir uma bolachinha chamada Appetite for Destruction, de um tal Guns N´Roses. Desde então, o hard rock e o heavy metal são parte integrante e indispensável de sua vida. Mas como sabe que só existem dois tipos de música (a boa e a ruim), curte também progressivo, rock nacional, blues e até um punk rock de vez em quando.

Mais matérias de Rafael Gonçalves no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online