Kiss: Eric Singer e a sua paixão pelo Rock'n'Roll

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Daniela Pozzobon, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar Correções  


O lado britânico da Roadrunner Records recentemente conduziu uma pequena entrevista com o baterista do KISS, Eric Singer, como parte de uma série "Conhecendo Você". A sessão perguntas-e-respostas segue abaixo.

Capas de álbuns: as mais obscuras e marcantes da história

Freddie Mercury: Características vocais do cantor

O que você estava fazendo quando te interrompemos para fazer isso?

Singer: "Eu estava comendo na outra sala... Uma quesadilla de galinha, na verdade, sem sapatos, relaxando".

Data de nascimento?

Singer: "12 de Maio".

Onde você fez o Ensino Médio?

Singer: "Eu cresci em Cleveland, Ohio e eu fiz o Ensino Médio no lado leste de Cleveland. Naquela época eram os anos 70 e eu tive muita sorte de crescer em uma época legal para a música e culturalmente, ao menos na America. Era uma cidade tipica do meio-oeste, mas na verdade Cleveland é uma cidade realmente rock’n’roll, é onde está o Rock And Roll Hall of Fame. Era um grande lugar, bem cabeça-aberta - quero dizer, no que diz respeito à música (não tanto culturalmente com pessoas). Quando diz respeito à música, as pessoas realmente amam rock and roll lá, sempre amaram e o que nós esperávamos era comprar discos toda semana e ir a shows. Eu vi tantos shows legais nos meus anos de formação, enquando era uma criança, e sou muito feliz porque cresci lá. Foi um lugar ótimo para crescer, sem dúvidas".

Qual foi o primeiro instrumento que você tocou?

Singer: "Eu acho que tentei tocar piano tipo na segunda série ou algo assim, por um pequeno período de tempo, mas eu gravitava em direção a bateria, embora eu ame guitarra e sempre fui influenciado por músicas baseadas em guitarra. Eu acho que eu gostava de bater em coisas! Minha mãe sempre me contou aquela história típica de bateristas – que eu gostava de bater em panelas e potes, você sabe, quando era uma criança pequena?! Ela tirava elas do armário com as colheres de madeira e tudo aquilo. Uma vez que eu descobri bandas como LED ZEPPELIN e isso foi em 1969, foi aquilo, fiquei preso!!!"


Qual foi a primeira banda em que você tocou e como vocês soavam?

Singer: "Eu tive uma banda na sexta série – eu consigo lembrar que todo mundo na banda a chamava THE AXE. Eu não tinha idéia dA razão. Na verdade nós tínhamos dois bateristas porque um amigo meu também tocava bateria e nós nos revezávamos tocando. E eu lembro de tocar para a minha classe na sexta série – nós tocamos 'Hey Jude' dos BEATLES e eu estava morrendo de medo!"

Comida preferida?

Singer: "Qualquer coisa tailandesa".

Bebida?

Singer: "Água mineral com gás".

Qual é a sua maior chateação na estrada?

Singer: "Somente não conseguir dormir às vezes – insônia".

Faixa do momento?

Singer: "THE BEATLES. Tenho ouvido aquelas remasterizadas, os discos relançados dos BEATLES..."

Filme do momento?

Singer: "O último que eu assisti e que realmente gostei foi 'The Watchmen'. Eu achei matador".

Quando você olha para toda a sua carreira e vê que chegou até aqui, qual é o momento mais proeminente?

Singer: "Bem, de algumas maneiras eles ainda estão acontecendo. Eu ainda olho para isso dessa maneira – o fato que eu posso fazer minha vida como músico; isso por si só, é a coisa mais proeminente, melhor do que assinalar qualquer momento em particular ou qualquer banda ou pessoa com quem eu trabalhei (porque eu já toquei com alguns dos maiores músicos e em algumas das situações mais legais com pessoas maravilhosas). Eu só lembro que eu comecei uma criança, não diferente de tantas outras crianças que tinham posters de bandas nas paredes e diziam 'Eu quero fazer isso. Um dia eu desejo que possa fazer isso'. E o fato é que eu consegui e ainda o faço – isso é grande para mim. Então para mim a história meio que é escrita todos os dias, de alguma forma".




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Capas de álbuns: as mais obscuras e marcantes da históriaCapas de álbuns
As mais obscuras e marcantes da história

Freddie Mercury: Características vocais do cantorFreddie Mercury
Características vocais do cantor


Sobre Daniela Pozzobon

Criada ao som de clássicos do rock'n'roll, a Jornalista e Professora de inglês hoje em dia tenta gerenciar seu tempo entre trabalho e a paixão pela música. Na sua playlist rola desde Hard Rock "farofa" até Death Metal não esquecendo, obviamente, os gênios que a fizeram se apaixonar pelo estilo, como Aerosmith, The Rolling Stones, entre outros. Nas horas vagas, busca conhecer novos sons e acompanhar as notícias do mundo rocker.

Mais matérias de Daniela Pozzobon no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin adWhipDin adWhipDin