Canadá quer preservar o álbum 2112, do Rush

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por César Enéas Guerreiro, Fonte: Jam! Music
Enviar Correções  

O site JAM! Music informa que as experiências com o prog-rock da banda Rush estão entre as obras de arte que devem ser preservadas para as futuras gerações, diz um comitê encarregado de preservar o que há de melhor da cultura canadense na televisão, no rádio, no cinema e na música.

O álbum "2112", de 1976, uma mistura única de rock clássico com sintetizadores que tornou o RUSH uma sensação, tanto no Canadá quanto nos Estados Unidos, é um dos trabalhos escolhidos como "MasterWorks" [Obras Primas] pela fundação "Audio-Visual Preservation Trust".

publicidade

Essa associação do setor privado cuida da proteção da arte clássica canadense e seleciona, a cada ano, uma dúzia de trabalhos para serem preservados, oferecendo fundos para aqueles que estão em perigo de serem perdidos.

Entre os escolhidos deste ano está também aquele que é considerado o primeiro hit "caseiro" da TV, "The Pig & Whistle". "Estamos empolgados coma seleção deste ano e aplaudimos os jurados por terem redescoberto estas importantes jóias de nosso passado", diz Stephen Ellis, presidente em 2006 da comissão MasterWorks, num comunicado à imprensa. "A preservação dessas obras escolhidas é muito importante para a cultura canadense. Sem os MasterWorks, as futuras gerações poderiam perder essas extraordinárias janelas para o passado", acrescentou o presidente da fundação David Novek.

publicidade

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Bateria: Neil Peart derrota John Bonham em lista dos melhores de todos os temposBateria
Neil Peart derrota John Bonham em lista dos melhores de todos os tempos

Rush: Ouça o baixo isolado de Geddy Lee no clássico Tom SawyerRush
Ouça o baixo isolado de Geddy Lee no clássico "Tom Sawyer"

Rush: Geddy Lee explica por que eles não tem músicas inéditasRush
Geddy Lee explica por que eles não tem músicas inéditas

Rush: o segredo para durarem tanto sem mudar de formação, segundo Geddy LeeRush
O segredo para durarem tanto sem mudar de formação, segundo Geddy Lee

Neil Peart: eleito melhor músico Prog de todos os tempos em votação recordeNeil Peart
Eleito melhor músico Prog de todos os tempos em votação recorde

Rush: Uma das melhores biografia finalmente será lançada no Brasil

Rush: Geddy Lee escolhe melhor e pior álbum da bandaRush
Geddy Lee escolhe melhor e pior álbum da banda

Lars Ulrich: quem foi melhor, John Bonham ou Neil Peart?Lars Ulrich
Quem foi melhor, John Bonham ou Neil Peart?

Rush: em raras entrevistas, os 3 falam sobre a quase rejeitada Tom SawyerRush
Em raras entrevistas, os 3 falam sobre a quase rejeitada "Tom Sawyer"

Rush: A banda em 20 músicas definitivas segundo o site uDiscover MusicRush
A banda em 20 músicas definitivas segundo o site uDiscover Music


Billy Sheehan: relembrando o dia em que tocou com o RushBilly Sheehan
Relembrando o dia em que tocou com o Rush

Sebastian Bach: felizão por achar raridades em vinil do RushSebastian Bach
Felizão por achar raridades em vinil do Rush


Guns e Sabbath: semelhança entre Zero the Hero e Paradise CityGuns e Sabbath
Semelhança entre "Zero the Hero" e "Paradise City"

Batom, laquê...: Como formar uma banda de Hard Rock em 69 liçõesBatom, laquê...
Como formar uma banda de Hard Rock em 69 lições


Sobre César Enéas Guerreiro

Nascido em 1970, formado em Letras pela USP e tradutor. Começou a gostar de metal em 1983, quando o KISS veio pela primeira vez ao Brasil. Depois vieram Iron, Scorpions, Twisted Sister... Sua paixão é a música extrema, principalmente a do Slayer e do inesquecível Death. Se encheu de orgulho quando ouviu o filho cantarolar "Smoke on the water, fire in the sky...".

Mais informações sobre César Enéas Guerreiro

Mais matérias de César Enéas Guerreiro no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin