Pirate Bay: estariam eles mentindo desde o início?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Diego Camara, Fonte: OCrepusculo, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 19/04/09. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

A notícia de que os quatro fundadores do site de distribuição de arquivos de torrent The Pirate Bay foram considerados culpados e sentenciados a prisão por infringir as leis de Direitos Autorais não é mais nenhuma surpresa. O que foi inesperado é o seguinte: eles também foram ordenados a pagar uma multa de 2,4 milhões de euros por danos as gravadoras.

5000 acessosMotörhead: em 1995, Lemmy comenta versão do Sepultura5000 acessosMetallica: NME elege as 10 melhores músicas do grupo

Um instante. Toda a defesa do Pirate Bay não era de que suas operações não geravam nenhum tipo de receita? A razão deles serem tão vaidosos - inclusive um deles colocou no Twitter o seu desdém durante o julgamento, dizendo que ele achava aquilo “tedioso” - é que são, em termos legais, homens sem possibilidade de pagar. “Processe-nos como você quiser”, eles disseram, “não temos dinheiro para dar”.

Essa multa sugere outra coisa. O montante teria sido resolvido depois de uma auditoria nas contas do Pirate Bay. Há fundos significativos em suas contas, o que significa que os fundadores do Pirate Bay estariam mentindo sobre as suas motivações.

Agora, eu irei admitir que comprei a imagem utópica, socialista, anti-corporativista que o Pirate Bay divulgou. Em um post no blog (em inglês) há alguns meses atrás eu coloquei os fundadores como figuras a lá Robin Hood, contra a grande indústria e dando acesso a música livre para milhões de pessoas - um serviço, que você pode argumentar, que ganhou importância com a recessão.

Mas essa boa vontade era subordinada à hipotese de que o Pirate Bay era, como seus fundadores alegavam, absolutamente sem fins lucrativos. Agora parece que a “pobreza” deles era apenas uma ficção conveniente.

Este, por último, é o cerne do caso, e o motivo da derrota do Pirate Bay. Depois de ser dada a sentença, o Juiz Tomas Norstrom contou aos repórteres que a corte levou em conta o fato do site ser “dirigido comercialmente”, algo que os fundadores sempre negaram.

Se o Pirate Bay transformou seu trabalho em lucro por anos, é possível agora ver o caso pelo ponto de vista dos artistas e gravadoras. Por que a indústria musical está perdendo receita enquanto uma gangue de oportunistas na Suécia está ganhando milhões com o trabalho deles?

Isso também coloca um precedente interessante. Se um site pode ser processado com sucesso apenas por agregar torrents, ao invés de hospedar os materias com Direitos Autorais, poderia não ser construído um caso com os blogs de MP3 como o Hype Machine e o Elbo.ws - ou até mesmo o Google?

Materia publicada originalmente no blog da NME.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Pirataria"

Frank ZappaFrank Zappa
Um sistema de downloads contra a pirataria... em 1989

Gene SimmonsGene Simmons
"Os fãs estão matando aquilo que mais amam"

PiratariaPirataria
Enquanto isso, em uma loja de CDs na Rússia...

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Pirataria"

MotörheadMotörhead
Em 1995, Lemmy comenta versão do Sepultura

MetallicaMetallica
New Music Express elege as melhores músicas do grupo

Fotos de InfânciaFotos de Infância
Dani Filth antes de virar... Dani Filth

5000 acessosSlayer: Gary Holt é realmente um cara mal-agradecido5000 acessosFãs de Rock: você conhece o estilo de se vestir de cada um5000 acessosMetal: as oito maiores tretas entre músicos do gênero5000 acessosDimmu Borgir: não faz sentido usar jeans e camiseta branca5000 acessosIron Maiden: "O que você precisa saber está no palco!"5000 acessosHard Rock e Metal: os vinte discos mais vendidos nos EUA

Sobre Diego Camara

Nascido em São Paulo em 1987, Diego Camara é jornalista, radialista e blogueiro. Seu amor pelo metal e rock começou há 6 anos. Um amante da nova geração, é um grande fã de Arjen Lucassen, Andre Matos e bandas como Nightwish, Hammerfall, Sonata Arctica, Edguy e Kamelot. Também não deixa de ter amor pelos clássicos, como Helloween, Gamma Ray e Iron Maiden e do Rock de bandas como Oasis, Queen e Kings of Leon. Atualmente seus textos podem ser lidos no blog OCrepusculo.com sobre assuntos diversos, além de planos para criação de um projeto totalmente voltado aos blogs de Rock e Metal.

Mais informações sobre Diego Camara

Mais matérias de Diego Camara no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online