Matérias Mais Lidas

Guns N' Roses: Axl entendia que as coisas mudaram, mas Slash tinha virado um personagemGuns N' Roses
Axl entendia que as coisas mudaram, mas Slash tinha virado um personagem

Vocalistas: 12 velhinhos que ainda mandam muito bem ao vivoVocalistas
12 "velhinhos" que ainda mandam muito bem ao vivo

Bon Jovi: por que o mandaram tocar com Kiss e Judas Priest em vez de Bryan AdamsBon Jovi
Por que o mandaram tocar com Kiss e Judas Priest em vez de Bryan Adams

Van Halen: a diferença entre David Lee Roth e Sammy Hagar, segundo Alex Van HalenVan Halen
A diferença entre David Lee Roth e Sammy Hagar, segundo Alex Van Halen

AC/DC: cantor que ensaiou com eles para lugar de Brian monta nova bandaAC/DC
Cantor que ensaiou com eles para lugar de Brian monta nova banda

AC/DC: por que Bon Scott não era só um bêbado lunático, segundo ex-baixistaAC/DC
Por que Bon Scott não era só um "bêbado lunático", segundo ex-baixista

Chris Jericho: ele não liga para Sebastian Bach e se diz fã dos primeiros do Skid RowChris Jericho
Ele não liga para Sebastian Bach e se diz fã dos primeiros do Skid Row

Elize Ryd: como Anette Olzon, ex-Nightwish, foi principal inspiração no AmarantheElize Ryd
Como Anette Olzon, ex-Nightwish, foi principal inspiração no Amaranthe

Machine Head: Phil Demmel não tem a mínima vontade de voltar a falar com Robb FlynnMachine Head
Phil Demmel não tem a mínima vontade de voltar a falar com Robb Flynn

Nirvana: músico canadense muito parecido com Kurt Cobain faz sucesso no TikTokNirvana
Músico canadense muito parecido com Kurt Cobain faz sucesso no TikTok

Megadeth: quando a MTV ferrou a banda ao rejeitar clipe de A Tout Le MondeMegadeth
Quando a MTV ferrou a banda ao rejeitar clipe de "A Tout Le Monde"

Prog: 16 bandas para observar este anoProg
16 bandas para observar este ano

Mamonas Assassinas: a história por trás do enigmático CreuzebekMamonas Assassinas
A história por trás do enigmático "Creuzebek"

Robert Fripp: veja cover de Welcome to the Jungle com esposa segurando halteresRobert Fripp
Veja cover de "Welcome to the Jungle" com esposa segurando halteres

Slash: por que ele usa óculos escuros o tempo todo?Slash
Por que ele usa óculos escuros o tempo todo?


Matérias Recomendadas

O tempo não para: fotos do antes e depois de alguns rockstarsO tempo não para
Fotos do antes e depois de alguns rockstars

Fotos de Infância: Bon Scott, do AC/DCFotos de Infância
Bon Scott, do AC/DC

Megadeth: Dave Mustaine não está feliz com os improvisos de Kiko Loureiro?Megadeth
Dave Mustaine não está feliz com os improvisos de Kiko Loureiro?

Metal Extremo: chocando os jurados em reality-showsMetal Extremo
Chocando os jurados em reality-shows

Dedo x Palheta: Jason Newsted joga gasolina na fogueira do debateDedo x Palheta
Jason Newsted joga gasolina na fogueira do debate

Dead Daisies
Stamp

Kid Vinil: "L.A. Woman", um dos discos favoritos do Doors

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Emanuel Seagal, Fonte: Yahoo!
Enviar Correções  

O músico, radialista e ex-VJ KID VINIL, escreveu em sua coluna no Yahoo! sobre a revista Classic Rock. Confira abaixo alguns trechos da matéria.

Semana passada, consegui numa banca de revistas do Aeroporto de Congonhas uma edição da Classic Rock, uma revista inglesa especializada em rock clássico. O preço das publicações importadas por aqui não são convidativos: cerca de R$ 60 cada revista de música. Mas essa edição de agosto valia só pela capa. O título da matéria é "The Last Album and The Last Days of Jim Morrison". Na verdade, são duas capas encartadas formando um recorte na foto do Doors, lembrando a capa do álbum "L.A.Woman" de 1971 – aliás, o último álbum do Doors gravado com Jim Morrison. Na matéria, com uma série de entrevistas, os integrantes dos Doors falam sobre as gravações de L.A.Woman e amigos parisienses desvendam alguns mistérios sobre a morte de Jim Morrison, em julho de 1971.

L.A. Woman é um dos meus discos favoritos do Doors, principalmente pela sua pegada mais blues. A capa idealizada pelo artista Carl Cossick é uma verdadeira obra-prima. Alguns detalhes fazem a diferença nessa embalagem. A janela aberta no meio da capa que tem o nome ‘Doors’ em alto relevo traz uma foto do grupo como se estivesse estampada em filme numa vidraça, contrastando com o amarelo do encarte. A foto do encarte é chocante, traz o corpo de uma mulher crucificada num poste de luz. Há muito tempo, quando "L.A. Woman" foi lançado no Brasil – lá por volta de 1972 -, a capa foi totalmente modificada e nenhum desses detalhes apareciam. Com o passar do tempo, essa capa começou a ficar rara e fora de catálogo, os preços aumentaram assustadoramente nas lojas lá fora e nos sites de leilão, como o ebay, por exemplo. Para minha surpresa, essa semana, depois de comprar a revista, lembrei que essa capa em especial ainda me faltava e entrei no ebay à procura desse item de colecionador. Encontrei um exemplar em estado razoável por US$ 20 e, rapidamente, adquiri minha tão sonhada cada de "L.A. Woman" do Doors.

Confira a matéria na íntegra no link abaixo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Tunecore
Malvada
Como consegui viver de Rock e Heavy Metal
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Kid Vinil: a lenta despedida de uma geração de dinossaurosKid Vinil
A lenta despedida de uma geração de dinossauros

Kid Vinil: cantor lutou pela vida e ficou mais de um mês internadoKid Vinil
Cantor lutou pela vida e ficou mais de um mês internado


Dead Fish: A proposta mais indecente que a banda já recebeu pelo FacebookDead Fish
A proposta mais indecente que a banda já recebeu pelo Facebook

Fama: 5 bandas que são grandes no exterior e nem tanto no BrasilFama
5 bandas que são grandes no exterior e nem tanto no Brasil


Sobre Emanuel Seagal

Descobriu o metal com clássicos como Iron Maiden e Black Sabbath. Hoje em dia, entre outros gêneros musicais, e sem se limitar a rótulos, ouve principalmente doom, viking e folk metal. Sempre que possível está em busca de novas bandas que tenham algo a transmitir alem de clichês, e mesmo em meio a tantas novidades não dispensa pérolas como o bom e velho Candlemass. Acompanha o Whiplash! desde os primórdios, tendo iniciado sua vida de internauta no mesmo ano de criação do site (1996). Há algum tempo está envolvido com metal, seja trabalhando com eventos, bandas, gravadoras ou imprensa, na tentativa de contribuir de alguma forma para o crescimento desse que é um dos segmentos mais apaixonantes da música, o metal.

Mais informações sobre Emanuel Seagal

Mais matérias de Emanuel Seagal no Whiplash.Net.