Van Halen/Chickenfoot: Anthony adora tratamento facial

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Felipe Ferraz, Fonte: Attention Deficit Delirium, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 11/04/10. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Brya Reesman, do site Attention Deficit Delirium, conduziu recentemente uma entrevista com o baixista Michael Anthony do CHICKENFOOT/ex-VAN HALEN. Seguem abaixo alguns trechos da conversa.

1370 acessosVan Halen: Simplesmente "FUCK"5000 acessosAxl Rose: Um dos vocalistas com maior alcance

Você e Sammy Hagar possuem uma amizade muito leal. Vocês se mantêm juntos. Obviamente houve a reunião com o VAN HALEN em 2004 com o Sammy, mas quando a reunião com Roth aconteceu em 2006 você permaneceu com ele.

Michael Anthony: "Não é que eu tenha escolhido ficar com ele, o fato é que os irmãos (Eddie e Alex Van Halen), principalmente Eddie, estavam tão propensos a acreditar que eu me reuniria com ele após ele sair da banda que eles acharam certo simplesmente me excluir de tudo o que eles faziam. Eu teria voltado e me reunido com aqueles caras".

Não é triste ver como os egos comandam um monte de decisões que são feitas nesse meio?

Michael Anthony: "Sim, e essa é uma das razões pela qual Sammy e eu nos damos tão bem. Sam ganhou toneladas de dinheiro com a tequila, e eu também não me dei mal nesse assunto. E tudo isso está de acordo com o CHICKENFOOT - nesse ponto da minha vida e da minha carreira eu quero me divertir. Eu não quero ficar lá sentado reclamando, choramigando e fazendo jogos até o dia que eu morrer. Infelizmente, os irmãos Van Halen ainda querem fazer esses jogos. Eu quero ficar com pessoas que são muito positivas, e eu quero me divertir com o que eu estiver fazendo. Se eu estou ganhando muito dinheiro não tem nada a ver com isso, eu não me importo mais. Eu quero me divertir, e esse é basicamente o que é todo o lance do CHICKENFOOT, para nós nos divertimos, não sair por aí demandando muito dinheiro. Nosso CD está vendendo muito bem e nossa turnê tem sido um sucesso, estão nós vamos demandar um pouco mais de dinheiro agora, mas nós queremos ganhar o respeito dos fãs dessa forma. A maioria das vezes em que pessoas se reúnem em um supergrupo é uma junção de grandes egos - eles lançam um CD, tocam em estádios e fazem disso uma grande coisa. Nós fizemos isso porque somos todos amigos e nós amamos tocar música".

Você parece ter envelhecido bem. Parece que muitas pessoas que eu conheço na indústria musical ou que vão para shows regularmente - ao invés de serem sedentários e assistirem um monte de TV - estão envelhecendo bem. Eu acho que sair ajuda a manter as pessoas jovem.

Michael Anthony: "Provavelmente porque quando você está trabalhando no mesmo trabalho todos os dias, você sabe o que esperar e o que irá acontecer. Você recebe o seu pagamento e simplesmente se acomoda com isso. No meu negócio, você pode estar fazendo dinheiro em um dia e no dia seguinte pode estar servindo hambúrguer no McDonald's. Então para você se manter no topo, você precisa se cuidar. Eu odeio me exercitar. Eu tenho uma bicicleta em minha casa. Meu melhor exercício é subir no palco e tocar, mas eu me mantenho ativo. Eu não fico simplesmente sentado sobre minha bunda o dia todo fazendo nada".

Após todos esses anos, o que você acha que os fãs poderiam saber sobre você que os surpreenderia?

Michael Anthony: "Eu adoro tratamentos faciais. Minha mulher me deixou ligado nisso - e ela tentou isso por muitos e muitos anos, e eu disse que nunca faria isso, mas hoje eu faço tratamentos faciais".

Sério?

Michael Anthony: "Ah sim. Eu sempre disse para a minha esposa, 'Isso é para frescos. Garotas fazem essas coisas'. A primeira vez que eu fiz eu disse, 'Cara, que maravilha eu tenho perdido por todos esses anos'. Deixe-me te dizer uma coisa, eu vou lá por cerca de uma hora e meia, e a garota me faz o tratamento facial e também massageia meu pescoço e meus braços. Elas colocam essa máscara em você e a deixam lá por um tempo, e nunca falha, quando ela volta eu sempre estou roncando pesado. É a coisa mais relaxante. Você deveria experimentar um dia desses. Eu não estou brincando".

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 12 de abril de 2013

Van HalenVan Halen
Em "5150", uma banda mais compacta e divertida

1370 acessosVan Halen: Simplesmente "FUCK"475 acessosLoudwire: em vídeo, 10 maiores riffs de metal dos anos setenta0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Van Halen"

Van HalenVan Halen
Hagar detona o vocal de Roth em novos comentários

Top 20Top 20
Discos recentes de bandas clássicas tão bons quanto os antigos

Capas GêmeasCapas Gêmeas
As infelizes coincidências (e plágios) nas artes dos álbuns

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Van Halen"0 acessosTodas as matérias sobre "Chickenfoot"

Axl RoseAxl Rose
Um dos vocalistas com maior alcance

MetalMetal
As bandas e sub-gêneros mais odiados pelos metalheads

Marc Ferr?Marc Ferr?
A música "Wasting Love", do Iron Maiden, é um Plágio?

5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 20095000 acessosEmo: gênero que todos amam odiar sem conhecer absolutamente nada5000 acessosRoqueiro poser: 100 regras essenciais para se tornar um4622 acessosSlipknot: dificuldades em gravar um disco sem Paul Gray4716 acessosIron Maiden: Ed Force One atrapalhando o trânsito de Fort Lauderdale5000 acessosSeparados no nascimento: Paul Stanley e Ioná Magalhães

Sobre Felipe Ferraz

Estudante de computação conformado com o futuro dos dedos em um teclado e longe dos fretes de uma guitarra, pois após muito tentar teve que admitir que, com sua sofrível técnica, nem se quisesse tocar no Calypso teria chance. Amante de Rock e Heavy Metal desde ouvir os primeiro acordes de "Iron Man" do Black Sabbath, não se prende a rótulos musicais, ouvindo tudo que lhe agrada. No geral sons pesados, melódicos e com muita guitarra, apesar de detestar exibições de virtuosismo desnecessárias nas músicas. Acompanha o Whiplash! desde os tempos de internet discada, tomando a feliz iniciativa de contribuir após desistir de virar notícia no site e encontrar o link de colaboração.

Mais matérias de Felipe Ferraz no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online