Pirate Bay: estariam eles mentindo desde o início?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Diego Camara, Fonte: OCrepusculo, Tradução
Enviar Correções  

A notícia de que os quatro fundadores do site de distribuição de arquivos de torrent The Pirate Bay foram considerados culpados e sentenciados a prisão por infringir as leis de Direitos Autorais não é mais nenhuma surpresa. O que foi inesperado é o seguinte: eles também foram ordenados a pagar uma multa de 2,4 milhões de euros por danos as gravadoras.

publicidade

Um instante. Toda a defesa do Pirate Bay não era de que suas operações não geravam nenhum tipo de receita? A razão deles serem tão vaidosos - inclusive um deles colocou no Twitter o seu desdém durante o julgamento, dizendo que ele achava aquilo "tedioso" - é que são, em termos legais, homens sem possibilidade de pagar. "Processe-nos como você quiser", eles disseram, "não temos dinheiro para dar".

publicidade

Essa multa sugere outra coisa. O montante teria sido resolvido depois de uma auditoria nas contas do Pirate Bay. Há fundos significativos em suas contas, o que significa que os fundadores do Pirate Bay estariam mentindo sobre as suas motivações.

Agora, eu irei admitir que comprei a imagem utópica, socialista, anti-corporativista que o Pirate Bay divulgou. Em um post no blog (em inglês) há alguns meses atrás eu coloquei os fundadores como figuras a lá Robin Hood, contra a grande indústria e dando acesso a música livre para milhões de pessoas - um serviço, que você pode argumentar, que ganhou importância com a recessão.

publicidade

Mas essa boa vontade era subordinada à hipotese de que o Pirate Bay era, como seus fundadores alegavam, absolutamente sem fins lucrativos. Agora parece que a "pobreza" deles era apenas uma ficção conveniente.

Este, por último, é o cerne do caso, e o motivo da derrota do Pirate Bay. Depois de ser dada a sentença, o Juiz Tomas Norstrom contou aos repórteres que a corte levou em conta o fato do site ser "dirigido comercialmente", algo que os fundadores sempre negaram.

publicidade

Se o Pirate Bay transformou seu trabalho em lucro por anos, é possível agora ver o caso pelo ponto de vista dos artistas e gravadoras. Por que a indústria musical está perdendo receita enquanto uma gangue de oportunistas na Suécia está ganhando milhões com o trabalho deles?

Isso também coloca um precedente interessante. Se um site pode ser processado com sucesso apenas por agregar torrents, ao invés de hospedar os materias com Direitos Autorais, poderia não ser construído um caso com os blogs de MP3 como o Hype Machine e o Elbo.ws - ou até mesmo o Google?

Materia publicada originalmente no blog da NME.

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Mike Portnoy: eu baixo músicas o tempo todoMike Portnoy
"eu baixo músicas o tempo todo"

Iron Maiden: pirataria ajuda banda a definir roteiro das tours?Iron Maiden
Pirataria ajuda banda a definir roteiro das tours?


Vinil: quais são os dez discos mais valiosos do mundo?Vinil
Quais são os dez discos mais valiosos do mundo?

Eddie Van Halen: falando sobre o solo de Beat ItEddie Van Halen
Falando sobre o solo de "Beat It"


Sobre Diego Camara

Nascido em São Paulo em 1987, Diego Camara é jornalista, radialista e blogueiro. Seu amor pelo metal e rock começou há 6 anos. Um amante da nova geração, é um grande fã de Arjen Lucassen, Andre Matos e bandas como Nightwish, Hammerfall, Sonata Arctica, Edguy e Kamelot. Também não deixa de ter amor pelos clássicos, como Helloween, Gamma Ray e Iron Maiden e do Rock de bandas como Oasis, Queen e Kings of Leon. Atualmente seus textos podem ser lidos no blog OCrepusculo.com sobre assuntos diversos, além de planos para criação de um projeto totalmente voltado aos blogs de Rock e Metal.

Mais informações sobre Diego Camara

Mais matérias de Diego Camara no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin