Matérias Mais Lidas

imagemKiko Loureiro explica por que acha uma merda seu solo de guitarra em "Rebirth"

imagemLes Claypool, do Primus, explica por que não se tornou baixista do Metallica

imagemAdrian Smith e a volta ao Maiden: "queriam o Bruce e já tinham dois guitarristas"

imagemQuando Angus Young, do AC/DC, detonou o Led Zeppelin e os Rolling Stones

imagemMetallica divulga vídeo de "Whiskey In The Jar" ao vivo em Curitiba

imagemQuando Pete Townshend faltou a um show do The Who pra ir assistir o Pink Floyd

imagemPhil Campbell conta como era fácil "comprar" Lemmy pra fazer qualquer coisa

imagemRob Halford explica como surgiu ideia de entrar no palco em cima de uma moto

imagemOzzy achou que integrantes do Metallica estavam tirando uma com sua cara durante turnê

imagemClassic Rock lista 15 músicas do saudoso Chris Cornell que você precisa conhecer

imagemBill Hudson diz que tatuagem pode ter sido entrave para entrar no Megadeth

imagemA surpreendente maneira que Nando Reis ficou sabendo da morte de Marcelo Fromer

imagemKiko Loureiro diz que é mais fácil compor "música louca" de 20 min do que de 4 min

imagemRage Against The Machine vem ao Brasil em dezembro, diz José Noberto Flesch

imagemA curiosa opinião de Ozzy sobre cover do Metallica para "Sabbra Cadabra"


Stamp

Arch Enemy: Angela fala sobre o "Khaos Legions" e futuro

Por Juliana - AEBR
Fonte: Brazilian Apocalypse
Em 23/05/11

O Fansite Oficial do Arch Enemy no Brasil acabou de postar a tradução da nova entrevista com a Angela Gossow, leia um pedaço abaixo.

Então, o que há de mais novo com o Arch Enemy?

Angela: Bem, nós acabamos de ir para o Marrocos e África do Norte, nós tocamos num festival lá e tocamos algumas músicas novas. Então nós vamos continuar na próxima semana na Europa, vamos tocar no Metalfest em cinco ou seis países. Então vamos pro Graspop, Sonisphere e um monte de festivais de verão. Depois nós vamos aos EUA em setembro / outubro, depois para a Ásia em outubro / novembro, em seguida, voltamos à Europa para uma turnê. Então no ano que vem nós vamos para a América do Sul, nós definitivamente vamos ir para a Austrália, em algum momento e Ásia novamente. Então, sim, vamos estar em turnê a partir de agora.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

A banda tem tido uma forte ética de trabalho em turnês já há algum tempo, mas com as vendas de CDs em um estado tão pobre, agora vocês têm de trabalhar ainda mais na estrada.

Angela: Sim, quero dizer, você vende uns 250 CDs e você é ouro em alguns países, entre os dez primeiros, sabe? As vendas de CDs estão... Não vale nem a pena falar porque você não costuma mesmo se recuperar (das vendas). Uma banda agora só precisa fazer turnês ... Eu acho que é possível para as bandas que cresceram mais como projetos de estúdio, pessoas que não estavam tão interessadas em fazer turnês, ainda estarem por aí, mas é muito difícil ter uma banda hoje em dia, porque você quer ganhar a vida com ela.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Sobre o novo álbum agora. Se o título já não fosse uma pista, há um traço distintamente anarquista nele. O que inspirou isso?

Angela: É na verdade ateu e anarquista, porque o "chaos" é soletrado como "khaos", que é a grafia grega. A versão grega vem da palavra "chaos", como a criação do universo. Então, ele tem a teoria do caos por trás dele também, mas com uma anarquia nele, então é como uma combinação. Isso é realmente aquilo em que acreditamos, essa é a nossa atitude. Somos um povo amante da liberdade e todo o álbum é sobre a liberdade pessoal - liberdade do governo, a liberdade de religião, liberdade de pressão social e até mesmo a liberdade de si mesmo, por causa da pressão que as pessoas colocam sobre si mesmas. E nós somos auto-geridos, de modo que realmente vivemos um pouco como anarquistas (risos). Fazemos apenas as coisas que queremos fazer, nós não acreditamos em nenhum deus e nossas letras são muito reais.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Mike (Amott, guitarras), foi citado como tendo dito que este álbum foi um caso de "mais é mais". Pode falar um pouco sobre isso?

Angela: Oh, bem, se você escutá-lo, você vai entender que há um monte de coisas acontecendo. Musicalmente, é uma viagem muito extrema. Eu não tenho certeza se alguém vai gostar, porque ela vai de, eu não sei, como uma parte muito extrema, vamos dizer ‘Cruelty Without Beauty’ ou ‘Cult of Chaos’, então ele vai para essa parte da guitarra muito doce, e depois em uma muito longa e demorada parte de solo. Você sabe, há um monte de coisas diferentes que definem o Arch Enemy, mas nós meio que facilitamos as nossas composições um pouco nos dois últimos álbuns, então nós nos afastamos disso e dessa vez nós pensamos, mais é mais. Agora é muito menos simples eu acho, e há um monte de coisas acontecendo. Eu acho que vai ser muito interessante quando você ouvir o álbum; musicalmente está em todo o lugar.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A banda é conhecida por fazer declarações de intenções viciosas com a faixa de abertura de cada álbum e neste disco 'Yesterday is Dead and Gone ' é no mesmo sentido. Ela grita "abertura de shows" para mim.

Angela: Sim, é verdade, é a música que está abrindo agora. Não é a melhor faixa do álbum, eu acho, mas é muito do estilo Arch Enemy. É como uma abertura totalmente estilo Arch Enemy. Funcionou muito bem para nós, nós tocamos em Marrocos e funcionou muito bem como abertura naquele show. É muito reconhecível, é como, "porra, é o Arch Enemy" (risos). Você sabe? Mas eu acho que existem faixas mais interessantes no álbum, mas como abertura, ela funciona muito bem.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Eu acho que o refrão resume muito bem a mensagem que a banda está tentando apresentar neste disco.

Angela: Sim, "Yesterday is Dead and Gone". Nós não somos uma banda que é muito focada no passado, nós apenas acreditamos em fins naturais e eu acho que é por isso que nós tivemos algum tipo de sucesso, porque nós só continuamos andando para a frente em um caminho. Estamos sempre pensando na próxima coisa que podemos fazer, onde podemos tocar e quais os novos países que podemos descobrir. Nós já estamos escrevendo coisas para o próximo álbum, nós sabemos quando vamos lançar um DVD, então nós somos muito progressivos nessa forma. Estamos sempre marchando para a frente e acho que isso é uma atitude muito positiva. Se você viver no passado, isso meio que te puxa de volta.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Você mencionou um DVD anteriormente e a banda gravou uma vasta gama de covers e faixas bônus para lançamentos no passado. Que outros projetos estão em andamento para o ciclo desse álbum?

Angela: Na verdade, nós gravamos 21 faixas para o álbum, nós estamos colocando 17 faixas no álbum e, em seguida, temos um par de canções que sobraram que vão sair em um EP, acho que na primavera de 2012. Então, nós temos algo novo lá fora para a próxima rodada de turnês. Então, pretendemos lançar um DVD, talvez no final de 2012, em seguida, o novo álbum na Primavera de 2013. Estamos planejando lançamentos, nós não planejamos abandonar o circuito de turnês e músicas em breve - nós temos planos (risos).

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Para ler a matéria completa vá para...

http://www.archenemy.net.br

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

PRB
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Arch Enemy: Jeff Hanneman nunca será esquecido, diz Gossow

Angela Gossow: "Música me deu a liberdade que eu sempre quis"



Sobre Juliana - AEBR

Juliana Lacerda, formada em Matemática Aplicada e Computação Científica - USP. Fluente em inglês e atualmente aprendendo alemão e sueco. É webmistress do fansite oficial brasileiro da banda Arch Enemy www.archenemy.net.br . Além do Arch Enemy, gosta de bandas como Arkona, Dimmu Borgir, Ensiferum, Finntroll, Graveworm e Equilibrium.

Mais matérias de Juliana - AEBR.