Hendrix: médico diz que tese de assassinato é plausível

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Diego Camara e Mateus Tozzi, Fonte: Times Online, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos


O médico que tentou reviver JIMI HENDRIX na noite em que o guitarrista morreu, acredita que é "plausível" que ele tenha sido assassinado.

Led Zeppelin: tudo sobre o hit "Stairway To Heaven"Slipknot: Joey Jordison revela o verdadeiro motivo de sua saída

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

John Bannister disse em julho de 2009 que as evidências médicas são consistentes com as afirmações feitas em um livro de que Hendrix foi morto por ordem de seu empresário, Mike Jeffery.

Jimi Hendrix: roadie diz que ele foi morto por empresárioJimi Hendrix
Roadie diz que ele foi morto por empresário

James "Tappy" Wright, um antigo roadie que trabalhou com Jeffery, escreveu em suas memórias, "Rock Roadie", que nas primeiras horas do dia 18 de setembro de 1970, uma gangue contratada por Jeffery entrou no quarto de hotel em Londres onde Hendrix estava com sua namorada, Monika Dannemann, e o forçaram a tomar vinho e pílulas para dormir.

A descrição de Wright para o que aconteceu com Hendrix "soa plausível por causa do volume de vinho", disse Bannister. O que o surpreendeu mais no paciente é que ele estava encharcado de álcool. "A quantidade de vinho que estava sobre ele era extraordinária. Não somente ele estava com vinho nos cabelos e camiseta, mas seus pulmões e estômago estavam absolutamente cheios de vinho. Eu nunca vi tanto vinho. Tinhamos um sugador que colocamos na traquéia, na entrada para seus pulmões e na parte de trás de sua garganta. Nós ficamos sugando e continuava surgindo e surgindo. Ele já tinha vomitado massas de vinho tinto e eu ainda pensava que tinha metade de uma garrafa de vinho em seu cabelo. Ele realmente se afogou em uma quantidade enorme de vinho".

Ficou aparente desde o começo que Hendrix provavelmente tenha sido levado muito tarde ao hospital para que a equipe médica pudesse salvá-lo. "Quando você está com uma vítima, sempre se tenta ao máximo reanimar a pessoa. Sempre há esperanças. Nós tentamos bastante por cerca de meia hora mas não tivemos resposta. Foi realmente em vão," disse o senhor Bannister. "Alguém me disse 'Você sabe quem era ele? Esse era Jimi Hendrix', e, claro, eu perguntei: 'Quem é Jimi Hendrix?'".

De acordo com a história original, Hendrix - um dos mais carismáticos guitarristas da história do rock - morreu com 27 anos sufocado no próprio vômito. Wright, hoje com 65, diz que Jeffery confessou o assassinato para ele um mês antes de morrer em um acidente de avião.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Polícia"Todas as matérias sobre "Jimi Hendrix"


Iron Maiden: como Jimi Hendrix influenciou a banda a ter seu próprio aviãoIron Maiden
Como Jimi Hendrix influenciou a banda a ter seu próprio avião

Face App: capas famosas trolladas com o aplicativoFace App
Capas famosas trolladas com o aplicativo


Led Zeppelin: tudo sobre o hit Stairway To HeavenLed Zeppelin
Tudo sobre o hit "Stairway To Heaven"

Slipknot: Joey Jordison revela o verdadeiro motivo de sua saídaSlipknot
Joey Jordison revela o verdadeiro motivo de sua saída


Sobre Diego Camara

Nascido em São Paulo em 1987, Diego Camara é jornalista, radialista e blogueiro. Seu amor pelo metal e rock começou há 6 anos. Um amante da nova geração, é um grande fã de Arjen Lucassen, Andre Matos e bandas como Nightwish, Hammerfall, Sonata Arctica, Edguy e Kamelot. Também não deixa de ter amor pelos clássicos, como Helloween, Gamma Ray e Iron Maiden e do Rock de bandas como Oasis, Queen e Kings of Leon. Atualmente seus textos podem ser lidos no blog OCrepusculo.com sobre assuntos diversos, além de planos para criação de um projeto totalmente voltado aos blogs de Rock e Metal.

Mais informações sobre Diego Camara

Mais matérias de Diego Camara no Whiplash.Net.

Sobre Mateus Tozzi

Mateus Tozzi nasceu em 1988 em Sorocaba-SP e vive até hoje nessa cidade do interior paulista. Começou a se interessar por Heavy Metal em 2001 assistindo a apresentação do Iron Maiden no Rock In Rio III, e desde então, leva consigo uma enorme paixão pela música pesada. Suas bandas preferidas São Dio, Iron Maiden, Judas Priest, Sepultura, Slayer e Deep Purple. Atualmente faz o curso de Processamento de Dados e pratica guitarra.

Mais matérias de Mateus Tozzi no Whiplash.Net.

adGoo336