Slash: guitarrista fala sobre sua produtora de filmes

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nathália Plá, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

O guitarrista do VELVET REVOLVER e ex-GUNS N' ROSES, Slash conversou com o Bloody Disgusting sobre sua nova empresa produtora de filmes de terror, Slasher Films.

Batman: 10 razões pelas quais ele é Metal pra carambaSonho de Consumo: os 10 palcos de shows mais desejados

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Slash revelou os primeiros filmes a serem produzidos pela Slasher Films durante uma coletiva de imprensa nesse último final de semana no Sundance Film Festival em Park City, Utah. Um dos projetos que a nova empresa está desenvolvendo é "Wake The Dead", baseado na revista em quadrinhos escrita por Steve Niles, que escreveu a famosa revista de vampiros "30 Days Of Night".

Slash descreveu o projeto ao Inside Movies, definindo-o como "basicamente uma história moderna e joven história de Frankenstein sobre um brilhante universitário que descobriu como animar tecido morto - mas ele é um adolescente, então ele passa dos limites."

A empresa tem três outros filmes em desenvolvimento, incluindo "Nothing To Fear" (Nada a temer, em tradução livre), sobre uma cidade que se encontra em um portal para o inferno; "Theorem", (Teorema, em tradução livre), sobre um matemático que descobre uma equação para o mal; e "The Other Kingdom" (O Outro Reino, em tradução livre), que é sobre um hospital acometido por uma epidemia que transforma as pessoas em zumbis.

Um filme que você não verá sair pela companhia tão cedo é uma versão em filme da biografia de Slash de 2007. Ele disse à The Pulse Of Radio há um tempo que só havia uma forma dele permitir que o livro fosse adaptado para a telona. "A única coisa que eu não os deixaria fazer ou permitir que eles fizessem seria fazer o filme com personagens que estão nele, da forma como são na vida real," ele disse. "Sabe, se você quisesse pegar a história e inventar algumas pessoas (risos) e mudar os nomes e todo esse tipo de coisa, e fazer todos fictícios, seria interessante. Mas se você fosse tentar e fazer, 'Ok, esse é o Slash e esse é o Axl (Rose) e essa é a mãe do Slash, e esse personagem será o Scott (Weiland),' não, eu não permitiria."

Niles disse ao Los Angeles Times como é trabalhar com o Slash, "Nós queremos recapturar a qualidade de terror como eles fizeram nos anos 70, terror onde você se importa com os personagens e com a história... Quando (eu) conheci o Slash nós imediatamente nos conectamos em nosso amor pelo terror e na forma que queríamos ver os filmes de terror feitos. Eu nunca sonhei em um milhão de anos que eu conheceria o Slash, muito menos trabalharia com ele. Estou extasiado."

"Wake The Dead" será produzido conjuntamente por Slash e Rob Eric da Scout Productions. Jay Russel ["Ladder 49" (no Brasil "Brigada 49")] irá dirigir, de acordo com Collider.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Slash"Todas as matérias sobre "Guns N' Roses"


Slash: o que acontece quando ele toca Sweet Child O' Mine?Slash
O que acontece quando ele toca "Sweet Child O' Mine"?

Guns N' Roses: quando a irmã de Axl não conseguiu Cocaína na ColômbiaGuns N' Roses
Quando a irmã de Axl não conseguiu Cocaína na Colômbia


Batman: 10 razões pelas quais ele é Metal pra carambaBatman
10 razões pelas quais ele é Metal pra caramba

Sonho de Consumo: os 10 palcos de shows mais desejadosSonho de Consumo
Os 10 palcos de shows mais desejados


Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.

adGoo336