Heaven & Hell: Iommi cogita tocar faixas da era Ozzy

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Diego Camara, Fonte: Boston Herald, Tradução
Enviar Correções  

Jed Gottlieb, do Boston Herald, recentemente conduziu uma entrevista com o lendário guitarrista Tony Iommi (BLACK SABBATH, HEAVEN & HELL). Alguns trechos podem ser vistos abaixo.

Sobre suas habilidades na composição de riffs:

Iommi: "Eu os estoco [os riffs] em minha casa. Eu tenho uma centena deles guardados, mas eu nunca volto para eles. Toda vez que vou escrever um álbum eles vem rápidos e mais furiosos do que antes".

publicidade

Sobre o seu amor por volume:

Iommi: "Desde o primeiro dia nós fomos mais altos do que qualquer um. Nós fazemos isso para ter certeza de que ninguém irá conversar em nossos shows".

Sobre os primeiros dias do BLACK SABBATH:

Iommi: "Eles sempre falaram para nós abaixarmos o volume. Eles nos diziam que ou abaixávamos ou eles não nos chamariam novamente. E infelizmente até agora, e isso é um sinal dos tempos, há um monte de restrições com relação ao som. Na Europa nós tocávamos para festivais com 50, 60 mil pessoas e saíamos e tinha alguém com um medidor dizendo: 'Você não pode tocar mais alto que isto'. Em um show em Bond o limite era tão baixo que eu usei apenas dois (amplificadores) dos meus oito. Inferno, eu não uso dois amplificadores desde a década de 60".

publicidade

Sobre a era DIO do BLACK SABBATH:

Iommi: "Um monte de bandas, como METALLICA e FOO FIGHTERS, podem falar sobre estes álbums do Dio. Penso que Dave Grohl disse que um dos seus álbuns favoritos foi 'Mob Rules' (álbum do SABBATH de 1981, com Dio nos vocais). Uma geração de bandas como as que ouviram esse material, e isso escorreu para os fãs".

publicidade

Sobre tocar apenas músicas da era Dio no BLACK SABBATH com o HEAVEN & HELL:

Iommi: "Nós adoramos 'War Pigs' e 'Iron Man' e 'Paranoid', mas nós tocamos essas por 40 anos, então é legal mudar. Talvez no próximo ano nós toquemos algumas dessas músicas mais antigas".

A entrevista completa pode ser vista, em inglês, no Boston Herald no endereço abaixo.

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Bateristas: Os 30 melhores de todos os temposBateristas
Os 30 melhores de todos os tempos

IGN Music: os álbuns de Metal mais influentes segundo o siteIGN Music
Os álbuns de Metal mais influentes segundo o site


Sobre Diego Camara

Nascido em São Paulo em 1987, Diego Camara é jornalista, radialista e blogueiro. Seu amor pelo metal e rock começou há 6 anos. Um amante da nova geração, é um grande fã de Arjen Lucassen, Andre Matos e bandas como Nightwish, Hammerfall, Sonata Arctica, Edguy e Kamelot. Também não deixa de ter amor pelos clássicos, como Helloween, Gamma Ray e Iron Maiden e do Rock de bandas como Oasis, Queen e Kings of Leon. Atualmente seus textos podem ser lidos no blog OCrepusculo.com sobre assuntos diversos, além de planos para criação de um projeto totalmente voltado aos blogs de Rock e Metal.

Mais informações sobre Diego Camara

Mais matérias de Diego Camara no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin