Matérias Mais Lidas

Metallica: James Hetfield está cético sobre vacina e é contra passaporte vacinadoMetallica
James Hetfield está cético sobre vacina e é contra "passaporte vacinado"

Mayhem: banda lançará EP em julho, com cover do Ramones; confira capa e tracklistMayhem
Banda lançará EP em julho, com cover do Ramones; confira capa e tracklist

Inglaterra: 25 grandes bandas de rock e metal que não são de LondresInglaterra
25 grandes bandas de rock e metal que não são de Londres

Loudwire: o pior álbum de 25 grandes bandas de rock e heavy metal, por Joe DivitaLoudwire
O pior álbum de 25 grandes bandas de rock e heavy metal, por Joe Divita

Yngwie Malmsteen: guitarrista anuncia novo álbum Parabellum e libera single; ouçaYngwie Malmsteen
Guitarrista anuncia novo álbum "Parabellum" e libera single; ouça

Sepultura: Iggor explica como criou bateria de Refuse/Resist, unindo metal e sambaSepultura
Iggor explica como criou bateria de "Refuse/Resist", unindo metal e samba

Pantera: há 25 anos, era lançado The Great Southern Trendkill, álbum mais extremo da bandaPantera
Há 25 anos, era lançado "The Great Southern Trendkill", álbum mais extremo da banda

Pensilvânia: do rock and roll ao death metal, 10 grandes bandas que surgiram no estadoPensilvânia
Do rock and roll ao death metal, 10 grandes bandas que surgiram no estado

Dragonforce: cena metal nega a existência do racismo, segundo Herman LiDragonforce
Cena metal nega a existência do racismo, segundo Herman Li

Iron Maiden: por que Paul Di'Anno adotava visual tão diferente de outros do metalIron Maiden
Por que Paul Di'Anno adotava visual tão diferente de outros do metal

Ozzy Osbourne: Clufetos diz que não foi fácil deixar Rob Zombie para tocar com o MadmanOzzy Osbourne
Clufetos diz que não foi fácil deixar Rob Zombie para tocar com o Madman

Slipknot: o que Clown pensa sobre os Beatles?Slipknot
O que Clown pensa sobre os Beatles?

Raimundos: Canisso reforça que Digão surtou pois chama até João Gordo de pela sacoRaimundos
Canisso reforça que Digão surtou pois "chama até João Gordo de pela saco"

The Pit: As 20 maiores músicas pesadas especificamente sobre fumar maconhaThe Pit
As 20 maiores músicas pesadas especificamente sobre fumar maconha

Kiss: as cirurgias às quais Paul Stanley precisou ser submetido devido às turnêsKiss
As cirurgias às quais Paul Stanley precisou ser submetido devido às turnês


Stamp
Korzus
Edu Falaschi - Vera Cruz

Heavy Metal: os 10 melhores EPs de todos os tempos

Por Felipe Holanda
Em 26/01/15

Um EP é lançado geralmente quando as bandas ainda estão no início de carreira e sem muita verba para gravar um LP. Normalmente, um álbum tem no mínimo oito músicas e tem duração variando entre trinta e sessenta minutos; o Extended Play tem geralmente entre duas e oito faixas e duração de 3 a 40 minutos.

Hoje em dia, para onde foram todos os grandes EPs? Não há uma grande variedade deles na memória recente, mas se você voltar para os anos 80 e 90 encontrará alguns maravilhosos. Muitos do âmbito fonográfico ignoraram a presença do Extended Play e a praticamente não a utilizam.

Neste texto, fizemos uma matéria especial citando os 10 principais compactos do Heavy Metal. Desde se sua vertente crua e obscura, até o Power Metal Melódico e o metal tradicional, com passagens pelo Death e Trash.

10 - Hollowman - Entombed (1993, Earache)

Depois de dois trabalhos, o Entombed se soltou um pouco, injetando algum bom e velho 'rock and roll em seu som, e explodiu com este EP de seis músicas. Duas das canções entraram no álbum "Wolverine Blues" ("Hollowman" e "Wolverine Blues"), mas eu prefiro a versão deste EP da música, com um timbre mais sombrio.

E sem esquecer de citar o resto do disco, temos "Put Off The Sent" e "Serpent Speach", que não perdem musicalmente e mantêm o ótimo padrão de qualidade.

9- Queensryche - Queensryche (1982, 206 Records, EMI)

Este EP foi lançado originalmente pela Records, em Seattle, no ano de 1982, ainda de forma independente. Anos mais tarde, a EMI comprou os direitos do álbum e o lançou, com quatro músicas que têm todas as virtudes que um fã de metal precisa. O mais incrível, é que antes deste Extended Play a banda não havia sequer lançado nada e era muito pouco conhecida.

Em seguida, já começaram as comparações inevitáveis com o Iron Maiden. O disco tem início com a belíssima "Queen of the Reich", apenas um presságio do que viria adiante. Em seguida, "The Lady Wore Black" é um hino de Heavy Metal medieval, sem tirar nem por. Por último, "Blinded" e "Nightrider" fechando álbum com chave de ouro.

8 - Garage Days Re-revisited - Metallica (1987, Elektra)

O trabalho foi a primeira gravação do Metallica a apresentar o seu novo baixista: Jason Newsted (creditado no encarte como "Mestre J. Newkid"). É também o primeiro lançamento da banda após a morte de Cliff Burton. O Extended Play consiste inteiramente de covers de grupos dos anos 70 e dos anos 80 e bandas punk.

Entre os destaques do disco, encontramos "Helpless", um clássico do Diamond Head para mostrar a que o EP veio. Depois, aparecem versões de músicas de bandas como Hollocausto, Killing Joke e Budgie. Outro cover destacável é de uma das maiores influências do grupo: o "Misfits". "Last Caress" é a melhor faixa de todo o trabalho.

Na sequência, veio o grande "And Justice For All", que consagrou Jason no Metallica e lançou vários sucessos. Posteriormente, o grupo voltou a gravar um álbum inspirado no "Garage Days Re-Revisited", o "Garage-Inc".

7 – Bestial Devastation – Sepultura (1985 Cogumelo, Roadrunner)

Em meados da década de 80, a situação financeira dos irmãos Cavalera e do Sepultura não era lá essas coisas. Mesmo assim, a banda trabalhou para registrar um EP que se tornou um dos maiores clássicos do grupo Brasileiro. O "Bestial Devastion" mostrou tanto para o Brasil quanto para o mundo que aqui também existia metal pesado.

São pouco mais de 15 minutos de duração, mas vale cada segundo. O prelúdio para o inferno começa com a introdução "The Curse", que abre portas para a clássica "Bestial Devastation" mostrar todo o potencial do disco. Na sequência, "Antichrist" dava indícios de que a banda não tinha nada a temer, com muito peso e brutalidade.

Fechando o EP, "Necromancer" e "Warriors of Death" mantêm o nível. Entre falhas e virtudes, o disco peca apenas na qualidade de gravação. Naquela época, o Sepultura era formado por Max "Possessed" Cavalera nas guitarras e vozes, Jairo "Tormentor" Guedz nas guitarras, Paulo "Destructor" Júnior no baixo e Igor "Skullcrusher" Cavalera nas baquetas.

6 - "Helloween" - Helloween (1985, Noise)

Este EP merece entrar na lista por ser uma das primeiras gravações de Power Metal. Inovadores, os alemães do "Helloween" apresentaram um novo tipo de som, com letras mais contagiantes e muita melodia. De 1985 em diante, o estilo de música pesada mudou para sempre.

O disco começa com "Starlight" , que é capaz de demonstrar todo o poderio da banda. Rápida, melódica e técnica. De fato, uma das melhores faixas da história da banda. Em seguida, "Murderer" traz a prova que o som é realmente pesado, com riffs marcantes de guitarra. Com "Warrior" também não é diferente, uma aula de Power Metal.

Por fim, duas grandes faixas. Primeiro, "Victom of Fate" chega para ser a melhor música de todo o EP. Grandes estrofes, grandes solos e um belo refrão. Depois, "Cry For Freedom" fecha o álbum em altíssimo nível.

5 - I'm The Man – Anthrax (1987, Island)

Depois do lançamento de "Armed and Dangerous" em 1987, os americanos do "Anthrax" lançaram dois anos depois o melhor EP de sua longínqua carreira. "I'm The Man" serviu para colocar a banda de vez no cenário da música pesada, mesmo que o grupo já existisse na ativa desde 1985.

Na época, o conjunto já contava com dois álbuns lançados e estava trabalhando no terceiro. A faixa que dá nome ao EP, inclusive, fez parte do "Among The Living", de 1987, se tornando um dos sucessos do Anthrax. No Extended Play, três versões diferentes para "I Am The Man", misturando rap e metal além de uma ao vivo.

Em seguida, chega a hora de um lindo cover do Black Sabbatah: "Sabbath Bloody Sabbath" para coroar todo o álbum, além dos clássicos "Caught In a Mosh" e "I Am The Law", ambos ao vivo.

4- The Eyes of Horror - Possessed (1987, Combat)

Este já foi o segundo lançamento do "Possessed", que, assim como o anterior, tinha um som de guitarra bastante sombrio. Muitos podem criticar a produção das seis cordas, mas pasmem! O produtor do EP foi nada mais nada menos que Joe Satriani. Sendo assim, o disco conta com performances que você provavelmente nunca mais vai ouvir.

"The Eyes of Horror" já começa com uma pedreira chamada "Confessions". Crua, curta e grossa, anunciado toda a obscuridade do disco. Na sequência, "My Belief" mantém a pegada, mas com um pouco mais de cadência. Um grande riff inicial e uma letra penetrante, o suficiente para ser uma das melhores faixas do EP.

Sem perder o gás, a música que dá nome ao disco começa em ritmo alucinante. Uma grande linha de guitarra e um vocal poderoso de Jeff Becerra. Uma faixa clássica de toda a história da banda. Em seguida, chega "Swing of the Axe" botando tudo para quebrar. Sem dúvida, a música mais pesada do álbum. Por último, "Storm In My Mind" fecha o EP em grande estilo.

3 - Mercyful Fate - Mercyful Fate (1982, Rave-On)

Os dinamarqueses do "Mercyful Fate" são muito mais que uma simples banda de Heavy Metal. Eles trouxeram o clima frio e sombrio da Escandinávia, além um estilo de música jamais visto anteriormente. Também chamado de "Nuns Have No Fun", o primeiro lançamento da banda de nome homônimo é mais do que um clássico.

Para começar de forma impactante, "A Corpse Whitout Soul" demonstra a fio o que realmente é o som da banda. Uma grande composição de Hank Sherman e King Diamond, daquelas que na primeira nota você já reconhece. Na sequência, "Nuns Have No Fun" segue o peso e as melodias de guitarra.

Para finalizar em alto nível, "Doomed By The Living Dead" traz mais letras satânicas e grandes interpretações vocais, antes de "Devil Eyes" fechar em grande estilo um Extended Play que colocou o grupo no mapa fonográfico. Vinte e dois minutos e quatro segundos de pura grandeza.

2- "The Soundhouse Tapes" – Iron Maiden (Rock Hard)

No meio do auge do punk rock no Reino Unido, o "Iron Maiden" se esforçou para garantir shows fora do leste de Londres e decidiu que uma demo seria uma forma ideal para tentar resolver esta situação. A banda decidiu fazer gravações no Spaceward Studios, em Cambridge. Era um estúdio caro, mas a qualidade valia a pena para a época.

Para economizar dinheiro, a banda reservou uma sessão na véspera do ano novo de 1978, e gravou quatro canções: "Prowler", "Invasion", "Strange World" e "Iron Maiden". Um material estupendo, que mostrava que aquela banda tinha potencial para estar entre as melhores do mundo.

Apesar de a gravação original ter sido apagada e de "Strange World" ter sido rejeitada pela banda por falta de qualidade sonora, a edição de 5.000 cópias do "The Soundhouse Tapes" foi um sucesso raro e a banda posteriormente rejeitou reedições, para não quebrar uma certa aura criada à volta do disco.

1 - Haunting the Chapel - Slayer (1984, Metal Blade)

"Haunting the Chapel" é de longe o maior EP de todos os tempos. O lançamento do disco veio após o "Show No Mercy", primeiro álbum da banda norte americana. Gravado em Hollywood, a produção foi um processo muito difícil porque tornava-se complicado gravar a bateria num estúdio sem carpete.

Apesar de originalmente ter apenas três canções, o disco marca uma evolução no estilo do álbum anterior, e é considerado a primeira demonstração do estilo "clássico" da banda que se viria aparecer em álbuns posteriores.

O trabalho é muitas vezes descrito como um álbum que elevou o tamanho da banda. As canções "Captor of Sin" e "Chemical Warfare" ainda hoje são tocadas nos shows de "Slayer" com regularidade.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

💬 Ler e postar comentários


Pentral
MOPD
Arte Musical
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Entombed: as 10 músicas mais subestimadas da banda, segundo o Metal InjectionEntombed
As 10 músicas mais subestimadas da banda, segundo o Metal Injection

Entombed: a trilha sonora de filme de terror que abrilhantou a clássica Left Hand PathEntombed
A trilha sonora de filme de terror que abrilhantou a clássica "Left Hand Path"

Enslaved: citando clássico do Pink Floyd, banda faz linda homenagem a LG PetrovEnslaved
Citando clássico do Pink Floyd, banda faz linda homenagem a LG Petrov

Entombed: membros originais da banda homenageiam Lars-Göran PetrovEntombed
Membros originais da banda homenageiam Lars-Göran Petrov

Entombed: personalidades do metal homenageiam o falecido Lars-Göran PetrovEntombed
Personalidades do metal homenageiam o falecido Lars-Göran Petrov

Entombed: Gary Holt homenageia LG Petrov e o chama de uma lenda absolutaEntombed
Gary Holt homenageia LG Petrov e o chama de "uma lenda absoluta"

Drowned & Wharshipper: vídeo collab em tributo ao Emtombed em homenagem a LG Petrov

Krisiun, Kataklysm, Hammerfall: bandas prestam homenagens ao falecido L-G PetrovKrisiun, Kataklysm, Hammerfall
Bandas prestam homenagens ao falecido L-G Petrov

Entombed: morre aos 49 anos o vocalista Lars-Göran PetrovEntombed
Morre aos 49 anos o vocalista Lars-Göran Petrov

Metal sueco: de 1990 até 2020, uma música por ano lançada por alguma banda da SuéciaMetal sueco
De 1990 até 2020, uma música por ano lançada por alguma banda da Suécia


Metal sueco: de 1990 até 2020, uma música por ano lançada por alguma banda da SuéciaMetal sueco
De 1990 até 2020, uma música por ano lançada por alguma banda da Suécia

Death Metal: algumas capas desenhadas por Dan Seagrave, um mestre do estiloDeath Metal
Algumas capas desenhadas por Dan Seagrave, um mestre do estilo

Heavy Metal: os 10 melhores EPs de todos os temposHeavy Metal
Os 10 melhores EPs de todos os tempos


Slipknot: Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy MetalSlipknot
Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy Metal

Anthrax: Scott Ian apresenta a solução para o Phil AnselmoAnthrax
Scott Ian apresenta a solução para o Phil Anselmo


Sobre Felipe Holanda

Futuro jornalista recifense, baixista e apaixonado por heavy metal.

Mais matérias de Felipe Holanda no Whiplash.Net.