"Back In Black": vídeo de tributo aos 30 anos em SP

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Anderson Alves, Fonte: AC/DC Brasil
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 09/11/10. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

O curto elétrico que deu início a essa corrente de energia chamada AC/DC, aconteceu em 74 com a entrada de Bon Scott. O álbum "Highway To Hell", cinco anos mais tarde, levou o nome da banda pelas estações de rádio do mundo inteiro.

1197 acessosGuns N' Roses: em 2° lugar no ranking dos que mais faturaram em 20165000 acessosMaridos traídos: Portnoy, Hagar, Osbourne, Waters e Di'Anno

Bon Scott imortalizou com as canções "Let There Be Rock", "Whole Lotta Rosie", "Highway To Hell" entre outras canções que cada fã do AC/DC em especial sabe reconhecer, mas no geral, em todos os álbuns de Bon, havia aquele toque sacana de um rocker que não estava interessado em ser profundo ou criar baladas massantes.

Em 80, Bon Scott deixou o mundo do rock sem palavras, sua morte em fevereiro daquele ano chocou os fãs da banda, a mídia e profundamente os membros do AC/DC, que pensaram em parar de tocar. Mas com a benção da mãe de Bon, que disse aos rapazes para continuarem, e que era o que Scott faria e gostaria de que fosse feito, no mesmo ano a banda recrutou Brian Johnson, que no dia do teste, levou a banda a pensar que o rapaz não iria aparecer, mas se enganaram.

Foi quando um membro da equipe disse que havia um rapaz de nome Brian jogando sinuca com os roadies, a banda não esperava, mas encontraria o vocal que juntos criariam um dos melhores álbuns de rock n roll da história ("Back In Black") e que os acompanharia valentemente por mais de 30 anos.

Com todo o peso dessa história, em julho desse ano o AC/DC Brasil.net e a banda Dirty Deeds Cover realizaram uma festa para comemorar os 30 anos de lançamento do álbum "Back In Black", que como nas músicas, foi um tributo a Bon Scott, a festa contou com dois sets: era Bon no primeiro e com todo o caprixo e respeito, e no segundo a Dirty Deeds simplesmente tocou todas as músicas do álbum, desde "Hells Bells" (com o Sino, com a camiseta que Brian usou nos vídeos do álbum) até "Rock And Roll Ain't Noise Pollution".

Sem sombra de dúvidas, a noite, a festa, foi espetáculo que não se pode deixar morrer, tem que ser eterno. Não foi só um tributo ao álbum, foi uma noite pra relembrar toda essa história única que o AC/DC conta durante seus 36 anos de vida.

Os fãs e os membros da Dirty Deeds mais do que apaixonados pelo som da banda deram algumas palavras sobre essa festa que foi realizada no Manifesto Rock bar em São Paulo.

Confira o vídeo.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Guns N RosesGuns N' Roses
Em 2° lugar no ranking dos que mais faturaram em 2016

321 acessosAC/DC: a primeira vez com "Let There Be Rock"219 acessosFabio Lima: em vídeo, 13 songs by AC/DC0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "AC/DC"

AC/DCAC/DC
Outro integrante do Guns poderia ter entrado na banda

AC/DCAC/DC
Slash e Duff comentam show que assistiram dos bastidores

KissKiss
15 bandas que abriram shows deles e se tornaram famosos

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "AC/DC"0 acessosTodas as matérias sobre "Dirtydeeds"

Maridos traídosMaridos traídos
Não adianta: todo mundo terá seu dia de dor-de-corno

Baixos e GuitarrasBaixos e Guitarras
Ajustes e Consertos nos instrumentos

Charles MansonCharles Manson
Casamento era plano para expor seu cadáver

5000 acessosAskmen.com: site elege as dez melhores músicas do Nirvana5000 acessosAnitta: "Eu era roqueira. Comecei no funk por destino."5000 acessosOzzy Osbourne: Sharon conta como o Madman tentou assassiná-la5000 acessosMotorhead: Lemmy fala sobre Jimi Hendrix, drogas e mais4422 acessosBill Ward: "Lars Ulrich é um baterista excepcional"4092 acessosClipes: 10 vídeos de rock/metal bem legais lançados em 2016

Sobre Anderson Alves

Anderson Alves, nascido em 1990, é fã incondicional e apaixonado por rock and roll. O seu primeiro contato com o rock and roll foi quando conheceu o som de AC/DC, Ozzy Osbourne e Creeedence por volta do ano 2000 nos discos de vinis que encontrara em sua casa. Mais tarde conheceu a raíz do estilo, indo de Big Joe Turner, Hank Williams até Creedence e Elvis Presley. É também administrador, redator e editor de vídeos do fã site AC/DC Brasil.net, onde dedica uma parcela de seu tempo em tributo ao AC/DC e colaborador constante do site wiki brasileiro do rock e metal, Whiplash.net.

Mais matérias de Anderson Alves no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online