AC/DC: "um álbum de Rock gravado no estúdio do Bon Jovi"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por André Biasuz, Fonte: Daily Telegraph, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

Enquanto o AC/DC domina as paradas mundiais com seu primeiro álbum em oito anos, um antigo membro da banda não foi convidado para a festa.

AC/DC: Chris Slade volta a se referir a si mesmo como o atual baterista da bandaLegião Urbana: a versão de Renato Rocha sobre a sua saída

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O baterista original, Colin Burgess, que divide um pequeno apartamento com seu tio e seu sobrinho, admite que se pergunta às vezes como seria estar comandando as baquetas da banda.

"Financeiramente, estou tendo alguns problemas, mas nada sério", ele diz. "É nessas horas que eu não me importaria em voltar para o AC/DC. Mas é o amor e não o dinheiro que faz o mundo girar", explica.

Burgess, chutado da banda em 1974 por tocar bêbado, compara o novo álbum, "Black Ice", com um trabalho pop-rock do BON JOVI. "Eles tentaram fazer um album de rock'n'roll num estúdio do Bon Jovi e, pra mim, isso simplesmente não funciona".

Burgess foi um dos membros fundadores da lendária banda australiana, criando o grupo com Malcolm Young em 1973 depois que deixou o MASTERS APPRENTICES.

Ele insiste que era inocente de qualquer mal-comportamento no palco, dizendo que sua bebida teria sido adulterada [nota: o termo em inglês se refere a drinks batizados às escondidas com ulgum remédio ou droga]. "Eu sei que dizem que eu estava bêbado, mas isso é mentira. Para vocês garotos que tem suas bebidas mexidas, eu entendo pelo que vocês estão passando, porque aconteceu comigo. Todos me olhavam como se eu fosse o beberrão, e eu fui tirado da banda. Eu não desejaria o que passei pra ninguém".

AC/DC é uma das maiores bandas do mundo, tenho vendido mais de 200 milhões de álbuns em 35 anos de carreira. Uma revista financeira internacional estimou os lucros da banda até 2007 em 12 milhões de dólares.

"Black Ice", o novo álbum, já é um sucesso maciço pelo mundo e número um nas paradas australianas.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "AC/DC"


AC/DC: Chris Slade volta a se referir a si mesmo como o atual baterista da bandaAC/DC
Chris Slade volta a se referir a si mesmo como o atual baterista da banda

Sucesso: gráfico em vídeo mostra artistas mais vendidos de 1969 a 2019Clube da Música: 10 bandas de Rock/Metal mais acessadas do YouTube (vídeo)

Rush e AC/DC: poucos sabem as verdadeiras formações originaisRush e AC/DC
Poucos sabem as verdadeiras formações originais

Cinema: 5 filmes clássicos do Rock e seus títulos em versão brasileiraCinema
5 filmes clássicos do Rock e seus títulos em "versão brasileira"

AC/DC: a primeira reação de Brian Johnson ao saber de problema de audiçãoAC/DC
A primeira reação de Brian Johnson ao saber de problema de audição

Anthrax: após realizar sonho no Rock in Rio, banda recria foto do AC/DC em 1985Anthrax
Após realizar sonho no Rock in Rio, banda recria foto do AC/DC em 1985

Karl Golden: AC/DC, riffs e solos essenciais da bandaRock In Rio 1985: História & Bastidores - Parte 1 (vídeo)Entrevista: Martin Popoff, a máquina de escrever do rock/metal

AC/DC: as 10 piores músicas de todos os temposAC/DC
As 10 piores músicas de todos os tempos

Raining Rudd: e se Phil Rudd fosse baterista do Slayer?Raining Rudd
E se Phil Rudd fosse baterista do Slayer?


Legião Urbana: a versão de Renato Rocha sobre a sua saídaLegião Urbana
A versão de Renato Rocha sobre a sua saída

Hall Of Shame: as melhores músicas ruins da história do MetalHall Of Shame
As melhores músicas ruins da história do Metal


Sobre André Biasuz

Com 5 anos já incomodava seus pais com uma guitarra de brinquedo verde lilas muito hard rock. Ainda se lembra do dia que, com 13 anos, seu amigo o apresentou à donzela de ferro. Hoje, depois de varias tentativas frustadas de matar os vizinhos com seu alto grau de excelência guitarrística, deixou um pouco de lado as 6 cordas e estuda Automação Industrial na faculdade. Tem 19 anos e ouve muito Iron Maiden, Dream Theater, Megadeth, Metallica, Arch Enemy, Rammstein, Pantera e Black Sabbath.

Mais matérias de André Biasuz no Whiplash.Net.

adGoo336