Possessed: detalhes sobre doença e acidente de Becerra

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Leo Kreator, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar Correções  

O POSSESSED cancelou sua aparição no festival Way Of Darkness III que acontecerá de 2 a 4 de outubro em Bamberg, Alemanha. De acordo com o baterista do grupo, Emilio Marquez (que também toca na californiana SADISTIC INTENT), o único membro original restante Jeff Becerra (vocais), que está em cadeiras de rodas há mais de 18 anos - desde que foi baleado e ficou paralítico em um roubo - estava sofrendo de "uma infecção sanguínea que começou por causa de escaras [ferimentos na pele comuns em doentes obrigados a ficar em uma mesma posição sentados ou deitados]... a condição de Jeff se tornou muito séria."

Metal Against Coronavirus: Projeto visa levantar fundos na luta contra coronavírus

Dave Mustaine: Maroon 5 o deixou boquiaberto

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Becerra ficou doente enquanto estava em turnê pela Europa se preparando para o festival Hole In The Sky, que aconteceu entre 27 e 30 de agosto em Bergen, Noruega. Uma úlcera de pressão foi infectada na viagem, que foi descrita como "uma turnê muito ambiciosa" para uma pessoa saudável, e ainda mais para uma pessoa com várias necessidades especiais, mas Jeff se sentiu obrigado a seguir a agenda rigorosa. A infecção atingiu seus ossos, e logo ele não conseguia mais se mover. A banda levou-o às pressas a um hospital em Helsinki que levou-o de avião à Paris para cuidados médicos, mas os doutores parisienses não queriam lidar com um americano tão doente e ele foi levado de avião para Los Angeles onde passou quase 20 dias num hospital sob forte doses de antibióticos.

Na edição de outubro de 2008 da revista Guitar World, o frontman do POSSESSED Jeff Becerra falou francamente sobre o tiroteio que deixou-o paralítico do peito para baixo, sua batalha contra as drogas e o álcool, os primeiros dias da cena de thrash metal Bay Area e seu futuro como um frontman cadeirante para a lenda do death metal.

Sobre o assalto que deixou-o paralítico, Becerra disse: "A primeira bala entrou no meu peito mais ou menos 6 polegadas acima do mamilo, atravessou o pulmão e se alojou dentro da minha espinha. Enquanto eu caía eu levantei a minha mão, e a segunda bala arrancou a ponta do meu dedo anelar. Mas pelo menos não me acertou na cabeça. Então eu estava no chão, e o primeiro cara colocou a arma na minha cabeça e puxou o gatilho, e a arma travou - para minha sorte, alguns criminosos não sabem limpar suas armas automáticas."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre tocar no festival Wacken Open Air de 2007 na Alemanha, Becerra disse à Guitar World: "O show foi surpreendente, e foi uma ótima maneira de eu voltar à cena - mas eu estava apavorado, tremendo no palco na frente de em torno de 60.000 pessoas. Foi muito emocionante para mim voltar lá, e eu realmente esperava que as pessoas não olhassem para a cadeira e dissessem 'pobre Jeff'. Eu não queria fazer de tolos nem a mim nem o nome do POSSESSED - eu não queria perder a única coisa que eu já fui, sabe?"

A Guitar World postou trechos exclusivos da entrevista e novas fotos de Jeff neste link.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Metal Against Coronavirus: Projeto visa levantar fundos na luta contra coronavírus


Metal: dez álbuns provam que 1986 foi o ano do ThrashMetal
Dez álbuns provam que 1986 foi o ano do Thrash

Heavy Metal: os 10 melhores EPs de todos os temposHeavy Metal
Os 10 melhores EPs de todos os tempos


Dave Mustaine: Maroon 5 o deixou boquiabertoDave Mustaine
Maroon 5 o deixou boquiaberto

MTV: experts indicam as maiores bandas de Heavy MetalMTV
Experts indicam as maiores bandas de Heavy Metal


Sobre Leo Kreator

Leo é estudante de Processamento de Dados na FATEC-SP. Trabalha como programador e dedica uma parte de seu tempo livre tocando bateria na banda de thrash metal paulistana Lanasters (que está atualmente tentando voltar à ativa...). Gosta de ouvir música BOA, mas de preferência metal - dos sub-gêneros NWOBHM, thrash, death ou black.

Mais matérias de Leo Kreator no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL Cli336x280