Dave Mustaine: "posso entrar para a política"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por LC Pereira, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 17/05/07. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

David Berlin, da Union-Tribune conduziu recentemente uma entrevista com o líder do MEGADETH, Dave Mustaine. Um pedaço da conversa segue abaixo:

3333 acessosMegadeth: cinco vezes onde a banda foi melhor que o Metallica5000 acessosA Vida Pós-bilau: vocalista do Life of Agony abre o jogo

- Sobre a faixa "Amerikhastan" do “United Abominations”, cuja letra diz: "… A roaring lion is about to be unleashed on Earth / Hey, Jihad Joe? Guess what? We're coming to get you!” ("Um leão que ruge está pronto para ser solto sobre a Terra/ Ei, Jihad Joe? Adivinhe. Nós viremos pegar vocês!”)

“Eu não estou dizendo que é bom, mau ou indiferente. Estou apenas relatando as coisas como são. Terão aqueles que me chamarão com nomes pejorativos e outros que dirão que sou um gênio. E alguns que não conhecem minhas palavras olharão ao redor e me agradecerão pelo que digo".

- Sobre morar em Fallbrook, California:

“Eu amo morar em San Diego. Eu tenho um sonho de um dia ter a Dave Mustaine High School (Colégio Dave Mustaine) em La Messa ou algo parecido. Ou inaugurar um hospital para tratamento de coração ou de crianças, pois eu amo este lugar”.

“Se isso significa que eu terei que concorrer para um cargo público a fim de que alguma coisa como isso aconteça, eu acho que provavelmente terei que esperar pelo meu sonho".

- Sobre não querer que sua mensagem seja mal interpretada:

“O que eu estou dizendo é que há muita coisa acontecendo que nós ajudamos a criar, e muitos americanos não sabem disso".

“Tome como exemplo [a canção] 'Washington is next': não é sobre o Apocalipse, mas sobre a história Mundial. Todas as forças do mundo estão falindo em alguns aspectos e Washington é a próxima. É inevitável".

“Eu não ando por aí com uma camiseta que diz qualquer coisa negativa sobre qualquer um de nosso Presidentes. Eu não concordo com um monte de coisas que ele [o Presidente Bush] tem feito. Até porque nós estamos no Iraque neste momento, eu não tenho todas as informações. Eu sei que algumas coisas que eles disseram é verdade e algumas são realmente difíceis de se acreditar".

“Mas isto eu sei que é verdade. Nós estamos lá. E nosso militares precisam ser amparados. E você sabe o que eu faço? Eu os amparo. Eu não me importo se você nunca mais comprar meus discos por causa disto”.

“Eu sou patriota. Eu amo nosso país. Gostaria de poder colaborar para fazer mais por aquilo no qual nossos políticos estão envolvidos".

“Mas ninguém votaria em mim porque eles começariam a olhar para o meu passado. Muitos diriam que fui um drogado, bêbado ou [que eles] estiveram pelados com Dave em algum ponto do passado. Seria muito fácil para as pessoas intolerantes dizerem 'Ei, este não é o tipo de pessoa que nós queremos na Casa Branca'".

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

MegadethMegadeth
Cinco vezes onde a banda foi melhor que o Metallica

3044 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa504 acessosMarty Friedman: ouça "Miracle", single do novo álbum solo3507 acessosMetallica: e se James Hetfield cantasse no Megadeth?0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Megadeth"

Kiko LoureiroKiko Loureiro
Os seus 5 solos preferidos de todos os tempos

MegadethMegadeth
Recadinho provocante da vocal do Huntress

Thrash MetalThrash Metal
Os melhores álbuns de 1983 a 2016

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Megadeth"

A Vida Pós-bilauA Vida Pós-bilau
Vocalista do Life of Agony abre o jogo

Em 03/02/1959Em 03/02/1959
Três ícones do rock morrem em acidente aéreo

Simplicidade é para os falsosSimplicidade é para os falsos
O nome de banda mais complicado do mundo

5000 acessosEm 20/08/2005: Iron Maiden é atacado com ovos no Ozzfest5000 acessosCinema: o melhor e o pior dos rockstars em filmes5000 acessosOs Trapalhões: uma homenagem ao Heavy Metal em 19855000 acessosMotley Crue: Vince dá sua versão do racha da banda em 19923498 acessosIron Maiden: visita às locações do video "Can I Play with Madness?"5000 acessosBill Ward: "Eu sou o baterista do Black Sabbath"

Sobre LC Pereira

LC Pereira começou a ter preferência pelo rock já com 17 anos, por influência de amigos. Até que escutou o lendário álbum Powerslave da banda britânica Iron Maiden, e tudo mudou. A partir daí vieram o hard rock, o melódico, etc., e ele decidiu que o heavy metal seria uma de suas maiores paixões, assim como a literatura, a poesia e uma boa cerva gelada. Sete anos se passaram desde a primeira audição do álbum e LC trabalha atualmente como professor de Inglês e também como tradutor.

Mais matérias de LC Pereira no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online