Sebastian Bach: caso de agressão será julgado em dezembro

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nathália Plá, Fonte: Blabbermouth.net, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

De acordo com o jornal The Peterborough Examiner os advogados de Sebastian Bach receberam uma intimação em uma Corte em Peterborough, Ontario, Canadá na terça feira e o caso contra o vocalista foi adiado para 21 de dezembro.

Kiss: as 10 músicas mais "demoníacas" da bandaIron Maiden: as dez melhores músicas, segundo a Loudwire

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Bach foi acusado de agressão, posse de maconha e dano após ele ter supostamente mordido a mão de um bartender que tentava jogá-lo para fora do bar Riley's Olde Towne Pub em Peterborough.

Um vídeo das câmeras de vigilância no site TMZ.com mostram o cantor atirando sua taça de vinho no chão e caminhando em direção ao estabelecimento após ter sido pedido para que ele saísse do bar por causa de seu comportamento supostamente arruaceiro.

Um funcionário reportou que Bach o mordeu na mão enquanto ele estava tentando conter Bach até que a polícia chegasse.

Bach estava em Peterborough lidando com o patrimônio de seu pai que faleceu recentemente.

Bach não esteve no tribunal na terça-feira.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Sebastian Bach"


Sebastian Bach: eu era um brinquedinho das mulheres mais velhasSebastian Bach
"eu era um brinquedinho das mulheres mais velhas"

Axl Rose: Sebastian Bach o compara a Jim MorrisonAxl Rose
Sebastian Bach o compara a Jim Morrison


Kiss: as 10 músicas mais demoníacas da bandaKiss
As 10 músicas mais "demoníacas" da banda

Iron Maiden: as dez melhores músicas, segundo a LoudwireIron Maiden
As dez melhores músicas, segundo a Loudwire


Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336