Matérias Mais Lidas

imagemTravis Barker, do Blink-182, é hospitalizado às pressas e filha pede orações

imagemIggor Cavalera diz que reunião da formação clássica do Sepultura seria incrível, mas...

imagemVeja diz que David Coverdale só passa vergonha nas redes sociais

imagemKerry King explica por que não assumiu o posto de guitarrista do Megadeth

imagemGregório Duvivier: "Perto de Chico Buarque, Bob Dylan é uma espécie de Renato Russo!"

imagemQuando Jimi Hendrix chamou Eric Clapton para subir no palco e afinar sua guitarra

imagemCuecão de couro: Rob Halford posa com suas "great balls of fire" em camarim

imagemAvenged Sevenfold e o álbum do Guns N' Roses que deveria ser mais valorizado

imagemPróximo disco do Avantasia será lançado em outubro; confira capa e tracklist

imagemMike Portnoy e a música do Rush que virou um grande sucesso do Guns N' Roses

imagemNergal diz que Behemoth é mais que anti-religião e emociona-se com LGBTQ e aborto

imagemO clássico dos Paralamas que Gilberto Gil escreveu a letra e ditou pelo telefone

imagemCinco álbuns que serão lançados no segundo semestre de 2022 e merecem a sua atenção

imagemCinco músicas que são covers, mas você acha que são as versões originais - Parte 2

imagemA resposta de John Lennon quando perguntado se retornaria aos Beatles em 1975


Stamp

Dave Lombardo: "sinto que estou no auge do meu desempenho"

Por Karina Detrigiachi
Fonte: None But My Own
Em 17/10/09

Dave Lombardo, baterista do SLAYER, concedeu uma entrevista ao blog None But My Own e abaixo podem ser conferidos alguns trechos da conversa.

Onde tem estado o baterista Dave Lombardo estes dias? O garoto que cresceu maníaco por John Bonham e Peter Criss. Onde está você como baterista em 2009?

Lombardo: "Sinto que agora estou no auge do meu desempenho. Sinto que estou na minha melhor forma. Eu me sinto confiante, estou mandando muito bem, quebrando pedais, estalando baquetas e detonando tambores. Eu tenho este grande álbum atrás de mim, 'World Painted Blood', pelo qual estou muito, muito animado.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Portanto, além dos altos e baixos que a vida pessoal pode fazer conosco, minha carreira e meu futuro parecem muito positivos.

Pessoalmente, sinto que o álbum ao qual você está prestes a ouvir, desde o cara que está sentado ao leme de condução deste navio, ou o trem, ou do que diabos você quiser chamá-lo ... Bem, vai a mais de 240 quilômetros por hora e estou tentando seguir o rumo e sinto que todos estamos apenas no início do jogo!

É uma sensação boa, parece clássico, como eu disse na coletiva, quando estávamos trabalhando nele, sentimos uma vibração muito boa.

Senti que se o alicerce, que é a bateria, sem letras, sem ligações, apenas faixas de guitarra rítmica e bateria, se essa base está lá e se desenvolve bem durante toda a música... então todo o resto simplesmente se encaixará em seu devido lugar."

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Você fez outra coletiva de impressa na qual disse que "World Painted Blood" é uma espécie de conjunção da "trindade sagrada" de "Reign In Blood", "South of Heaven" e "Seasons In The Abyss", certo? Então você está dizendo que o "World Painted Blood" possui um toque clássico. Com estas canções, você está atingindo novamente uma inspiração que já não atingia há 20 anos? Como você aborda essa tela em branco e decide o que melhor cabe à música?

Lombardo: "Bem, recentemente eu escutei a música 'Expendable Youth' e pensei comigo, 'Meu Deus, a bateria arrebenta!'

Como? Ela está conduzindo a música, não está?

Lombardo: "Sim, está, mas ela é tão primitiva. É um Lombardo primitivo. Se você escutar o Lombardo de hoje e o caos acontecendo em torno da música porém sendo controlada por este tipo de precisão, você poderá ouvir não só o quanto eu cresci como baterista, mas o quanto a banda cresceu como um todo. Isso é o que eu ouço neste novo álbum e eu sinto que é totalmente divertido. É nas melodias, na maneira como o Tom [Araya] canta, mesmo que ele pule uma única nota faz toda a diferença em como a música sai no final. Talvez seja também devido a trabalharmos com um incrível produtor".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Eu devo admitir, de todos os álbuns que você gravou em sua carreira, eu nunca o ouvi falar tão bem de um produtor como você tem feito com Greg Fidelman.

Lombardo: "Sinto que ele trabalhou comigo, e eu posso falar apenas por mim, porém notei que ele também fez isso com os demais integrantes, mas ele trabalhou comigo no mesmo caminho em que o Rick Rubin trabalhou em todos os álbuns antigos.

Eu não sei se esta era a técnica do Greg, mas ele me ajudou a desenvolver as melhores faixas possíveis da bateria... simplesmente pelo seu desempenho. Não na fase de edição ou com um computador, nada disso, ele me treinou. Ele estava ali comigo, muito positivo.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Juntos nos focamos, quero dizer, realmente nos focamos em detalhes, bem como sons e se isso significava uma batida no tambor ou um impulso extra da bateria, é o que foi feito."

Como você está explicando o papel de Greg no estúdio, estou percebendo essa vibração que o motivou a se tornar um baterista tecnicamente mais eficiente. Será que isso é verdade?

Lombardo: "Um bom produtor faz uma banda soar bem no estúdio mas faz soar ainda melhor depois. Ele definitivamente tirou algo de nós de fato, e isso é o que eu ouvi diretamente de Rick Rubin, após as sessões."

O quão legal é depois de uma longa jornada ainda conseguir esta ampla motivação da banda?

Lombardo: "Bem, acho que foi a natureza da circunstância, de que nós fomos para o estúdio com apenas metade do material que precisávamos, acho que ajudou a situação. Ela fez algo para o nosso modo natural de funcionamento, com certeza. Foi muito positivo, foi ótimo."

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Equipe da Roadie Crew ranqueia Slayer em primeiro episódio de nova série



Garimpeiro das Galáxias: Beldades globais e sua paixão pelo rock


Sobre Karina Detrigiachi

Designer, nascida na cidade de São Paulo, Kari como é mais conhecida, cresceu ouvindo Deep Purple, Led Zeppelin, Skid Row e Alice Cooper. É apaixonada por todas as vertentes do Metal, porém ouve de tudo um pouco sem se prender a rótulos.

Mais matérias de Karina Detrigiachi.