"CD está quase pronto", diz guitar do Manowar

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ana Paula Savioli, Fonte: Blabbermouth
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 11/11/06. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

O site sueco Metalshrine recentemente conduziu uma entrevista com o guitarrista do MANOWAR, Karl Logan. Seguem alguns excertos da conversa:

981 acessos"True-metal" comercial?: É porque você não conhece Manowar!5000 acessosContra-baixo: as melhores introduções do Heavy Metal

Metalshrine: Quanto do álbum de estúdio já está pronto? Tudo? Vocês já mixaram?

Karl: O álbum está quase pronto. Quando eu me machuquei, nós tivemos que escutá-lo e, na verdade, eu estou quase feliz por ter acontecido assim. Pegamos o álbum e achamos que estava forte, mas na verdade escutamos de novo e dissemos “e se fizermos isso aqui e aquilo ali?”. Mudamos algumas músicas, aumentamos algumas, diminuímos outras e chegamos a todo esse conceito que vai explorar os “Deuses da guerra” e deuses em geral. Mitologia nórdica, grega, romana, que seja, e isso vai continuar numa série de álbuns e lançamentos. Todo esse grande conceito. Na verdade isso ficou maior do que originalmente era.

Metalshrine: Como vocês trabalham quando fazem um álbum? Vocês trabalham sozinhos e aí trazem as coisas uns para os outros?

Karl: É, normalmente trabalhamos sozinhos, acredite ou não, porque cada um tem seu estúdio, estúdios tão pequenos quanto um estúdio pode ser, e aí nós temos uma idéia e o Joey [DeMaio, baixo] e eu escrevemos as partes melódicas e achamos que uma música está 90% terminada quando a levamos para todos como conjunto. Quando o Eric [Adams, vocal] e o Scott [Columbus, bateria] chegam, eles podem ouvir uma música de um jeito completamente diferente e no final do dia ela pode estar só 10% terminada, porque fazemos muitas mudanças nela. Cada música é diferente.

Metalshrine: E o seu acidente de moto? Pelo que me lembro foi bem feio.

Karl: É, eu tive uma lesão num nervo do braço esquerdo. É o nervo engraçado dos ossos e quando você o machuca, ele controla todos os nervos do seu braço, então o braço inteiro fica fraco. Eu não conseguia mover os dedos no braço da guitarra. O única jeito de curar é, literalmente, tempo e repouso. Então levou de 4 a 4 meses e meio para isso acontecer e aí para reabilitar meu braço devagar e me concentrar no básico e tal. Não é como quando você sofre um acidente na espinha ou quando tem que aprender a andar, mas só pôr meus dedos em forma de novo. Agora está 100% e eu, na verdade, acho que estou tocando melhor porque fui forçado a tirar umas férias e não tocar guitarra por 4 meses e simplesmente limpar a cabeça. Acho que estou tocando melhor que nunca se você ouvir o novo álbum e o som nele. Ele fala por si mesmo. Mandei fazer 2 guitarras novas e nós vamos vendê-las no nosso site. Elas estão sendo feitas em Las Vegas por Ed Roman, que é famoso por fazer a manufaturar guitarras, à mão. Então se você visitar nosso site e quiser comprá-las, elas ainda não estão disponíveis, mas quando ficarem disponíveis você poderá comprar a mesma cópia que eu estou tocando. Então quando você ouvir o som, é o maior som de guitarra que já tivemos. Elas têm um som massivo!

Metalshrine: Vocês parecem ter fãs realmente dedicados. E vocês sempre pareceram ter uma base de fãs gigante na Alemanha mais que em qualquer lugar. Vocês têm alguma idéia do porquê é assim? Porque a Alemanha não é um país em que eu penso quando penso em música legal. Claro, tem o Scorpions e o Accept, mas além disso não tem muita coisa boa vindo da Alemanha.

Karl: Talvez seja por isso! Talvez porque quando eles escutam alguma coisa e estão com fome dela, eles a apreciam. Mas não é só na Alemanha. Em todo país que vamos os fãs são raivosos. Tocamos em Istambul, na Turquia, no ano passado pela primeira vez e não sabíamos o que esperar. E os fãs estavam simplesmente loucos lá como são em qualquer lugar. Nossos fãs são os melhores do mundo e acho que a razão disso é porque os honramos. Nós realmente os amamos e respeitamos. Daremos duas machadinhas Harley customizadas nessa próxima turnê, e quando tocarmos na Alemanha, qualquer fã que venha de outro país, só pelo esforço e pelo tempo e a viagem, se eles forem ao caminhão da lojinha e apresentarem o passaporte, levarão uma camiseta de graça. Isso é só algo extra para os fãs. Algo que queremos dar e dizer obrigado, porque nos sentimos mal por atrasar a turnê e o álbum e por essas coisas ruins que infelizmente acontecem. E sempre tentamos pensar em algo novo para honrar nossos fãs.

Leia a entrevista inteira neste link.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Manowar, Joan Jett e outrosManowar, Joan Jett e outros
Gravando Rap antes do New Metal?

981 acessos"True-metal" comercial?: É porque você não conhece Manowar!1152 acessosManowar: Ross The Boss se junta ao The Rods0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Manowar"

ManowarManowar
Você acha as fotos da década de 80 ridículas?

ManowarManowar
Dez fotos que não são agradáveis de se ver

Heavy MetalHeavy Metal
Quais as 10 melhores vozes da história?

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Manowar"

Contra-baixoContra-baixo
As melhores introduções do Heavy Metal

HumorHumor
Você está ouvindo rock progressivo demais quando...

Rolling StoneRolling Stone
As melhores faixas que fazem parte de álbuns ruins

5000 acessosIron Maiden: Nado sincronizado ao som de "The Trooper"5000 acessosAngra e Detonator: "Sem nenhuma dúvida, esse cara comprou a mídia!"5000 acessosGuitarristas: você consegue identificar todos nesta imagem?5000 acessosGangnam Style: uma versão bem mais pesada do clássico5000 acessosNicko McBrain: "Imagine eu tocando Run to the Hills com 73 anos!"5000 acessosGibson: os 10 maiores bateristas de todos os tempos

Sobre Ana Paula Savioli

Uma pessoa estranha que estuda Letras/Inglês na PUC-SP e pretende trabalhar como tradutora e intérprete - não só de inglês, mas também de francês, alemão e quantas línguas mais conseguir aprender. É uma grande (ou melhor, maníaca e assassina!) fã de Helloween, Pink Cream 69 e Gotthard, mas gosta da boa música em geral, sem preconceitos e rótulos.

Mais matérias de Ana Paula Savioli no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online