Steven Adler: "vergonha por Axl e Slash por não se falarem"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Lara Paiva, Fonte: Blabbermouth
Enviar Correções  

Steven Adler, fundador do GUNS N’ ROSES e do ADLER’S APPETITTE, concedeu uma entrevista para o The Jewish Chronicle. O baterista disse que sente vergonha do Slash e Axl Rose por estarem brigados há anos. "Por que você acha que nós éramos bem-sucedidos? Porque nós cinco tínhamos algo especial. Tínhamos uma ligação e não importa as besteiras que aconteceu nesses anos; há uma coisa que Axl (Rose) e os seus advogados nunca vão poder tirar, é a nossa irmandade, que nos ajudou a alcançar as metas que tínhamos quando éramos adolescentes. E o que meus irmãos fazem de melhor? Eles lutam uns com os outros! Eu não os odeio agora porque minhas feridas estão curadas. Mas, fico com vergonha do Axl e Slash por não se falarem. E a cada dia que eles não se falam, será outro dia em que a magia não está sendo mais criada. Não importa que façamos uma turnê, um registro ou uma música, os deuses vão querer ouvir", diz Adler.

Guitar World: as 50 melhores canções de Rock de todos os tempos

Fotos de Infância: Kurt Cobain, do Nirvana

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Quando perguntado por qual motivo uma reunião da formação clássica deve acontecer, ele explica: "Há todo o amor que recebo em todo o mundo. Ouvi dizerem 'Appetite For Destruction' é a trilha sonora de minha vida em diversos idiomas. E há todo o dinheiro que podemos fazer. Isto renderia bilhões de dólares. Tudo que precisamos é subir juntos no palco por 90 minutos. E eu quero terminar o que comecei. Agradeço a Deus por ter colocado estes estúpidos em minha vida".

Além disso, o baterista falou da sua luta contra as drogas que há décadas está tentando acabar com o vício. "Eu tentei me matar, não é fácil! Eu já tive um AVC, um leve ataque cardíaco e fiquei em coma por quatro dias. Meu médico disse que o meu lado esquerdo poderia ficar paralisado quando tive o AVC. Eu fui abençoado, porque continuo tocando bateria, mas, não como era antes. Tenho 46 anos, a maioria das pessoas que eu conheci não passou dos 20 anos de idade".

Para ver a entrevista completa do Steven Adler, o link da entrevista está aqui embaixo:
http://www.thejc.com/arts/arts-features/45358/guns-n-roses-i...




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Guitar World: as 50 melhores canções de Rock de todos os temposGuitar World
As 50 melhores canções de Rock de todos os tempos

Fotos de Infância: Kurt Cobain, do NirvanaFotos de Infância
Kurt Cobain, do Nirvana


Sobre Lara Paiva

Estudante de jornalismo da UFRN. Aos 12 anos começou a escutar Black Sabbath. No início, os pais pensavam que isso seria uma fase, mas a fase virou uma tórrida paixão pelo Rock and Roll.

Mais matérias de Lara Paiva no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL