Angra: Rafael Bittencourt fala sobre o conceito de "Aqua"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Filipe Crosara, Fonte: Bravewords.com, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

A banda ANGRA disponibilizou seu novo álbum, "Aqua", em sua totalidade, para audição. Confira neste link: (http://www.myspace.com/angraofficial).

1210 acessosAngra: discografia de volta ao Spotify5000 acessosMotorhead: Lemmy e o direito de morrer como quiser

"Aqua" será lançado em 12 de outubro na América do Norte via SPV / Steamhammer. Este é o primeiro trabalho do ANGRA em quatro anos, sendo sucessor do "Aurora Consurgens", de 2006. O álbum estará disponível em quatro formatos (na América do Norte): uma edição limitada digipack que inclui um CD bônus com um resumo da "era Edu Falaschi", uma edição standard, a edição do LP duplo que inclui 3 faixas bônus, e como um download digital.

O guitarrista Rafael Bittencourt recentemente falou longamente sobre o conceito e a gravação de Aqua:

Aqui estamos nós novamente. Fazendo o que mais gostamos, que é levar nossa música para o mundo. Que incrível sensação de ter as nossas idéias se espalhando entre os fãs como sementes que estarão crescendo, bem como as pessoas que se envolveram com o álbum. Finalmente, após quatro anos sem lançar nada, estamos trazendo o que na nossa opinião é uma das nossas melhores peças já composta ... "Aqua".

Há uma diretriz muito interessante para o álbum. Após a leitura do texto, algumas vezes descobrimos que o elemento água é o personagem principal da história. Ela muda em ciclos, transformando-se, transformando as coisas ao seu redor, representando a ira em picos, e em seguida, em perdão e calma. Tudo acontece depois de uma enorme tempestade que ocorreu em uma ilha da costa. Enquanto as águas selvagens estão vindo acima e abaixo, um navio e sua tripulação estão lutando para evitar um naufrágio.

Talvez por coincidência, este ano tivemos fortes tempestades que causaram enchentes, deslizamentos e outros problemas em muitas cidades brasileiras. Pudemos ver que a mesma coisa estava acontecendo em vários países quase ao mesmo tempo, ferindo e matando pessoas. Parece que as águas estão representando um momento de mudança. A vinda da Era de Aquário, o Apocalipse, as profecias sobre 2012 e outros assuntos foram surgindo ao redor de nossas conversas.

Queríamos um título que descrevesse de uma forma muito sucinta, o conceito. "Aqua" é a palavra latina para a "água" e resume toda a idéia por trás da peça de Shakespeare e nossos sentimentos deste momento marcante.

"The Tempest" é também um trabalho muito misterioso e único de Shakespeare. Foi a última peça que ele tinha escrito e ela é cheia de declarações pessoais. Toda vez que você ler descobre algum novo aspecto da construção ou alguma curiosidade escondida dentro das linhas.

A história é sobre um rei chamado Próspero e sua filha Miranda. Eles ficaram exilados numa ilha que seria um suposto terreno baldio. A ilha não era tão deserta e eles construíram uma vida juntos com as criaturas mágicas daquele lugar muito encantado.

Os planos de vingança de Próspero contra os seus adversários traídores causam, por meio da magia, uma enorme tempestade sobre o navio que os transporta. Ele finalmente perdoa os maus atos de seus inimigos quando ele percebe que esses atos não o prejudicaram como estavam destinados.

Assim, a água representa a chegada da maturidade de Próspero e todas as transformações e os ciclos que levaram a esse ponto. Nós também estávamos passando por uma série de processos de renovação e queríamos expressar a idéia de renovação. Deixando de lado os maus sentimentos e pensamentos, existe um tema comum entre este texto de Shakespeare e "Aqua". A tempestade nos ajudou a descrever mais claramente nossas emoções neste momento.

Embora este álbum soe muito diferente de nosso anterior, "Aurora Consurgens", não há muitas diferenças musicais entre o "Aqua" e os nossos três últimos álbuns. Tentamos manter a idéia de combinar com o metal progressivo, clássico, brasileiro, étnico, pop e muitos outros estilos.

A grande diferença é que desta vez estávamos realmente atingidos pela inspiração. Assim, escrevemos cerca de trinta músicas boas, e acabamos escolhendo as dez melhores fora da grande lista que tínhamos. Toda a atmosfera de companheirismo e trabalho em equipe foi capturada nas faixas. Nós realmente ajudamos uns aos outros em cada detalhe e é isso que fazem as canções tão poderosas e especiais.

Outra diferença importante é que o baterista Ricardo Confessori está de volta na banda. Isso só foi possível após as sessões de gravação do projeto "Bittencourt Project – Brainworms I", e ele então tocou em algumas faixas.

Desde então, nós recuperamos nossa confiança e amizade. Nós tivemos alguns ensaios com o Angra onde ele ensaiou canções da era antiga e nova da banda. Além disso, apresentamos a ele algumas idéias novas para organizar e ele nos mostrou que tinha mantido a sua criatividade e musicalidade graciosa. Demos boas risadas lembrando das coisas que fizemos juntos no passado e como a mistura da música brasileira representou uma qualidade muito significativa na nossa era pré-"Rebirth".

Assim, "Aqua" representa onde estamos agora. E esperamos que ele seja lembrado como um de nossos grandes álbuns clássicos, porque ele foi feito com grande paixão, foco e dedicação. Esperamos que cada detalhe dessas músicas cuidadosamente novas possam ajudá-los através de sua própria época de mudança. Então, preparem-se para mergulhar profundamente em um oceano de sensações e flutuar com as diversas atmosferas líquidas que estarão mudando enquanto você escuta e prosseguirão sempre mudando à medida que você ouvir mais vezes. Bem-vindo às águas giratórias de "Aqua".

Tracklist:

Edição Limitada Digipak:

CD1
'Viderunt Te Aquæ'
'Arising Thunder'
'Awake From Darkness'
'Lease Of Life'
'The Rage Of The Waters'
'Spirit Of The Air'
'Hollow'
'Monster In Her Eyes'
'Weakness Of A Man'
'Ashes'

CD2 (CD Bônus Edu Falaschi Era):
'Nova Era'
'Rebirth'
'Hunters And Prey'
'Spread Your Fir'
'Waiting Silence'
'The Course Of Nature'

Edição standard:
'Viderunt Te Aquæ'
'Arising Thunder'
'Awake From Darkness'
'Lease Of Life'
'The Rage Of The Waters'
'Spirit Of The Air'
'Hollow'
'Monster In Her Eyes'
'Weakness Of A Man'
'Ashes'

LPL

Lado 1
'Viderunt Te Aquæ'
'Arising Thunder'
'Awake From Darkness'
'Lease Of Life'

Lado 2
'The Rage Of The Waters'
'Spirit Of The Air'
'Hollow'

Lado 3:
'Monster In Her Eyes'
'Weakness Of A Man'
'Ashes'

Lado 4:
'Nova Era' (bonus track)
'Spread Your Fire' (bonus track)
'The Course Of Nature' (bonus track)

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

AngraAngra
Veja Rafael "ensinando" Valverde a tocar bateria

1210 acessosAngra: discografia de volta ao Spotify1351 acessosAngra e Hangar: Fábio Laguna conta como entrou nas bandas2490 acessosAngra: "reunião" durante aniversário de Paulo Baron, veja vídeo670 acessosBruno Sa: comenta a morte de Paul O'Neill e relembra audição1116 acessosAquiles Priester: No lugar onde montou a sua primeira bateria0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Angra"

CoincidênciasCoincidências
Imagens usadas por grandes bandas em outras capas?

AngraAngra
Os músicos são menos radicais que os fãs

Rock e MetalRock e Metal
Algumas das melhores duplas de guitarristas

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Angra"0 acessosTodas as matérias sobre "Rafael Bittencourt"

MotorheadMotorhead
Lemmy e o direito de morrer como quiser

Guns N RosesGuns N' Roses
Slash e DJ Ashba, as semelhanças

Kurt CobainKurt Cobain
Filha presta tocante homenagem ao pai, que faria 50 anos hoje

5000 acessosSlipknot: Corey Taylor já pagou fã para deixar plateia5000 acessosMetallica: Falha geral no sistema de som durante show no RIR5000 acessosOs Headbangers não praticantes5000 acessosIron Maiden: Dennis Stratton comenta morte de Clive Burr5000 acessosBlack Metal: lista de cinco bandas do lado sinfônico do satanismo4438 acessosKiss: Paul Stanley explica o motivo da maquiagem

Sobre Filipe Crosara

Filipe, nascido em Uberaba-MG, começou a ouvir e se interessar pelo Heavy Metal aos 12 anos de idade, sempre apreciando o estilo em todas suas vertentes, suas principais influências são: AC/DC, Arch Enemy, Dream Theater, Kreator, Sepultura... dentre tantas outras... para ele o Heavy Metal é muito mais do que uma forma de expressão, é uma paixão única que vai além de tudo, onde a palavra mestre é "Lealdade".

Mais matérias de Filipe Crosara no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online