Gorgoroth: Gaal e King inspiram quadro de artista belga

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Durr Campos, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 30/01/09. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

O artista belga Peter Lathouwers recentemente finalizou um quadro trazendo o baixista King ov Hell (nome real: Tom Cato Visnes) e o vocalista Gaahl (Kristian Espedal), ambos da banda de black metal norueguesa GORGOROTH.

5000 acessosPlágio ou coincidência: trechos semelhantes no rock/metal5000 acessosPra convencer: dez álbuns de metal para quem não gosta de metal

Lathouwers comentou: "Quando alguns artistas se unem, a mágica acontece. Eles parecem que estão conectados em suas personalidades de alguma forma. É como se falassem numa língua que outros não entendessem, apenas eles. Isso não acontece com todos, é preciso haver um link entre os envolvidos, não apenas no âmbito musical".

"Quando esse tipo de artistas se separam seus projetos jamais soam como antes. Exemplos? Blackie Lawless e Chris Holmes [do W.A.S.P.], Simon e Garfunkel, CARCASS sem Ken Owen, etc. Enfim, para que haja aquele 'algo mais', as personalidades dentro do projeto ou banda têm que possuir um certo tipo de conexão extraordinária".

"O pintor, ou 'observador', é para mim uma extensão da arte musical. Se a música despertar o que chamo de uma faísca indefinível e extraordinária na mente do pintor, então a obra dos músicos será traduzida para a tela. O pintor é a terceira pessoa no processo de criação da arte na sua totalidade: música, palavras e pintura. Não é um membro da banda, mas um observador distante, contemplator e visionário."

Por que essa pintura de Gaahl/King?

"Eu desenhava para o GORGOROTH no início de sua carreira. Acho que 'Pentagram' foi o primeiro álbum que comprei. O som do GORGOROTH sempre foi único no seu estilo, seja no passado ou no presente".

"Logicamente que o GORGOROTH foi, e é, uma das mais visualmente perversas bandas que se tem notícia, então foi natural que eu explorasse bastante essa 'veia' na pintura. Eu li as revistas, vi os vídeos, escutei todas as merdas e comoção que surgiram sobre a banda e de repente tive meu estalo de inspiração".

"Com o crescimento da Internet e Youtube, o GORGOROTH não parecia tão inacessível mais. Cada um pôde olhar além das caras pintadas agora. E o que vi me assombrou. Aqui você tem um dos membros mais notórios do metal da Noruega que, sem a pintura, percebe-se em seus olhos a inocência e quando ele fala, vê-se um sábio, um lado dele que, acredito, pouquíssimas pessoas de fato veem".

"Muitos de nós olham, mas não enxergam. Esta é a tarefa do pintor.

"Eu vejo muitas características por trás da pessoa do Gaahl. O mesmo ocorre em King. No palco, ele é o inferno na Terra: mau, mal-encarado, ameaçador e violento. Mas quando você olha mais de perto, sem o 'corpse paint', você vê tudo de um modo diferente; um artista, um garoto que curte rock 'n' roll que se diverte quando toca; um gênio. E isso é o que mais atrai neles. A sua música, sem provérbios, mas também o fato que as suas personalidades cumplementam um ao outro e fazem a magia do GORGOROTH acontecer".

"Gaahl simplesmente não é Gaahl sem a pintura, mas para mim esta é a beleza disso tudo".

"Quando pintei a tela com Gaahl/King, senti-me perto de ambos. Foi como se eles pudessem entrar em casa a qualquer hora, tomar um café e depois nos sentaríamos para conversar como se fôssemos amigos há mais de vinte anos. É uma sensação estranha mas bem-vinda. Acho que a música do GORGOROTH me forneceu aquilo que eu já falei, uma faísca indefinível".

A arte feita pelo Belga pode ser vista abaixo. Para maiores informações sobre Peter Lathouwers, visite seu MySpace - www.myspace.com/theblackmetalpainter:

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 30 de janeiro de 2013

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Gorgoroth"

EsquisiticesEsquisitices
Algumas exigências bizarras de astros para shows

GorgorothGorgoroth
Infernus: "Prefiro veneno de rato a abrir para o Anthrax!"

MetalMetal
Em vídeo, 10 bandas satanistas de fato

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Gorgoroth"

Coincidência?Coincidência?
Riffs e trechos de músicas semelhantes no rock/metal

Pra convencerPra convencer
Dez álbuns de metal para quem não gosta de metal

Iron MaidenIron Maiden
Veja Bruce abandonando o palco em 1999

5000 acessosSolos: Alguns dos mais bonitos do Heavy Metal5000 acessosGuitarristas: Os 10 maiores dos anos 80 segundo a revista Fuzz5000 acessosIron Maiden: Bruce Dickinson e sua preferência pelo Brasil4006 acessosPreguiçosas: as bandas que mais demoraram para lançar um disco5000 acessosGuns N' Roses: Confusão de St. Louis no Jornal do SBT em 19915000 acessosNúmero da besta: Vôo 666 com destino a HEL numa 6ª feira 13? Pois aconteceu.

Sobre Durr Campos

Graduado em Jornalismo, o autor já atuou em diversos segmentos de sua área, mas a paixão pela música que tanto ama sempre falou mais alto e lá foi ele se aventurar pela Europa, onde reside atualmente e possui família. Lendo seus diversos artigos, reviews e traduções publicados aqui no site, pode-se ter uma ideia do leque de estilos que fazem sua cabeça. Como costuma dizer, não vê problema algum em colocar para tocar Napalm Death, seguido de algo do New Order ou Depeche Mode, daí viajar com Deep Purple, bailar com Journey, dar um tapa na Bay Area e finalizar o dia com alguma coisa do ABBA ou Impetigo.

Mais matérias de Durr Campos no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online