Children Of Bodom: um guitar hero ainda humilde

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fabio Miojo Reis, Fonte: Brave Words, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

A seguir uma parte de uma entrevista com o CHILDREN OF BODOM na edição nº110 da BW&BK (Brave Words & Bloody Knuckles, revista canadense de Heavy Metal), a sair em Abril.

O tempo não para: fotos do antes e depois de alguns rockstarsOrtografia: como deveriam realmente se chamar as bandas?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Como guitarrista do CHILDREN OF BODOM, o líder Alexi Laiho é tido como um dos melhores de sua geração. Ele continua modesto, entretanto, e realmente duvidoso da sugestão de alguns fãs que o tem como deus da guitarra. Ele continua o fã de metal que não acredita que ele fez uma foto para a capa da Guitar World Magazine com Steve Vai e Zakk Wylde (em 2005) ou que tocou no mesmo palco que Jeff Waters.

"'Guitar Hero' é um termo que eu não usaria para me descrever", diz Laiho. "É ótimo se alguém gosta de me ver tocando e é gratificante, mas foi loucura fazer fotos com Steve Vai e Zakk Wylde. E estar no palco com Jeff Waters e o Annihilator foi ótimo. Eu sou fã do Annihilator desde que era criança e sempre foi um dos meus guitarristas favoritos, então fazer um album de Metal e estar no palco com ele tocando "King of the Kill" foi maravilhoso. Agora esses caras são fodas e eles sempre foram meus ídolos. É ótimo quando você é reconhecido depois de anos e anos de prática e trabalho duro. É muita loucura, na verdade, mas é melhor não pensar muito nisso. Quando você chega no ponto de se chamar de Guitar Hero, você acabou."

Herói ou não, Laiho pensa só em tocar guitarra. Ele apareceu em outras produções nos últimos anos oferecendo alguns riffs ou solos, mas tomou cuidado para não se vender.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Depende da situação", ele fala sobre suas escapadas do Bodom. "Óbviamente eu gosto de tocar com pessoas diferentes, e eu simplesmente gosto de tocar em geral. Sobre a idéia de músico convidado, não é algo que faço por dinheiro; eu faço isso pelas bandas que eu realmente gosto ou por amigos meus. Eu tive de dizer não para muita coisa porque havia muita coisa em cima de mim. Bandas que eu nem conhecia estavam me oferecendo dinheiro para tocar em seus albuns e eu disse para eles que esse não era o caso. Para mim, nunca foi pelo dinheiro".




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Guitar Hero"Todas as matérias sobre "Children Of Bodom"


Children of Bodom: Alexi Laiho classifica álbuns da banda do pior ao melhorChildren of Bodom
Alexi Laiho classifica álbuns da banda do pior ao melhor

Children Of Bodom: Natal, comilança, álcool e chutes no sacoChildren Of Bodom
Natal, comilança, álcool e chutes no saco


O tempo não para: fotos do antes e depois de alguns rockstarsO tempo não para
Fotos do antes e depois de alguns rockstars

Ortografia: como deveriam realmente se chamar as bandas?Ortografia
Como deveriam realmente se chamar as bandas?


Sobre Fabio Miojo Reis

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280